/

Julian Assange enfrenta nova acusação nos Estados Unidos

Facundo Arrizabalaga / EPA

Julian Assange, fundador do WikiLeaks

Esta quarta-feira, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou que um grande júri federal apresentou uma nova acusação contra o fundador do Wikileaks, Julian Assange.

A nova acusação não inclui novos elementos, mas alarga a conduta desrespeitosa de Julian Assange, que o Governo norte-americano acredita que tenha infringido a lei. Segundo a AP, o organismo anunciou na quarta-feira esta nova acusação contra o fundador do portal Wikileaks, que foi detido no Reino Unido no ano passado, país onde se encontra preso.

A justiça norte-americana procura a extradição de Julian Assange para que este enfrente a acusação de 18 presumíveis delitos de espionagem.

Assange, de 47 anos, é acusado de ter divulgado centenas de milhares de comunicações e ficheiros sobre as guerras no Afeganistão e no Iraque, incluindo nomes de fontes secretas. Está ainda indiciado pelos crimes de conspiração e de apoio à ex-analista militar Chelsea Manning, que lhe providenciou a informação classificada.

Estas acusações juntam-se a uma anterior, por alegada tentativa de acesso ilegítimo a uma rede de computadores do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Julian Assange encontra-se atualmente detido na prisão de Belmarsh, em Londres, e contesta as acusações norte-americanas.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE