Apesar das dúvidas do FMI, Portugal vai cumprir meta do défice

eppofficial / Flickr

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, reiterou esta sexta-feira que Portugal vai cumprir o objetivo do défice para 2015 e que o Governo tem sido “prudente nas previsões”, apesar das dúvidas do FMI conhecidas na sexta-feira.

Recordando que o défice das administrações públicas em 2014 desceu mais do que o antecipado pelo Governo, em cerca de 650 milhões de euros, Pedro Passos Coelho considerou que o país parte já “com algum avanço” para cumprir a meta de défice este ano.

“Para quem tinha alguma dúvida sobre a nossa capacidade para ficar, em 2015, dentro do objetivo que foi anunciado, ou seja, abaixo dos 3%, fica mais fácil nesta altura acreditar que isso vai ser possível”, afirmou o chefe de Governo, à margem de uma visita à Associação Empresarial do Baixo Ave (AEBA), na Trofa, concelho do distrito do Porto.

Na sexta-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou o relatório sobre a primeira avaliação pós-programa de assistência português, afirmando que Portugal tem “pouca margem” em termos orçamentais e que, sem mais medidas de consolidação tanto em 2015 como nos próximos anos, “é esperado que o défice projetado difira dos compromissos assumidos” pelo Governo.

No Orçamento do Estado para 2015, o Governo antecipa um défice de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB), estimativa que é considerada demasiado otimista pelo FMI, que prevê, desde novembro, que o défice orçamental seja de 3,4% do PIB no final deste ano.

No relatório de sexta-feira, o FMI apresenta estimativas para os próximos quatro anos, antecipando que o défice orçamental se vá reduzindo progressivamente, chegando aos 3% apenas em 2017 e caindo para os 2,8% no ano seguinte e para os 2,6% em 2019.

Algumas horas depois de o documento ter sido divulgado, o primeiro-ministro disse no parlamento que o FMI aponta para “uma realidade que não existe”, da dúvida do cumprimento de objetivos pelo executivo que já estão a ser alcançados, o que levou o antigo chefe da missão do FMI em Portugal, Subir Lall, a afirmar que a equipa “continua muito confortável com a visão colocada no relatório”.

Questionado hoje sobre o relatório, Passos Coelho afirmou que quis mostrar “mesmo àqueles que são mais céticos” que o Governo “tem sido prudente nas previsões” e que “está a conseguir cumprir as metas e os objetivos”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …

Mau tempo nas próximas 48h. Proteção Civil alerta para cheias e quedas de árvores

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou para a possibilidade de lençóis de água e de gelo nas estradas, cheias rápidas e queda de árvores, devido ao mau tempo nas próximas 48 horas …

Bolsonaro terá recusado descendente de D. Pedro para vice por desconfiar que ele era gay

O deputado Luiz Philippe de Orléans e Bragança, conhecido por "príncipe" por ser descendente de D. Pedro, herdeiro da família imperial do Brasil, não é vice-presidente de Jair Bolsonaro por causa da sua sexualidade. Esta é …