Asteróide pode mergulhar a Terra num inverno cósmico

(dr) Detlev van Ravenswaay

A NASA alertou para a possibilidade de um futuro asteróide causar um “inverno cósmico” ao cair na Terra. O aviso da agência espacial norte-americana surge na sequência de um novo documentário científico sobre estas rochas espaciais.

Os asteróide são pequenos corpos rochosos que, por norma, se localizam no interior do Sistema Solar a orbital o Sol. Existem milhões destes corpos a “voar” livremente pelo Espaço, e as suas colisões – conhecidas como eventos de impacto – desempenharam um papel importante na formação de muitos planetas.

No caso de uma colisão com a Terra, o impacto pode ter efeitos devastadores para Homem e para o próprio planeta. Vários cientistas acreditam, por exemplo, que terá sido um asteróide a extinguir os dinossauros, há cerca de 66 milhões de anos.

O novo documentário espacial da norte-americana Spacefiles aborda uma teoria que sustenta que, caso a Terra seja atingida por um asteróide, pode repetir-se o cenário que terá ocorrido aquando a extinção dos dinossauros.

O cinturão de asteróides possuiu uma vasta quantidade de potenciais projéteis – e o responsável pelo “inverno cósmico” pode mesmo partir daqui, de acordo com o documentário. Ocasionalmente, ocorrem colisões entre asteróides no cinturão e, na sequência dos impactos, alguns fragmentos podem ser ejetados para órbitas que, por sua vez, podem levar fragmentos para perto de Marte.

Já próximos do Planeta Vermelho, os asteróides poderia tomar um novo caminho de ligação com a órbita terrestre – corpos rochosos já colidiram com a Terra desta forma.

Há 60 milhões de anos, um asteróide terá atingido a Península de Yucatan, no México, dando origem a um inverno cósmico e uma extinção massiva.

O inverno cósmico, que o documentário argumenta que pode ocorrer na Terra, significa que o impacto do corpo rochoso poderia eliminar todas as formas de vida, fazendo o planeta mergulhar num ambiente de frio e escuridão, noticia o Daily Express.

 

O programa refere mesmo que um asteróide de pequenas dimensões poderia implicar consequências desastrosas. Quando os céus se limparam, aponta o programa, dois terços de todas as espécies terão desaparecido da Terra, incluindo os dinossauros. A cratera teria 200 quilómetros de diâmetro e asteróide 15 quilómetros de diâmetro, no máximo.

A NASA tem reunido esforços para traçar um plano de defesa planetária caso um asteróide venha a impactar com a Terra. A agência espacial, que no fim de abril levou a cabo mais uma série de exercícios e simulações, que estar melhor preparada e saber o que fazer.

Gostaríamos de estar preparados. Enquanto a Terra está a salvo de todos os asteróides conhecidos, esta semana [fim de abril] estamos a reunir os nosso parceiros para praticar o que teremos que fazer numa situação diferente”, afirmou a NASA.

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. Coitada da Nasa sempre desejando com suas proezas apavorar os mais ignorantes prometendo achar uma solução para que a Terra depois de fazer desaparecer os Dinos vem se protificando em acabar com toda vida na Terra não mais por aquecimento grogue e SIM por congelamento do cerebro. Se conseguir fazer entender apenas uma pessoa já terá valido a pena fazer o comentário.

  2. Nunca vi tanta matéria sobre Asteroides como agora, acho que a inversão do campo magnético está muito próxima e a NASA está preparando o povo. Só que como a Terra não é o que a NASA diz, consequências maiores poderão vir.

  3. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….e o povo acredita.
    Mas vamos estudar de verdade e pesquisar sobre a inversão do campo magnético,mais provável,plausível e parem de viajar nas historinhas da Nasa nazista..

  4. Oque a NASA, poderia fazer?No caso de um asteróide desse de fato, fosse colidir com a terra? Esses caras são uma piada mesmo… rsrsrs! O único que pode é DEUS, ele pode impedir, e livrar a terra, de qualquer desastre que seja, não esses caras aí, comedores de arroz e feijão, que pensam que sabem de tudo…

  5. Estás agências Americanas com certeza precisam renovar seus recursos bilionários, e para isso sem nenhuma comprovação apenas com pânico piscologico colocam a opinião pública para precionar os políticos que já estão esperando a pressão para aprovar recursos bilionários para serem jogados fora (fora da terra), ao invés de investir para melhorar aqui na terra primeiro e podermos viver dignamente poderemos no futuro ter mais gênios e soluções para tudo…
    Mas o que temos são malucos que estão acabando com nossos recursos para evitar uma tragédia que está prevista por eles mesmo daqui a milhões de anos…
    Ficam falando em extinção de dinossauros, ainda bem que foram extintos senão nós estaríamos fudidos e eles não se entendem uma hora foi asteroide outra hora foi o clima mas talvez seja a dengue o chicungunha, a febre amarela…..

  6. Essa NASA renta ……e suas babaquices…….. até quando será que vão ficar com essas mentiras…….temo pelo que podem fazer……..muitos já estão convencidos de que vivemos em uma terra plana e que nada sai ou entra aqui…….e ainda tem gente que acredita nestas notícias falaciosas…..sempre com filmagens e fotos montadas em studios……..até quando será que esta NASA renta irá com suas mentiras …..e o pior …sendo sustentada com nosso dinheiro.

    • Acredito que se um asteróide realmente vier a colorir com o planeta terra, e extinguir a raça humana, não ficaremos à dever nada aos dinossauros, porque nem mesmo os dinos com sua minima capacidade mental, teriam a capacidade de acreditar que vivemos em uma terra do plana como uma folha de papel.
      Voltem dinos, voltem…!!!

  7. Se não fossem muitas pessoas boas na terra, esses asteróides já teria caído na terra a muito tempo e acabado com tudo.

  8. Penso que seja tudo uma questão de racionalizar o desporto, tal como apontado pelos saudosos mágicos queijos cantores.
    Um bem haja.

  9. Acredito que se um asteróide realmente vier a colorir com o planeta terra, e extinguir a raça humana, não ficaremos à dever nada aos dinossauros, porque nem mesmo os dinos com sua minima capacidade mental, teriam a capacidade de acreditar que vivemos em uma terra do plana como uma folha de papel.
    Voltem dinos, voltem…!!!

  10. Um artigo mal escrito ou mal traduzido e que só diz banalidades, nada que não se soubesse. De cada vez que abordam o assunto repetem-se até à exaustão.

RESPONDER

Em 2100, não haverá tartarugas macho (e a culpa é das alterações climáticas)

https://vimeo.com/348240908 As tartarugas-marinhas-comuns nascidas num terreno fértil em Cabo Verde serão todas fêmeas por causa das mudanças climáticas, alertou um novo estudo. Mesmo sob um cenário de baixas emissões, 99,86% das crias de tartarugas seriam fêmeas até …

Aerogel de sílica pode ser a substância necessária para tornar Marte habitável

Marte é um lugar bastante inóspito e a NASA recentemente mostrou que não é possível transformá-lo numa "segunda Terra". No entanto, investigadores de Harvard mostraram que camadas finas de aerogel de sílica podem aquecer a superfície …

Revelada a primeira fotografia de entrelaçamento quântico

Pela primeira vez na História, os cientistas capturaram uma fotografia de entrelaçamento quântico - um fenómeno tão estranho que o físico Albert Einstein o descreveu como "uma ação fantasmagórica à distância". A imagem foi capturada por …

Netflix retira imagens de suicídio de "13 Reasons Why"

A Netflix modificou o episódio da série "13 Reasons Why" onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os …

Belinda Sharpe é a primeira árbitra do râguebi australiano em 111 anos

Belinda Sharpe vai tornar-se na primeira árbitra de campo na história de 111 anos da liga profissional de râguebi na Austrália, quando dirigir um jogo do campeonato agendado para quinta-feira. A Liga Nacional de Râguebi (NRL) …

Os chimpanzés não têm noção de justiça e aceitam desigualdades

Os chimpanzés carecem da noção de justiça e aceitam a desigualdade na repartição de comida ou materiais, segundo a investigadora Nereida Bueno. A cientista, da Universidade Pontificia de Camillas, que participou num estudo publicado esta semana …

Descartar drogas pelo esgoto pode criar "meta-caimões" nos Estados Unidos

O Departamento da Polícia de Loretto, no estado norte-americano do Tennessee, alertou este sábado para os perigos associados à eliminação de narcóticos através das canalizações das casas de banho. Numa publicação na página oficial de Facebook, …

Descoberta nova via terapêutica para tratar o Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu uma nova via terapêutica para tratamento do Alzheimer, que segundo os investigadores cria “alguma esperança” para travar o desenvolvimento da doença em estágios mais iniciais. O projeto, cujas conclusões foram publicadas …

Exército de carraças está a dizimar vacas (e pode chegar aos humanos)

Uma espécie invasiva de carraças já dizimou um quinto da população de vacas na Carolina do Norte. Os cientistas temem que o próximo alvo podem ser os humanos. A espécie de carraça Haemaphysalis longicornis tem feito …

Ucrânia aprova castração química para pedófilos

Na Ucrânia, será administrada uma injeção que reduz o libido aos pedófilos. A legislação vai aplicar-se a homens com idades entre os 18 e os 65 anos que forem considerados culpados de violação ou abuso …