As luzes do tributo ao 11 de setembro estão a matar milhares de pássaros

Todos os anos, no mês de setembro, dois poderosos feixes de luz iluminam o céu de Manhattan, em Nova Iorque, em tributo às Torres Gémeas do World Trade Center e àqueles que morreram no atentado do 11 de setembro de 2001.

Os que visitam o local enquanto o tributo está iluminado estão familiarizados com a abundância de pássaros que voam em redor dos raios de luz. As aves são naturalmente atraídas, assim como morcegos e insetos.

Infelizmente para os pássaros, o aniversário dos ataques do 11 de setembro coincidem com muitos dos seus trajetos migratórios pela cidade de Nova Iorque. Um estudo de 2017, publicado na revista especializada PNAS, concluiu que em sete noites de aniversário entre 2008 e 2016, as migrações de até 1,1 milhões de aves foram afetadas.

Verificou-se, segundo o All That’s Interesting, que o efeito desorientador na navegação dos pássaros foi a causa para as suas lesões e exaustão. Muitos até voaram, atravessando o feixe de luz, impactando diretamente em edifícios envidraçados nos arredores do tributo.

Todas as noites em que as luzes estão ligadas, uma equipa de cientistas e profissionais usam radares, binóculos e a simples observação para contar quantos pássaros ficam presos na luz. Os morcegos, falcões noturnos e falcões peregrinos também aparecem.

Quando o número de aves chega aos mil, as luzes são apagadas durante 20 minutos para suficiente tempo e escuridão aos pássaros para continuarem as suas migrações naturais. “O meu trabalho é desligar as luzes e eu preferia que não houve luzes de todo, porque a luz artificial interfere com as capacidades de navegação naturais dos pássaros”, disse Susan Elbin, ornitóloga e diretora de conservação e ciência no New York City Audubon.

Segundo a NYC Audubon, até 230 mil aves colidem com os edifícios nova-iorquinos todos os anos. No início desta semana, o Conselho da Cidade de Nova Iorque reuniu-se para discutir um projeto de lei que exigiria que edifícios novos ou reformados usassem vidro amigo dos pássaros. Chicago está a considerar uma lei semelhante.

O trabalho da comunidade científica no memorial do 11 de setembro chega num momento de consciencialização sofre os efeitos das estruturas feitas pelo Homem e a poluição luminosa na ecologia mundial.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Tambem os geradores eólicos de electricidade em Portugal, e sou obrigado a paga-los compulsivamente na factura da electricidade.
    Um artigo da ZAP sobre isso?

  2. Quanto aos mortos pelo atentado ninguém fala,mas por causa de passarinhos aí vira uma revolução.
    Por favor , parem de pensa em animais e esquecendo das vidas humanas

    • Ninguém fala é das vítimas dos bombardeamentos (e demais atrocidades) dos americanos e seus aliados europeus, isso sim! Do 11 de Setembro até fizeram filmes cheios de bombeiros heróis a fazerem chorar as pedras da calçada.

    • Parem de pensar nos animais? Eles estão vivos, as vitimas do wtc já se foram e não há nada a fazer, bin laden está morto e outro terrorista envolvido está preso, e vc quer que morram milhares de animais todos os anos por causa dessa palhaçada de feixe de luz que não agrega em nada? Vc é retardado por acaso?

  3. Nós não devemos parar de pensar nos animais, devemos sim, começar a pensar também neles como seres que coabitam o planeta connosco, devem ser respeitados e bem tratados, assim como nós gostamos de o ser

    • Da próxima vez que comeres um bife ou um peixe pensa nisso. E quando andares procura não pisar as formiguinhas. Elas também têm direito à vida.

    • A Telma tem razão. Sendo os humanos a espécie dominante no planeta, terá que ser também responsável, quer pelo próprio planeta, quer pelas espécies que aqui vivem. Se não cuidarmos da natureza condenamo-nos a nós mesmos.

  4. O 11/09 continua fazendo suas vítimas, tudo pelo prazer de ver luzes. Oque isso vai mudar para as vítimas do atentado? Temos que pensar no bem de todas as espécies.

  5. Esperar morrer mil aves para só então desligar as luzes…
    Mais é muita covardias.
    E, Del como ninguém fala sobre as vítimas do atentado cara você está maluco se até filme tem. Vamos nos informar pra não falar besteiras por ai já está feito em…

  6. Quando foi obrigatório circular no antigo IP5, agora A 25, fui contra as mesmas, pela quantidade de insetos que morriam. Agora, os inteligentes da segurança rodoviária criam as luzes diurnas. Deve ser para as maiores bestas se verem umas as outras. É assim a nossa defesa da vida e do planeta. O 11/9 foi uma pequena catástrofe, que até parecia que estavam a espera. Desliguem essa merda.

  7. É só no Brasil mesmo pra ter esse mimimi todo, se ninguém prestou atenção na matéria, ela trata_se do impacto negativo na vida e trajetória dos pássaros. Agora em relação as vítimas, já foi falado e as luzes são acesas em homenagem a todos que infelizmente tiveram suas vidas ceifadas nessa terrível tragédia de 11/09/2001. Essas pessoas merecem ser lembradas e homenageadas com certeza, mas os animais também merecem seu direito de viver, de irem e vir de suas migrações e procura de alimentos que são necessários para sua sobrevivência. Desde já, deixo claro que não sou ativista ou qualquer coisa do tipo, sou apenas compreensível e justo com tudo e todos, independente de que espécie seja.

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …