A Ciência confirma: as mulheres melhoram com a idade

As mulheres que já viveram a chamada “crise da meia-idade” têm uma melhor saúde emocional do que as mulheres mais jovens, o que se deve ao medo do envelhecimento destas últimas e a um truque das mais velhas.

Uma investigação levada a cabo na Universidade do Estado da Flórida (FSU), nos EUA, apurou que as preocupações das mulheres mais jovens com as rugas e com a velhice fazem com que a sua saúde emocional seja pior do que a das mulheres que já passaram a chamada “crise de meia idade”.

A ansiedade das jovens quanto ao declínio do corpo e da capacidade de atracção “degradam o seu bem-estar emocional”, constata-se neste estudo divulgado no site da FSU.

No caso das mulheres mais velhas, “a crescente manutenção de identidades jovens, à medida que envelhecem, promove o seu bem-estar”, considera-se na pesquisa que vai ser publicada na edição de Dezembro do Journal of Women and Aging.

A investigação analisou várias componentes da experiência subjectiva do envelhecimento medindo o contributo de cada uma para o bem-estar emocional conforme as diferenças de idade.

As variáveis em análise foram “identidade etária, concepções de tempo da meia-idade, atitudes de envelhecimento, ansiedades de envelhecimento e auto-reconhecimento das mudanças fisiológicas”.

As conclusões apontam que a identidade etária e as ansiedades do envelhecimento desempenham o papel principal para o inferior bem-estar emocional das mulheres mais jovens, em comparação com as mais velhas.

O truque das mulheres mais velhas

As mulheres mais velhas, por outro lado, apresentam níveis emocionais melhorados porque criam uma estratégia que as ajuda a manterem “percepções jovens de si próprias”, conforme se atesta no estudo.

“Estas perspectivas tornam-se mais discrepantes à medida que envelhecem”, afiançam ainda os investigadores, realçando que “se se perguntar a uma mulher de 45 anos quantos anos ela sente ter, ela pode responder 40, e se se fizer a uma de 75 anos a mesma pergunta, ela pode dizer 65“.

A investigadora que liderou o estudo, Anne Barrett, professora de sociologia da FSU, repara que “a marginalização das mulheres mais velhas na nossa sociedade pode ter consequências para as mulheres durante toda a vida adulta” e “pode corroer o seu bem-estar emocional muito antes de atingirem a velhice”.

A professora destaca, assim, “a necessidade de visibilidade e de representações positivas das mulheres mais velhas em todos os domínios da vida – nos média, na política e em outras arenas”.

O estudo focou-se em mulheres com idades entre os 25 e os 74 anos, com base em dados de um inquérito nacional feito nos EUA, realizando-se dois inquéritos, um entre 1995-1996 e outro entre 2004-2006.

Barrett também explica que a investigação centrou-se nas mulheres porque “o seu declínio no estatuto, à medida que envelhecem, é mais íngreme do que nos homens”.

“Elas enfrentam maior discriminação por idade no local de trabalho e sentem mais pressão para mascarar os sinais de envelhecimento”, conclui a investigadora.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …

Vírus está fora de controlo no Reino Unido, admitem peritos britânicos

Os especialistas britânicos de saúde pública admitem que o país está a ir na direção errada, à medida que o número de internamentos escala. Esta quarta-feira, os especialistas de saúde pública do Reino Unido admitiram que …

Soares reforça equipa que não venceu qualquer jogo na liga

Avançado brasileiro deixa o campeão português para representar uma equipa que ficou no último lugar do campeonato chinês deste ano. A mudança já era esperada e agora foi confirmada: Soares já não faz parte do plantel …

PJ investiga segunda morte no SEF do aeroporto de Lisboa. Espancamento de Ihor durou 20 minutos

A Polícia Judiciária está a investigar uma eventual segunda morte no Centro de Instalação Temporária além da de Ilhor Homenyuk, o ucraniano que morreu em março após agressões de três inspetores do Serviço de Estrangeiros …

Brexit. Bruxelas abre processo de infração contra Reino Unido por lei polémica

A Comissão Europeia decidiu esta quinta-feira instaurar um procedimento de infração contra o Reino Unido por causa de uma proposta de lei controversa que anula parcialmente o Acordo de Saída do Reino Unido da União …