António Costa recebeu 11 ofertas superiores a 150 euros

Paulo Vaz Henriques / portugal.gov.pt

O primeiro-ministro António Costa

O primeiro-ministro António Costa

O primeiro-ministro recebeu onze ofertas de valor superior a 150 euros desde a entrada em vigor do Código de Conduta do Governo, incluindo um drone, um jarrão de porcelana e um serviço de jantar.

Publicado há seis meses em Diário da República, em 21 de Setembro de 2016, em resposta às polémicas viagens pagas pela Galp a três secretários de Estado para assistirem a jogos de Portugal no Euro 2016, em França, o Código de Conduta vincula todos os membros do actual Governo e os seus gabinetes e define os critérios a seguir no capítulo da “aceitação de ofertas de bens materiais e de convites ou benefícios similares”.

Também se aplica, “com as devidas adaptações, a todos os dirigentes superiores da Administração Pública sob a direcção do Governo, bem como aos dirigentes e gestores de institutos e de empresas públicas”, conforme se destaca no documento.

Este Código de Conduta determina que os detentores de cargos públicos não devem aceitar ofertas, “a qualquer título, de pessoas singulares e colectivas privadas, nacionais ou estrangeiras, e de pessoas colectivas públicas estrangeiras, de bens, consumíveis ou duradouros, que possam condicionar a imparcialidade e a integridade do exercício das suas funções”.

E considera que esse “condicionamento da integridade e imparcialidade” se dá a partir da “aceitação de bens de valor estimado igual ou superior a 150 euros“.

Todavia, há ofertas cuja recusa pode ser interpretada como uma quebra de respeito inter-institucional, sobretudo ao nível das relações entre os Estados e, nestes casos, devem ser aceites em nome do Estado. Estas ofertas são registadas e o seu acesso é público.

Ofertas estão fechadas num armário

Na secretaria-geral da Presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa, encontram-se fechadas num armário as ofertas ao primeiro-ministro, António Costa, ao ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, e à secretária de Estado para a Cidadania e Integridade, Catarina Marcelino.

Excepção é a escultura em madeira preta oferecida pela República de Moçambique à ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, que a tem no seu gabinete, informaram à Lusa os serviços da secretaria-geral.

António Costa recebeu um drone “Phantom 3 advanced” e um telemóvel Huawey P9, aquando da visita oficial à China, em Outubro do ano passado.

A República Popular da China ainda ofereceu ao primeiro-ministro um jarrão e uma jarra em porcelana e um serviço de chá para seis pessoas, desde a entrada em vigor do Código de Conduta, mas nestes casos não há menção à deslocação à China.

Da República da Colômbia, Costa recebeu um serviço de jantar para 12 pessoas, do Brasil um cubo forrado a azulejo, do Egipto um prato decorativo em prata, de Espanha peças decorativas em cerâmica de ‘Don Quixote e Sancho Panza’ e da Câmara Municipal de Guimarães um faqueiro para quatro pessoas.

As prendas oferecidas ao ministro Augusto Santos Silva, à secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, e ao secretário de Estado da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira, estão guardadas no Instituto Diplomático, no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Entre os 12 presentes entregues a Augusto Santos Silva encontra-se uma estatueta em madeira do rei Ekuikui II, “símbolo da bravura e coragem contra a ocupação colonial portuguesa”, oferecida pelo Governo de Angola.

O ministro dos Negócios Estrangeiros esteve em Angola em Fevereiro, numa deslocação oficial em que apostou no reforço da cooperação económica entre os dois países.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Isto é mesmo notícia para “desinformar” ou ser “tendenciosa”… notícias há muitas, jornalistas cada vez menos……

  2. Tudo tal & qual como no tempo do passas/portas, só que naquele tempo á semelhança dos milhares de milhão os jornalistas não viram passar como tal não há listas.

  3. A notícia está muito bem dada e o que é interessante é que essas ‘merdices’ de ofertas são publicadas como sendo o governo duma seriedade que até estão guardadas e não são propriedade de nenhum ministro!? Mas as chorudas que não ouvimos falar ou quando se fala já ‘fostes’ como o banhudo que mamou do bom à pala da galp e já não regurgita, essas moita carrasco! Não se guardam nem ficam em exposição em nenhum gabinete!? É só conversa pra boi dormir, que esse estatuto não serve para nada!? Ninguém fiscaliza nada!?

    • è verdade, assim como o outro banhudo que tinha contribuintes vip e nãovip a uns deixou roubar milhares de milhões a outros roubou-lhes ele próprio os últimos tostões.

  4. Um jornalista desta estirpe, no minimo, deveria ser acusado, julgado e naturalmente cumprir a pena devida. É desonesto.

  5. É ridículo um político não poder receber ofertas, não faz sentido, sejam elas em que forma for.
    A verdade é que 99% dos políticos recebe ofertas não declaradas, alguém dúvida?
    Porque não liberar o tema? Todos podem receber mas tem de ser sempre declarado.
    Se fossem livres de receber ofertas, estas listas seriam bastante mais extensas, talvez mesmo astronómicas.
    Tudo era mais claro, assim continuamos com offshores e ofertas ao vizinho do amigo do primo afastado da mãe da sogra…!
    A hipocrisia de que o povo gosta. Acordem, é tudo bem mais complexo!

RESPONDER

Defesa de Sócrates acusa procurador de mentir sobre gravação de interrogatório

A defesa de José Sócrates acusou esta terça-feira o procurador do MP envolvido na Operação Marquês de mentir quando disse que o ex-primeiro-ministro sabia que o interrogatório de março de 2017 estava a ser registado …

Mais de 100 genes determinam a cor do nosso cabelo

Uma equipa internacional de cientistas identificou mais de uma centena de genes que ajudam a explicar as diferenças entre cabelos loiros, negros, castanhos ou ruivos, em populações de origem europeia. A cor do cabelo é uma …

Família de Prince vai processar hospital que tratou músico dias antes de morrer

A família apresentou o processo por morte por negligência contra um médico e um farmacêutico do Trinity Medical Center, nos Estados Unidos, o hospital que assistiu Prince antes de morrer. Os herdeiros de Prince vão processar …

Acordo suspende julgamento de Rúben Semedo por crime de agressão

O julgamento do futebolista português do Villarreal, por uma alegada agressão no exterior de uma discoteca, foi suspenso, esta terça-feira, para as duas partes chegarem a acordo. Rúben Semedo, de 23 anos, é acusado de agredir …

250 padres vão aprender a exorcizar no Vaticano

Cerca de 250 padres, vindos de 50 países, chegaram a Roma para, entre outras coisas, aprender a identificar uma "possessão demoníaca", ouvir testemunhos de colegas e conhecer os rituais para a "expulsão de demónios". A prática …

Santa Maria impedido de formar internos de otorrino

A Ordem dos Médicos decidiu que o Hospital Santa Maria, em Lisboa, fica impedido de formar internos na especialidade de otorrinolaringologia, confirmou à Lusa o presidente do colégio de especialidade. Artur Condé disse que, "até nova …

Maçã fatiada na mala de mão valeu multa de 500 dólares a passageira

500 dólares, ficar sem o visto "global entry" e ter de ser revistada para o resto da vida foi o preço que Crystal Tadlock teve de pagar por levar uma maçã fatiada na mala de mão. Crystal …

Ex-Presidente Bush hospitalizado um dia após funeral da mulher

O ex-Presidente norte-americano, de 93 anos, foi hospitalizado no Texas no domingo, um dia após as exéquias da mulher, devido a "uma infeção que se disseminou no sangue". "O Presidente Bush foi admitido no hospital Houston …

IKEA avisa clientes por lapso no fabrico de placa de fogão

Uma falha no injetor de um dos bicos de uma placa de fogão vendida pelo IKEA levou o grupo sueco a pedir aos clientes que tenham comprado o produto antes de 1 de janeiro deste …

PS pressionado pelo governo brasileiro por causa de Lula. "É tudo falso"

O professor Boaventura de Sousa Santos garante que Ana Catarina Mendes, faltou a um evento solidário por pressão do governo brasileiro. "É falso", desmente a secretária-geral adjunta do PS. Boaventura Sousa Santos, diretor do Centro de …