A solução para o aquecimento global pode ser um para-sol gigante

WIS Photography / Flickr

Um para-sol feito de balões ou jatos podia ser uma espécie de escudo contra os efeitos do aquecimento global. Mas que consequências trará esta técnica? “É claro que a geoengenharia solar pode ser perigosa, mas precisamos de saber se será mais ou menos perigoso do que a subida de 1,5ºC”, refere um cientista.

As ações humanas podem ter consequências no ambiente e criar um efeito de arrefecimento. Esta consciência levou um grupo de cientistas da Universidade de Harvard a propor uma experiência a que chamaram de “efeito de perturbação estratosférica controlada” ou SCoPEx.

A experiência consiste em usar uma balão de teste que libertaria aerossóis a uma altura de cerca de 20 quilómetros na atmosfera terrestre, com o objetivo de alterar as propriedades reflexivas das nuvens, explica o Diário de Notícias.

No entanto, é esta manipulação atmosférica, ou seja, a geoengenharia solar, que torna este processo controverso. E, embora o interesse neste campo da ciência seja cada vez maior, os efeitos e consequências são muito pouco conhecidos.

Ainda assim, refere o The Guardian, os países em desenvolvimento reclamam para si o direito de terem uma palavra mais forte na hora de decidir o que fazem em relação ao aquecimento global, visto que são os mais lesados pelo aumento das temperaturas.

Desta forma, um grupo de investigadores do Bangladesh, Brasil, China, Etiópia, Índia, Jamaica e Tailândia juntaram-se para defender, num artigo publicado este mês na Nature, que deviam ser os países em desenvolvimento a chefiar as investigações nesta área.

O efeito de arrefecimento da atmosfera é conhecido como “trilhos de condensação de navios”, isto é, os rastos de poluição criados pelos navios em alto mar contêm mais gotas de água do que as nuvens naturais, fazendo das nuvens mais brilhantes e mais reflexivas à luz do sol.

“A geoengenharia solar – injetar partículas de aerossóis na estratosfera para afastar parte da luz do sol que entra na atmosfera – tem vindo a ser analisada como uma forma rápida de arrefecer o planeta”, escreveram os cientistas na Nature.

Mas há um senão e tem a ver com o impacto que esta técnica pode ter. O diretor do centro de estudos avançados do Bangladesh, Atiq Rahman, disse à Reuters que esta técnica tem efeitos desconhecidos e que estes podem ser perigosos.

“É claro que a geoengenharia solar pode ser perigosa, mas precisamos de saber se para países como o Bangladesh, será mais perigoso ou menos do que a subida de 1,5ºC previstos do aquecimento global”, cita o DN.

“Isto é muito importante para as populações dos países em desenvolvimento e as nossas vozes precisam de ser ouvidas“, conclui Rahman.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

China. Cientistas testam vacina contra a SIDA em seres humanos

Um grupo de cientistas chineses vai testar uma vacina "duradoura" contra o vírus da sida, em 160 voluntários, na primeira vez que uma vacina deste género atinge a segunda fase de testes, segundo a imprensa …

Empresa de Sérgio Ramos multada em 250 mil euros por cortar dezenas de árvores ilegalmente

A cidade de Alcobendas, em Espanha, decidiu em sessão plenária extraordinária multar a empresa Aguileña de Inversiones SA, veiculada ao futebolista Sérgio Ramos, em 250.000 euros devido ao abate ilegal de dezenas de árvores. Segundo escreve a …

Postal enviado de Hong Kong em 1993 chegou aos Estados Unidos esta semana

Uma norte-americano recebeu, esta semana, um postal oriundo de Hong Kong e datado de 1993 em perfeitas condições de preservação. Agora, falta encontrar os verdadeiros destinatários. Tal como conta a emissora norte-americana CNN, a mulher, Kim …

Além de programas e subscritores, Netflix está a perder (sobretudo) confiança

A Netflix apresentou, neste segundo semestre do ano, um crescimento global aquém das expectativas e, pela primeira vez, assistiu a uma perda de subscritores naquele que é o seu principal mercado. Estes resultados não agradaram …

Criança descobre fóssil de crocodilo gigante pré-histórico que habitou Amazónia

O rapaz de onze anos estava a pescar com o pai, nas margens brasileiras do rio Acre, quando descobriu a mandíbula de um crocodilo gigante pré-histórico que habitou a Amazónia há oito milhões de anos. Uma …

Protestos, detidos e estado de emergência. Um super-telescópio está a agitar o Havai

Centenas de manifestantes estão reunidos, na base da montanha Mauna Kea, no Havai, para contestar a construção no seu pico de um super-telescópio, avaliado em mil milhões de dólares. Segundo o Washington Post, os anciãos havaianos, conhecidos …

A Brienne de A Guerra dos Tronos propôs-se a um Emmy. E conseguiu a nomeação

A atriz Gwendoline Christie, que interpreta a cavaleira Brienne of Tarth em A Guerra dos Tronos, propôs-se a um Emmy depois de a produtora HBO não a ter indicado para os maiores prémios da televisão. Christie …

Espiões nos recreios das escolas para ver se as crianças falavam Catalão

O Governo regional da Catalunha autorizou que elementos de uma organização não governamental se introduzissem nos recreios das escolas para aferirem se as crianças e os professores falavam Catalão ou Espanhol. A iniciativa foi levada a …

Bill Gates já não é o segundo homem mais rico do mundo

O fundador da Microsoft, Bill Gates, já não é o segundo homem mais rico do mundo. Segundo o ranking elaborado pela Bloomberg, o empresário foi destronado pelo francês Bernard Arnaut, dono da empresa de artigos …

Passageira tenta abrir porta do avião em pleno voo e obriga piloto a aterrar de emergência

Uma passageira que se comportou de forma agressiva e descontrolada durante um voo que seguia de Londres para a Turquia obrigou o piloto a regressar ao aeroporto de Stansted, escoltado por dois jatos militares. O incidente …