Apocalipse zombie aniquilaria a raça humana em 100 dias

-

A propagação de uma infecção zombie por todo o mundo levaria à extinção dos seres humanos em cerca de 100 dias. A previsão é de um estudo feito por estudantes da Universidade de Leicester com base num modelo matemático.

Depois de terem deitado por terra os poderes de Batman e de terem desfeito os sapatos de cristal de Cinderela e os mitos do Pai Natal e do Super Homem em estudos anteriores, os estudantes do Departamento de Física e Astronomia da Universidade de Leicester, no Reino Unido, resolveram debruçar-se sobre os riscos de uma epidemia zombie.

Esta ideia pode soar, para alguns, a pura ficção televisiva, mas o Pentágono tem-na como um risco real e já está preparado para um apocalipse zombie.

Ora, segundo os estudantes, uma epidemia de mortos-vivos “limparia” a humanidade, quase por completo, em apenas 100 dias.

Num artigo científico publicado no jornal académico Physics Special Topics, estes candidatos a cientistas vaticinam que “100 dias depois de a infecção zombie se espalhar, menos de 300 pessoas permaneceriam vivas” em todo o mundo, conforme se refere no site da Universidade.

Esta ideia resulta da aplicação de um modelo matemático conhecido por SIR e que é usado em cenários de epidemia para simular a forma como as doenças se propagam.

Assim, concluíram que cada zombie teria “90% de sucesso para encontrar e infectar um humano por dia”, uma média que tornaria a epidemia tão contagiosa como a Peste Negra que assolou a Europa no Século XIV, fazendo milhares de vítimas.

Perante uma actual população mundial de 7.5 biliões de pessoas e não havendo qualquer barreira geográfica de isolamento da infecção, a população humana ficaria reduzida a 181 pessoas ao 100.º dia, havendo, em comparação, 190 milhões de zombies, realça-se no estudo.

Com algum tipo de isolamento geográfico que impedisse os zombies de saírem da região onde estavam, os humanos ficariam reduzidos a 273 em 100 dias.

Este modelo matemático, que não teve em conta a possibilidade de os humanos matarem os zombies, determina que a raça humana “poderia ser exterminada” em menos de um ano.

Mas adicionando essa hipótese à fórmula, concedendo a cada humano 10% de possibilidades de matar um zombie por dia, a esperança aumenta para os humanos, conforme evidenciam os autores num segundo trabalho científico.

Acrescentando a estes novos dados a variável da reprodução humana, o modelo conclui que, em 1000 dias, os zombies acabariam mortos ou assassinados e que 10 mil anos depois do início da epidemia, a população humana conseguiria recuperar.

Este exemplo, bem como outros dos estudos “fantasiosos” já feitos pelos estudantes da mesma Universidade, evidencia o interesse da instituição em levar o corpo de alunos a “mostrar o seu lado criativo e a aplicar alguma da física que conhecem ao estranho, ao maravilhoso ou ao quotidiano”, conforme aponta o professor Mervyn Roy, tutor do curso.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Impactos antigos revelam que Marte levou mais tempo a formar-se do que pensávamos

O Sistema Solar primitivo era um lugar caótico, com evidências indicando que Marte provavelmente foi atingido por planetesimais, pequenos protoplanetas com até 1900 km em diâmetro, no início da sua história. Cientistas do SwRI (Southwest Research …

Para ouvir a nova música dos Pearl Jam tem de apontar o telemóvel para a Lua

A banda de rock norte-americana Pearl Jam está empenhada em usar as tecnologias ao serviço da criatividade e da promoção do novo disco, que vai ser lançado no dia 27 de março. Uma semana antes do …

Roedor gigante pré-histórico tinha um cérebro de apenas 113 gramas

O crânio de um roedor que viveu há dez milhões de anos, na América do Sul, indica que, apesar de este animal ter sido grande e pesado, o seu cérebro era totalmente o oposto. De acordo …

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …