Porque é que as zebras têm riscas? O mistério pode ter sido finalmente resolvido

Um novo estudo sugere que as riscas das zebras servem para controlar a temperatura corporal e revela pela primeira vez o mecanismo usado para o fazer.

Os autores argumentam que é a maneira especial pela qual as zebras suam e as correntes de convecção em pequena escala criadas entre as faixas que auxiliam na evaporação, enquanto a capacidade das zebras, anteriormente não registadas, de erguer as suas listras pretas é uma ajuda adicional para a perda de calor.

Estes três elementos são fundamentais para entender como o padrão único das zebras os ajuda a controlar a sua temperatura no calor. As descobertas foram publicadas no Journal of Natural History pelo naturalista amador e ex-técnico de biologia, Alison Cobb e o seu marido zoólogo, Stephen Cobb. Juntos, passaram muitos anos na África subsariana, onde dirigiram projetos de pesquisa e desenvolvimento ambiental.

Este é o primeiro estudo em que as zebras foram avaliadas no habitat natural para investigar o papel das riscas no controlo da temperatura. Os cientistas recolheram dados de duas zebras vivas, juntamente com pele de zebra pendurada sobre um cavalo de roupa como controlo, no Quénia.

Os dados revelaram uma diferença de temperatura entre as faixas preta e branca que aumenta à medida que o dia aquece. Enquanto esta diferença estabiliza nas zebras vivas durante as sete horas do meio do dia, com as faixas pretas 12 a 15ºC mais quentes que as brancas, as riscas de uma pele de zebra sem vida continuam a aquecer até aos 16ºC.

Segundo um comunicado, isso indica que existe um mecanismo subjacente para suprimir o aquecimento em zebras. É a maneira como as riscas de zebra são aproveitadas como parte do seu sistema de arrefecimento, em vez de apenas a sua cor de revestimento contrastante, que é a chave para entender por que estes animais têm um padrão único.

Como todas as espécies da família dos cavalos, as zebras suam para se refrescar. Uma investigação recente revela que a passagem do suor em cavalos da pele para as pontas dos cabelos é facilitada por uma proteína chamada latherina, que também está presente nas zebras. Isso torna o suor espumoso, aumentando a área de superfície e diminuindo a tensão superficial, evapora e previne o super-aquecimento do animal.

Os cientistas propõem que as temperaturas diferenciais e a atividade do ar nas riscas pretas e brancas criam movimentos convectivos em pequena escala dentro e acima das listras, o que desestabiliza o ar e o vapor de água nas pontas dos pêlos.

Os autores também observaram que as zebras têm uma capacidade inesperada de erguer os pêlos nas faixas pretas enquanto as brancas permanecem planas. Os autores propõem que a subida de pêlos negros durante o calor do dia, quando as riscas estão em diferentes temperaturas, auxilia na transferência de calor da pele para a superfície do pêlo.

Esses três componentes – movimentos convectivos do ar, suor auxiliado por espuma e levantamento de pêlos – funcionam juntos como um mecanismo para permitir que as zebras retirem o suor da pele para que possa evaporar com mais eficiência, para ajudá-las a arrefecer.

Os autores também especulam que o ar instável associado às faixas pode ter um papel secundário em impedir que as moscas picadoras pousem sobre elas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

EUA apresentam plano de paz para o Médio Oriente já condenado pela Palestina

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, apresenta esta terça-feira o seu plano de paz para o Médio Oriente, após reuniões com líderes israelitas, que poderá estar condenado ao fracasso, perante a rejeição dos …

Vacina chinesa para o coronavírus pode começar a ser testada em menos de 40 dias

A equipa chinesa que trabalha no desenvolvimento de uma vacina para combater o coronavírus de Wuhan disse que espera poder começar os testes em menos de 40 dias, informou a agência estatal Xinhua. Pelo menos 106 …

Netanyahu anuncia retirada da sua imunidade parlamentar

Benjamin Netanyahu retirou o pedido de imunidade ao Parlamento israelita contras as três acusações de que foi alvo em novembro, que envolvem casos de corrupção, fraude e abuso de confiança. O primeiro-ministro de Israel disse, em …

Vitória já tem proposta por Tapsoba (e pode fazer encaixe histórico)

O Vitória de Guimarães recebeu uma proposta por Edmond Tapsoba que pode levar os vimaranenses a abrir mão do jogador. Sabe-se que a proposta recebida ronda os 20 milhões de euros. A notícia avançada esta terça-feira …

Livre exige que património das ex-colónias em museus portugueses seja devolvido

O Livre quer que todo o património das ex-colónias, presente em território português, possa ser restituído pelos países de origem de forma a “descolonizar” museus e monumentos estatais. O partido da papoila quer que o património …

Pedro Sánchez usou helicóptero que procurava homem desaparecido

O primeiro-ministro espanhol requisitou, na passada quinta-feira, um helicóptero que estava a ser utilizado nas operações de busca de um homem de 34 anos que estava desaparecido em Maiorca. De acordo com o jornal espanhol ABC, tratava-se …

Isabel dos Santos contrata advogados de Ronaldo, Meghan e J. K. Rowling

Isabel dos Santos decidiu esta segunda-feira processar o consórcio de jornalistas. Para tal, contratou a mesma firma de advogados que conta com clientes como Cristiano Ronaldo, Harry e Meghan Markle e J. K. Rowling. Depois de …

ERC dá parecer favorável à nova direção de informação da RTP

A Entidade Reguladora para a Comunicação (ERC) deu, esta segunda-feira, "parecer favorável à nova direção de informação da RTP", 20 dias depois de a equipa liderada por António José Teixeira ter sido indigitada. O Conselho Regulador …

OE2020. BE quer fim do regime "aberrante" dos vistos gold

O BE destacou, entre as cerca de 200 propostas de alteração que apresentou ao Orçamento do Estado, o fim do regime dos ‘vistos gold’ e a obrigação de qualquer injeção de capital no Novo Banco …

Após 20 anos de silêncio, sinos e carrilhões de Mafra voltam a tocar

Os sinos e os carrilhões do Palácio de Mafra vão tocar a partir de 1 de fevereiro, após obras de restauro, depois de os primeiros sinais de deterioração surgirem a 11 de setembro de 2001, …