As estranhas “riscas de tigre” de Encélado foram finalmente explicadas

sjrankin / Flickr

Encelado, uma das luas de Saturno, captada pela sonda Cassini, da NASA

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para as estranhas “riscas de tigre” que marcam superfície do satélite natural.

As “riscas de tigre” referem-se, na verdade, às quatro longas fissuras observadas no pólo sul de Encélado. De acordo com os cientistas, que publicaram os resultados da investigação na revista científica especializada Nature Astronomy, estas marcas são ímpares.

“Observada pela primeira vez durante a missão Cassini, estas faixas não têm comparação com nada no nosso Sistema Solar”, começou por explicar o autor principal do estudo Doug Hemingway, citado em comunicado pelo portal Space.com.

De acordo com o especialista, estas fissuras são paralelas e bem espaçadas entre si, atingindo cerca de 130 quilómetros de comprimento e 35 quilómetros de distância.

“O que torna [estas fissuras] especialmente interessantes é que estão continuamente em erupção com gelo de água, mesmo enquanto falamos. Nenhum outro planeta gelado ou lua tem algo semelhante a isto”, apontou.

As novas informações

Na nova investigação, Hemingway e a sua equipa recorreram a modelos computorizados para descobrir quais as forças que causam estas fissuras em Encélado e como é que as mantêm no mesmo lugar do satélite natural.

Na prática, os cientistas quiseram saber por que motivo estas “listras de tigre” se formaram apenas no pólo sul e por que motivo são tão uniformes no seu espaçamento.

A equipa concluiu que as fissuras poderiam ter-se formado em qualquer extremidade da lua gelada: as marcas estão no pólo sul simplesmente porque foi lá que começaram a formar-se, isto é, foi o local onde se abriram primeiro.

Um fator determinante no processo de formação destas fissuras está relacionado com a órbita altamente excêntrica de Encélado, que afasta a Lua de Saturno e depois a “devolve” ao planeta. As marés produzidas por este processo criam calor, deformando a Lua, para que Encélado possa manter água líquida sob a sua crosta gelada.

Estas deformações são mais drásticas nos pólos, onde o gelo é mais fino.

Em algum momento da história da lua, durante um período de arrefecimento, a água congelou sob as suas camadas. E tendo em conta que a água se expande quando congela, este fenómeno faz com que exista uma enorme pressão sobre a crosta – foi assim que a primeira fissura se criou a sul de Encélado.

A equipa descobriu ainda que as faixas em causa são paralelas porque, depois de a primeira fissura – batizada de Bagdade – abrir, esta continuou aberta. Como continuou aberta, não congelou, permitindo que a água do oceano continuasse a ser expelida pela fenda, o que fez com que mais três fissuras se criassem.

“O nosso modelo explica o espaçamento regular entre as fissuras”, rematou Rudolph.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Primo de Sócrates garante que o dinheiro que tinha nas contas era seu

José Paulo Pinto de Sousa, primo de José Sócrates e arguido na Operação Marquês, afirmou ao juiz que era dono do dinheiro que o Ministério Público diz pertencer ao antigo primeiro-ministro, segundo fonte ligada ao …

Telemóvel de Jeff Bezos terá sido hackeado por príncipe herdeiro saudita

O telemóvel do dono da Amazon Jeff Bezos terá sido hackeado pelo príncipe da coroa saudita Mohammed bin Salman em maio de 2018, revela uma investigação do The Guardian. O multimilionário norte-americano Jeff Bezos, CEO da …

"Muu". O mugido de uma vaca pode revelar como se sente

https://vimeo.com/386240607 Ao ouvido humano, os mugidos parecem indistintos. No entanto, um estudo recente revelou que cada vaca tem a sua própria voz - e esta persiste em inúmeras situações. De acordo com um estudo recente, levado a …

Aeroporto do Montijo avança com luz verde da Agência Portuguesa do Ambiente

O projeto do novo aeroporto no Montijo, na margem sul do Tejo, recebeu esta terça-feira uma decisão favorável condicionada em sede de Declaração de Impacte Ambiental (DIA), anunciou a Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Em comunicado, …

Vírus da China faz nona vítima mortal. Já há casos em Macau e nos Estados Unidos

O número de mortes causadas por um novo tipo de pneumonia na China subiu esta quarta-feira para nove, com a morte de mais três pacientes, enquanto o número total de infetados é já superior a …

A cura para todos os tipos de cancro pode estar no nosso sistema imunitário

Em laboratório, uma equipa de cientistas da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, conseguiu usar células do nosso próprio corpo para matar células cancerígenas. O nosso sistema imunitário é a defesa natural do nosso organismo contra …

Foi um asteróide (e nada mais do que um asteróide) que dizimou os dinossauros

Uma equipa internacional de cientistas acaba de reafirmar que foi um asteróide - e nada mais do que este corpo rochoso - que dizimou os dinossauros da face da Terra há cerca de 66 milhões …

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …