App da Proteção Civil da Madeira acelera socorro às vítimas há um ano (e parece estar a resultar)

Paulo Cunha / Lusa

Um ano e nove mil downloads depois: o ProCiv Madeira, a aplicação para smartphones que tem reduzido o tempo de socorro, parece estar a ter resultados positivos.

José Dias, presidente do Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira (SRPCM), explica que esta aplicação “surgiu da necessidade de traduzir um socorro mais eficaz e eficiente”.

O ProCiv Madeira, a aplicação para smartphones que tem reduzido o tempo de socorre e ajudado os utilizadores a encurtar distâncias para os principais serviços de saúde e emergência, foi lançada em abril de 2017 e atualizada este mês de maio.

Pouco mais de um ano depois, o balanço é muito positivo. José Dias refere que situações de emergência, como operações de resgate em montanha, prolongavam-se por largas horas, mas agora, graças à aplicação, são muito mais rápidas.

Segundo o Público, entre as várias funcionalidades do ProCiv destaca-se a geolocalização. Sempre que a chamada para o 112 é realizada através da aplicação, a Proteção Civil consegue saber o local exato do pedido de socorre, uma informação especialmente útil numa região em que, anualmente, perto de uma centena de turistas se perdem ou sofrem acidentes na montanha.

Além disso, esta funcionalidade é também muito importante nos casos em que, por algum motivo, a vítima não consegue pormenorizar a sua localização, mesmo sendo uma vítima local.

Certo é que a aplicação, desenvolvida pela start-up madeirense Dobsware, tem impressionado as autoridades nacionais ligadas à proteção Civil e aumentado o interesse neste tipo de sistema de alertas automático que a app disponibiliza. David Olim, CEO da Dobsware, disse ao diário saber da existência “de alguns contactos entre a Proteção Civil nacional e o serviço regional, mas até agora não houve nada oficial“.

Em português, inglês, alemão e francês, a aplicação está disponível para os sistemas IOS (Apple) e Android (Google) e permite contactar diretamente os serviços de emergência a partir do menu inicial. Aí, é feita a triagem e o pedido de ajuda é classificado numa categoria mais específica: incêndio, ambulância, caminhadas ou geral.

Além disso, a aplicação pode fornecer dados adicionais ao 112, uma vez que permite a criação de um perfil de cada utilizador, com informações genéricas como a idade e os contactos pessoais, a detalhes mais específicos como o tipo sanguíneo ou doenças conhecidas.

“Se o perfil médico estiver preenchido, quando o utilizador contactar os serviços de emergência através da app, além de indicar a sua localização está a adiantar um conjunto de informações relevantes”, explica David Olim.

Com esta aplicação instalada, o utilizador passa também a receber os alertas emitidos pelo Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira e pelo Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) que sejam relevantes para a aérea geográfica onde se encontra.

Desta forma, passa a ter acesso a boletins informativos sobre a situação operacional nesse momento, indicações de estradas encerradas e percursos alternativos, contactos e direções para farmácias, postos florestais, centros de saúde ou hospitais, forças policiais e bombeiros, e até para o local onde está o desfibrador automático externo mais próximo.

David Olim refere que a Dobsware analisou aplicações semelhantes quando estava a trabalhar na ProCiv Madeira e uma delas foi a Prociv Azores, que começou a funcionar em março de 2016. A particularidade mais evidente desta aplicação é a atenção dadas aos sismos que, na Madeira, foi substituída pelos incêndios e acidentes em montanha.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …