Assunção Cristas defende união entre agricultura e agroindústria para criar riqueza

portugal.gov.pt

A Ministra da Agricultura, Assunção Cristas (foto: d.r. portugal.gov.pt)

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, afirmou hoje, durante a visita a um souto na Serra da Padrela, em Valpaços, que a agricultura deve associar-se à agroindústria para acrescentar valor aos produtos, criar riqueza e emprego.

A transformação de produtos, nomeadamente da castanha, permite, na opinião da governante, criar postos de trabalhos fixos durante o ano, e não apenas sazonais, e atrair “mais” investimentos, sobretudo estrangeiros.

“Dar novas formas aos produtos é muitíssimo positivo e os mercados internacionais agradecem essa vivacidade”, afirmou.

Assunção Cristas considerou que a união entre a agricultura e a agroindústria deve ser, no futuro, a aposta e o caminho a “trilhar”.

Enquanto caminhava pelo souto, acompanhada pelos filhos, a ministra da Agricultura caracterizou a castanha como o “ouro” da região de Trás-os-Montes e lembrou que o setor tem ganho “grande dinamismo e impulso” no país.

Nos últimos dois anos, avançou, a área de soutos plantados duplicou, o que demonstra a sua importância.

E, acrescentou, “os investimentos nacionais e estrangeiros neste setor estão a aumentar, criando postos de trabalho, o que, aqui, é muito importante”.

A governante relembrou que, em 2012, foram exportados 17,5 milhões de euros em castanhas e derivados e canalizados para o setor, no âmbito do programa de desenvolvimento rural, 10 milhões de euros.

Este ano, comentou, a produção da castanha vai aumentar 27%.

Além de castanhas, a ministra da Agricultura recebeu, por parte dos produtores, pedidos de ajuda.

O proprietário do souto, Flávio Batista, relembrou que “nem tudo é bom”.

E, disse, “temos várias dificuldades, por exemplo, os castanheiros estão a ser afetados e a morrer devido a várias doenças, por isso, precisávamos de ajuda, não financeira, mas técnica para as travar”.

O produtor anotou que noutros países, nomeadamente na França, existem já tratamentos para pôr fim a “estas pragas”, pedindo à ministra para copiar este exemplo.

Ao repto, Assunção Cristas garantiu estar “muito atenta”, sobretudo a fenómenos que começam noutros países e atingem Portugal, por isso, vai aumentar a formação e informação no domínio das boas práticas agrícolas.

Depois de apanhar castanhas, a ministra da Agricultura visitou uma unidade de produção, comercialização, transformação e distribuição de frutos secos, frutos vermelhos, produtos transformados e `gourmet, em Vila Pouca de Aguiar.

O administrado da empresa Agroaguiar, Rodrigo Reis, pediu “sensibilidade” ao Governo para pequenos investimentos que, nesta região, “significam muito”.

A fábrica, que exporta 75% da sua produção, está a construir uma nova base logística para armazenar os produtos congelados, num investimento de 1, 5 milhões de euros.

Assunção Cristas garantiu que o próximo programa do Governo terá medidas “concretas” para a agricultura tradicional e das espécies para revitalizar o setor.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …

Booking abandona a criptomoeda do Facebook

  Booking junta-se ao Mastercard, eBay, Visa, PayPal, Stripe e Mercado Pago e desiste do projeto da Associação Libra, promovida por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, para a desenvolver a infraestrutura financeira que está na base …