António Domingues demite-se da presidência da Caixa

João Relvas / Lusa

António Domingues, o novo presidente da Caixa Geral de Depósitos

António Domingues, o novo presidente da Caixa Geral de Depósitos

O presidente do conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues, apresentou a demissão do cargo, anunciou hoje o Ministério das Finanças em comunicado.

A demissão de António Domingues surge após a alteração ao Orçamento do Estado, aprovada na sexta-feira pelo PSD, CDS e BE, que obriga à apresentação de declaração de rendimentos por parte dos administradores da Caixa Geral de Depósitos.

Segundo a TSF, o presidente do banco público argumenta que a aprovação na Assembleia da República da proposta que obriga os gestores a entregar as declarações de rendimentos ao Tribunal Constitucional coloca em causa a sua capacidade de gestão.

Fonte próxima do processo garantiu à TSF que “Domingues considera que o Bloco de Esquerda só votou a favor da lei porque o PS não fez nada”.

A Caixa Geral de Depósitos fica assim sem liderança depois de um período de semanas de polémica em torno do nome do antigo administrador do BPI,, por causa da declaração de rendimentos.

O ministério das Finanças confirmou a demissão, em comunicado enviado à Comunicação Social.

“O Governo foi informado pelo Presidente do Conselho Fiscal da Caixa Geral de Depósitos da renúncia apresentada pelo Presidente do Conselho de Administração, António Domingues – renúncia essa que o Governo lamenta”, diz o comunicado.

“A renúncia só produzirá efeitos no final do mês de dezembro”, detalha a nota do Ministério.

“Muito brevemente será designada, para apreciação por parte do Single Supervisory Mechanism, uma personalidade para o exercício de funções como Presidente do CA da CGD, que dê continuidade aos planos de negócios e de recapitalização já aprovados”, conclui o comunicado do Ministério.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Já vai tarde.
    Pergunto-me que raio terá este individuo tanto medo que a sua declaração de rendimentos possa ser consultada? Não sei a resposta, mas imagino que haverá algo de pouco claro. Agora é que era mesmo de investigar.

  2. Bastão está mesmo danadinho pra saber. Você é muitos milhares. Deixe lá que o CM trata disso. Agora a sério, eu até consigo concordar com o facto de não querer apresentar a declaração de rendimentos. Se essa era uma condição então a solução é sair,ponto final. Agora ir saber porquê desculpem lá, onde é que estamos?

    • Amigo Penedo, acho que o pasquim CM não se vai preocupar muito com isto. Nem com isto, nem com BPN, nem com submarinos, etc. O “alvo” do pasquim está escolhido há dois anos e chama-se…adivinhe…Socrates.
      Quanto à questão em concreto, contrariamente a muita gente, a mim não me escandaliza nada que, sendo uma pessoa competente, seja remunerado de acordo com o que se pratica no sector pois se assim não fôr o Estado só contratará refugo, gente incompetente, etc. A este propósito também já constatei que muita gente pensa que o homem iria ganhar 450 mil euros por mês, não é verdade, pois o valor é anual e não mensal mas…adiante, agora, defendo em absoluto que quem exerca funções publicas, que gerem património que é do Estado e portanto de todos nós, deva ser transparente e sem reservas, até pela credibilidade do proprio. Não faz sentido este secretismo porque o problema dele não foram falta de condições remuneratórias ou de trabalho, foram sim a recusa em tornar publico o seu património e rendimentos, assim, torna-se legitimo o surgimento de duvidas no espirito das pessoas. Como contribuinte, cada vez tenho menos paciência para semi verdades. Cumprimentos

  3. Como dizia alguém há tempos, livrámo-nos de mais um grande e honrado português, tipo armando vara, duarte lima, dias loureiro… a lista é muito grande! Só espera agora o pobre e explorado “portuguesito” que o “costa” tenha vergonha e dó e não vá buscar outro marmanjo pago a 500 mil euros por ano para desgovernar a caixa, já que se esta é pública quem lá trabalhe seja pago pelas tabelas da função pública e não mais.

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …