Arqueólogos acreditam ter encontrado “Endeavour”, o navio de James Cook

Archives New Zealand / Flickr

HMS Endeavour, navio da célebre viagem de James Cook

Arqueólogos marinhos estão cada vez mais perto de encontrar o HMS Endeavour, o navio do explorador britânico James Cook.

Uma equipa internacional de arqueólogos marinhos acredita ter descoberto o local onde se encontra o HMS Endeavour, o navio do século XVIII do explorador britânico James Cook e que ficou famoso pela circunavegação de três anos no Pacífico Sul.

Na célebre viagem a bordo do navio, entre 1768 e 1771, Cook contribuiu significativamente para o aprofundamento dos conhecimentos cartográficos do sudoeste do oceano Pacífico e tomou posse da Austrália em nome da coroa de Inglaterra.

Depois desta missão, o navio foi vendido a um novo dono que o rebatizou Lord Sandwich e que tentou trazer soldados para a América durante a revolução do país. Nos dias que antecederam a Batalha de Rhode Island, em 1778, o navio terá sido intencionalmente afundado juntamente com outros navios de guerra. Desde então, a sua localização exata permanece um mistério.

Durante mais de dez anos, a Rhode Island Marine Archaeology Project (RIMAP) tem estado a liderar o projeto para localizar o navio. Em 2016, foram encontrados documentos históricos em Londres que confirmavam que os navios tinham mesmo afundado e a RIMAP identificou nove locais nos quais se encontravam os restos de 13 navios.

Dois anos depois, um grupo de arqueólogos australianos e norte-americanos pensou ter localizado a área em que o Endeavour terá afundado. “A equipa delimitou a possível área de naufrágio do Endeavour a um só lugar, o que é muito promissor”, disse na altura o diretor do Australian National Maritime Museum.

Agora, avança o IFLScience, uma nova escavação num dos navios afundados levou os arqueólogos marinhos a acreditar que podem ter mesmo encontrado o navio.

De acordo com o RIMAP, os mergulhadores cavaram duas trincheiras para expor o casco e a quilha, ambos com estrutura e dimensões semelhantes às do navio de James Cook. As imagens tridimensionais mostram madeiras expostas que correspondem à forma como a icónica embarcação foi construída.

Anteriormente, os especialistas acreditavam que tinham sido feito buracos no fundo para permitir que os navios afundassem, mas ainda não tinha sido encontrada nenhuma evidência histórica que comprovasse essa prática.

Agora, os mergulhadores encontraram um buraco no fundo do navio perto da quilha que poderia ter sido intencionalmente perfurado para afundar o navio e mantê-lo fora das mãos do inimigo.

Os especialistas também escavaram uma série de artefactos, incluindo peças de couro, têxteis, vidro, cerâmica, fragmentos de madeira, além de amostras de carvão e de carvão vegetal que serão preservadas.

Embora não possam dizer com 100% certeza de que este navio é o HMS Endeavour, os investigadores querem continuar a analisar o navio, assim como os dados recolhidos recentemente, para finalmente confirmar o seu lugar na história.

Em abril de 2020, assinalam-se os 250 anos da chegada de James Cook e da mítica embarcação à Austrália. Apesar de ser britânico, os destroços que venham a ser encontrados são importantes para outros países (EUA, Nova Zelândia e Austrália), podendo levar a uma disputa a propósito do local onde os destroços deverão ser depositados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ausência de máscara na via pública dá multa a pelo menos 7 pessoas por dia

Entre 28 de outubro e 16 de novembro, a GNR e a PSP aplicaram 825 coimas por incumprimento relativo ao uso de máscara, sendo que mais de 130 foram por falta dela na via pública. De …

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …

Ordem dos Médicos quer alargar proibição de circulação aos dias entre os feriados

O Gabinete de Crise para a covid-19 da Ordem dos Médicos está a pedir ao Governo que pondere a possibilidade de manter a proibição de circulação entre concelho nos 12 dias das duas pontes - …

Deputada não inscrita Cristina Rodrigues consegue acordo do Governo para várias propostas

No segundo dia de votações do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na especialidade, a deputada não inscrita Cristina Rodrigues chegou a acordo com o Executivo para propostas como programas de saída e apoio a …