Assunção Cristas defende união entre agricultura e agroindústria para criar riqueza

portugal.gov.pt

A Ministra da Agricultura, Assunção Cristas (foto: d.r. portugal.gov.pt)

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, afirmou hoje, durante a visita a um souto na Serra da Padrela, em Valpaços, que a agricultura deve associar-se à agroindústria para acrescentar valor aos produtos, criar riqueza e emprego.

A transformação de produtos, nomeadamente da castanha, permite, na opinião da governante, criar postos de trabalhos fixos durante o ano, e não apenas sazonais, e atrair “mais” investimentos, sobretudo estrangeiros.

“Dar novas formas aos produtos é muitíssimo positivo e os mercados internacionais agradecem essa vivacidade”, afirmou.

Assunção Cristas considerou que a união entre a agricultura e a agroindústria deve ser, no futuro, a aposta e o caminho a “trilhar”.

Enquanto caminhava pelo souto, acompanhada pelos filhos, a ministra da Agricultura caracterizou a castanha como o “ouro” da região de Trás-os-Montes e lembrou que o setor tem ganho “grande dinamismo e impulso” no país.

Nos últimos dois anos, avançou, a área de soutos plantados duplicou, o que demonstra a sua importância.

E, acrescentou, “os investimentos nacionais e estrangeiros neste setor estão a aumentar, criando postos de trabalho, o que, aqui, é muito importante”.

A governante relembrou que, em 2012, foram exportados 17,5 milhões de euros em castanhas e derivados e canalizados para o setor, no âmbito do programa de desenvolvimento rural, 10 milhões de euros.

Este ano, comentou, a produção da castanha vai aumentar 27%.

Além de castanhas, a ministra da Agricultura recebeu, por parte dos produtores, pedidos de ajuda.

O proprietário do souto, Flávio Batista, relembrou que “nem tudo é bom”.

E, disse, “temos várias dificuldades, por exemplo, os castanheiros estão a ser afetados e a morrer devido a várias doenças, por isso, precisávamos de ajuda, não financeira, mas técnica para as travar”.

O produtor anotou que noutros países, nomeadamente na França, existem já tratamentos para pôr fim a “estas pragas”, pedindo à ministra para copiar este exemplo.

Ao repto, Assunção Cristas garantiu estar “muito atenta”, sobretudo a fenómenos que começam noutros países e atingem Portugal, por isso, vai aumentar a formação e informação no domínio das boas práticas agrícolas.

Depois de apanhar castanhas, a ministra da Agricultura visitou uma unidade de produção, comercialização, transformação e distribuição de frutos secos, frutos vermelhos, produtos transformados e `gourmet, em Vila Pouca de Aguiar.

O administrado da empresa Agroaguiar, Rodrigo Reis, pediu “sensibilidade” ao Governo para pequenos investimentos que, nesta região, “significam muito”.

A fábrica, que exporta 75% da sua produção, está a construir uma nova base logística para armazenar os produtos congelados, num investimento de 1, 5 milhões de euros.

Assunção Cristas garantiu que o próximo programa do Governo terá medidas “concretas” para a agricultura tradicional e das espécies para revitalizar o setor.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Libertação de água em Fukushima tem "potencial para danificar o ADN humano"

A Greenpeace, uma organização ambiental internacional, avisou através de um relatório que a água contaminada que poderá ser lançada no mar pela usina nuclear de Fukushima contém carbono radioativo que pode danificar o ADN humano. De …

Liga dos Campeões: 32 equipas, 32 jogadores que podem brilhar

O melhor jogador da Liga portuguesa está na lista. Internacional português do Manchester City também entra nas escolhas. A Liga dos Campeões já arrancou, desta vez numa velocidade diferente, já que vai haver jogos em quase …

Facebook prepara medidas para controlar possível agitação eleitoral

Equipas do Facebook estão a analisar a possibilidade acalmar o conflito eleitoral nos Estados Unidos (EUA), implementando ferramentas internas projetadas para o que chama de países "em risco". Segundo fontes ligadas à empresa, citadas pelo Wall …

Vítor Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020

O professor e ensaísta Vítor Manuel de Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020, anunciado hoje pela ministra da Cultura, após reunião do júri. O Prémio Camões de literatura em língua portuguesa foi …

Football Leaks. José Miguel Júdice chama "ladrão" a Rui Pinto em tribunal

O antigo sócio fundador da sociedade de advogados José Miguel Júdice chamou esta terça-feira “ladrão” a Rui Pinto, denunciando a “violência moral e psicológica” do criador do ‘Football Leaks’ na 17.ª sessão do julgamento. “Fui visitado …

Josep Maria Bartomeu demite-se da presidência do Barcelona

Josep Maria Bartomeu apresentou, juntamente com o resto da direção do Barcelona, a demissão da liderança do clube. Bartomeu era contestado por vários adeptos e jogadores. A direção do FC Barcelona, liderada por Josep Maria Bartomeu, …

Navigator antecipa subsídio de Natal e dá prémios aos trabalhadores em ano de lucro de 20 milhões

A empresa portuguesa Navigator anunciou que vai pagar os subsídios de Natal mais cedo e distribuir prémios pelos trabalhadores. Decisão que surge em ano de pandemia, mas quando a empresa se apresta para divulgar um …

Governo prepara alargamento dos prazos para trocar prendas de Natal

O Governo espera dar mais 30 a 45 dias úteis, a contar a partir de 25 de dezembro, para trocas e devoluções de prendas de Natal. O Correio da Manhã avança, esta terça-feira, que o Governo …

Juan Carlos quer regressar a Espanha. Amigos dizem que tem receio de morrer fora do país

Hospedado nos Emirados Árabes Unidos, a rotina de Juan Carlos varia entre os seus aposentos e as idas ao ginásio. Contudo, o rei emérito está "extremamente" aborrecido na Ásia e tem receio da morte fora …

Justiça brasileira aceita nova acusação de branqueamento de capitais contra Lula da Silva

A Justiça brasileira aceitou uma nova acusação contra o ex-Presidente Lula da Silva, pelo alegado crime de branqueamento de capitais através de falsas doações do grupo Odebrecht, informou na segunda-feira o Ministério Público (MP). A acusação, …