A solução para o aquecimento global pode ser um para-sol gigante

WIS Photography / Flickr

Um para-sol feito de balões ou jatos podia ser uma espécie de escudo contra os efeitos do aquecimento global. Mas que consequências trará esta técnica? “É claro que a geoengenharia solar pode ser perigosa, mas precisamos de saber se será mais ou menos perigoso do que a subida de 1,5ºC”, refere um cientista.

As ações humanas podem ter consequências no ambiente e criar um efeito de arrefecimento. Esta consciência levou um grupo de cientistas da Universidade de Harvard a propor uma experiência a que chamaram de “efeito de perturbação estratosférica controlada” ou SCoPEx.

A experiência consiste em usar uma balão de teste que libertaria aerossóis a uma altura de cerca de 20 quilómetros na atmosfera terrestre, com o objetivo de alterar as propriedades reflexivas das nuvens, explica o Diário de Notícias.

No entanto, é esta manipulação atmosférica, ou seja, a geoengenharia solar, que torna este processo controverso. E, embora o interesse neste campo da ciência seja cada vez maior, os efeitos e consequências são muito pouco conhecidos.

Ainda assim, refere o The Guardian, os países em desenvolvimento reclamam para si o direito de terem uma palavra mais forte na hora de decidir o que fazem em relação ao aquecimento global, visto que são os mais lesados pelo aumento das temperaturas.

Desta forma, um grupo de investigadores do Bangladesh, Brasil, China, Etiópia, Índia, Jamaica e Tailândia juntaram-se para defender, num artigo publicado este mês na Nature, que deviam ser os países em desenvolvimento a chefiar as investigações nesta área.

O efeito de arrefecimento da atmosfera é conhecido como “trilhos de condensação de navios”, isto é, os rastos de poluição criados pelos navios em alto mar contêm mais gotas de água do que as nuvens naturais, fazendo das nuvens mais brilhantes e mais reflexivas à luz do sol.

“A geoengenharia solar – injetar partículas de aerossóis na estratosfera para afastar parte da luz do sol que entra na atmosfera – tem vindo a ser analisada como uma forma rápida de arrefecer o planeta”, escreveram os cientistas na Nature.

Mas há um senão e tem a ver com o impacto que esta técnica pode ter. O diretor do centro de estudos avançados do Bangladesh, Atiq Rahman, disse à Reuters que esta técnica tem efeitos desconhecidos e que estes podem ser perigosos.

“É claro que a geoengenharia solar pode ser perigosa, mas precisamos de saber se para países como o Bangladesh, será mais perigoso ou menos do que a subida de 1,5ºC previstos do aquecimento global”, cita o DN.

“Isto é muito importante para as populações dos países em desenvolvimento e as nossas vozes precisam de ser ouvidas“, conclui Rahman.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mais de 40 pessoas, quase todas crianças, no hospital de Beja com vómitos

Um total de 35 crianças e seis adultos oriundos de diversas escolas do concelho de Beja deram esta terça-feira entrada no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana. A notícia foi avançada por fonte hospitalar, que …

Novo Banco. "Não era um banco bom, foi preciso fazer dele um bom banco", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou esta terça-feira que o Novo Banco “não era um banco bom” e “foi preciso fazer dele um bom banco”, recordando o “legado do BES” que marca …

Ensino superior com vagas especiais para lusodescendentes

O Governo alargou o contingente especial de acesso ao ensino superior dirigido a emigrantes e seus familiares permitindo que, no próximo ano letivo, se possam candidatar todos os lusodescendentes, de nacionalidade portuguesa e residentes no …

Países admitem criação de lotaria europeia do património

A ministra portuguesa da Cultura, Graça Fonseca, disse esta terça-feira que os Estados-membros da União Europeia (UE) admitem a criação de uma lotaria europeia do património, como a que arranca hoje em Portugal, para angariar …

Costa pede fim dos ataques de Israel a enclaves palestinianos

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje o fim dos ataques de Israel aos enclaves palestinianos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, para que se possa regressar a um caminho em que “a paz seja …

Taxa de vacinação completa no distrito de Bragança superior à média nacional

A taxa de vacinação completa contra a covid-19 no distrito de Bragança é superior à média nacional, com 19,3% da população com duas doses, enquanto no país o valor é de 13,5%, segundo dados oficiais. A …

Praias. Regras mais apertadas e multas já a partir de amanhã

A partir desta quarta-feira, entra em vigor o decreto de lei que regula o acesso, a ocupação e a utilização das praias no contexto da pandemia. Quem não cumprir as regras está sujeito a coimas …

Guimarães deixa de pagar a taxa do lixo na fatura da água

Guimarães vai alargar o sistema de recolha de lixo "Pay-as-you-throw", em que o utilizador só paga o lixo que produz. O sistema de recolha de lixo em que o utilizador só paga o que produz vai …

Fundo de Resolução informará Governo nos próximos dias sobre valor da injeção

O presidente do Fundo de Resolução antecipou esta terça-feira que "nos próximos dias" conta informar o Governo sobre o valor que a instituição considera que o Novo Banco deve receber em relação a 2020. Luís Máximo …

Portugal "lutará até ao último minuto" pelo pacto migratório, diz Santos Silva

A presidência portuguesa do Conselho "lutará até ao último minuto do seu mandato" por um acordo sobre o Pacto para as Migrações e Asilo proposto pela Comissão Europeia, garantiu esta terça-feira no Parlamento Europeu o …