António Vitorino eleito diretor-geral da OIM por aclamação

ISCTE / Flickr

António Vitorino

António Vitorino foi eleito, esta sexta-feira, diretor-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM) por aclamação, disse à Lusa fonte da organização das Nações Unidas.

António Vitorino, ex-ministro (1995-1997) e ex-comissário europeu (1999-2004), foi eleito diretor-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM), cargo ocupado pelos EUA desde a criação da organização, em 1951, com uma única exceção, em 1960.

Os 169 Estados-membros da OIM elegeram o candidato português como novo diretor-geral da organização à quarta ronda, por aclamação. O político de 61 anos concorria ao cargo juntamente com o norte-americano Ken Isaacs e a costa-riquenha Laura Thompson, a atual vice-diretora-geral da organização.

A OIM foi integrada na estrutura multilateral da ONU a 25 de julho de 2016. Antes, a organização tinha recebido, em 1992, o estatuto de observador permanente na Assembleia-Geral da ONU e firmado um acordo de cooperação (1996).

A candidatura de Vitorino à liderança desta organização foi formalizada pelo Governo português em dezembro do ano passado. O primeiro-ministro, António Costa, já felicitou o antigo comissário europeu pela sua eleição.

Portugal continua a assumir as suas responsabilidades na gestão global das migrações com a eleição de António Vitorino para diretor-geral da OIM, que felicito calorosamente”, escreveu o chefe do Governo no Twitter.

Numa nota divulgada no portal da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa anunciou que “falou com o doutor António Vitorino, que felicitou calorosamente” e também “o Governo, nomeadamente o primeiro-ministro e o ministro dos Negócios Estrangeiros, e a diplomacia portuguesa por mais este excelente resultado, que confirma e reforça o papel do nosso país na cena internacional”.

O Presidente da República considera que “a eleição do doutor António Vitorino tem uma grande importância para Portugal, numa área tão importante e sensível como a das migrações”.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros também referiu que “a candidatura de António Vitorino a este importante posto internacional demonstra a muito elevada relevância que Portugal atribui à temática e ao diálogo em matéria de migrações e à premente necessidade de serem encontradas soluções eficazes para os problemas migratórios no quadro internacional”.

Para o MNE, a eleição “traduz o justíssimo reconhecimento do indiscutível mérito e capacidades pessoais deste destacado cidadão e do seu notável percurso profissional, durante o qual estiveram sempre muito presentes os assuntos e processos relacionados com as migrações”, uma referência nomeadamente às funções de comissário da Justiça e Assuntos Internos da União Europeia.

“O Governo Português está plenamente seguro de que António Vitorino é a pessoa certa para conduzir a OIM neste difícil período e que a sua gestão valorizará a promoção da paz e da segurança, a tolerância, o respeito pelos direitos humanos e o desenvolvimento sustentável, que norteiam a política externa portuguesa”, lê-se no comunicado, que sublinha ainda que a organização está num “momento crucial da sua história”.

“É com enorme satisfação que recebo a notícia da eleição de António Vitorino para o cargo de diretor-geral da OIM, uma agência das Nações Unidas. António Vitorino é um dos melhores quadros políticos da sua geração“, escreveu, por sua vez, o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, numa mensagem enviada à agência Lusa.

“Acompanhei de perto o papel notável que ele desempenhou na Comissão Europeia, justamente na área da Justiça e Assuntos Internos. Num tempo em que a agenda europeia e internacional é dominada pelo tema das migrações, é uma boa notícia para o mundo termos à frente da Organização Internacional das Migrações um homem com competência e com os valores certos: Os valores da democracia, dos direitos humanos e da solidariedade”, salienta ainda.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Há um "clima de medo e insatisfação" nas Forças Armadas, diz Associação de Sargentos

O presidente da Associação Nacional de Sargentos (ANS), Lima Coelho, disse à Rádio Renascença que se vive um "clima de medo e insatisfação nas Forças Armadas", que inclui ameaças, avaliações injustas, demora excessiva das reclamações …

Teletrabalho e questões ambientais são prioridade para o PS no início da sessão legislativa

A líder parlamentar do PS afirma que duas das principais prioridades da sua bancada no início da presente sessão legislativa vão passar pela regulamentação do teletrabalho e pela aprovação de uma lei de bases do …

Justiça alemã abre novo inquérito contra suspeito do desaparecimento de Maddie

A justiça alemã abriu um novo inquérito contra o principal suspeito do desaparecimento de Maddie McCann, relativo à violação de uma jovem irlandesa, em 2004, anunciou, esta terça-feira, o procurador de Brunswick. "Posso confirmar que investigamos …

Mais de metade dos portugueses acredita que os fundos europeus vão ser mal geridos

Mais de metade dos portugueses (60,6%) acredita que os fundos europeus que Portugal vai receber para fazer face à pandemia vão ser mal geridos, revela uma sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios e …

CMVM avança com suspensão de ex-secretário de Estado da Energia da OMIP

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) notificou, esta segunda-feira, o ex-secretário de Estado da abertura de um processo para a sua suspensão da administração da OMIP, alegando "dúvida fundada" quanto à adequação aos …

Satélite mostra preparativos de desfile na Coreia do Norte (e há quem desconfie da presença de novos TEL)

Novas fotografias tiradas por satélite e analisadas hoje pelo portal especializado 38North mostram os preparativos para um grande desfile militar na capital da Coreia do Norte, que a 10 de outubro comemora a fundação do …

Cartéis mexicanos ganharam cerca de 40 mil milhões de euros em apenas 2 anos

Os grupos criminosos do México ganharam cerca de mil milhões de pesos (perto de 40 mil milhões de euros), entre 2016 e 2018, revelou na segunda-feira a Unidade de Inteligência Financeira (UIF) do Governo mexicano. Durante …

O outono acaba de chegar ao hemisfério norte. E há uma razão para ter sido hoje

Setembro é o mês do regresso às aulas e ao trabalho. Após os dias quentes de verão, chega o outono. Este ano, a estação começa hoje, dia 22 de setembro, mais precisamente às 15h31, segundo …

Costa avisa que não há tempo a perder. País enfrenta "gigantesca responsabilidade"

O primeiro-ministro advertiu, esta terça-feira, que Portugal está perante "uma gigantesca responsabilidade" e "não pode perder tempo" com hesitações na execução dos fundos europeus nos próximos seis anos, tendo de conciliar "máxima transparência e mínimo …

Portugal recusa-se a fechar. "Parece que estamos a celebrar o modelo sueco"

António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa parecem estar de acordo: Portugal não pode voltar a parar. Um especialista consultado pelo semanário Expresso defende que "parece que estamos a celebrar o modelo sueco". António Costa admitiu, …