Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

Massimo Percossi / EPA

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha.

Segundo um comunicado hoje divulgado pelo Instituto Catalão de Saúde foi o Hospital Germans Trias, também conhecido como Can Ruti, que coordenou o estudo em Espanha.

O New England Journal of Medicine publicou recentemente os resultados deste estudo internacional com este medicamento, que, de acordo com os investigadores, reduziu em 31% o tempo de hospitalização dos pacientes com covid-19.

Os resultados do estudo realizado com o antiviral Remdesivir indicam que este medicamento é mais eficaz se for administrado a pacientes com pneumonia que apresentam falta de oxigénio, mas que ainda não necessitam de ventilação mecânica.

Apoiado pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (IAID), o ensaio internacional teve a participação de 68 centros hospitalares, dos quais 47 são dos Estados Unidos e 21 da Europa e Ásia.

Os dados preliminares do estudo foram divulgados em 29 de abril, quando os cientistas verificaram que o uso do Remdesivir, um antiviral de uso hospitalar inicialmente projetado contra o Ebola, trazia benefícios claros para os pacientes, pelo que consideraram que era antiético não avançar com a experiência.

Agora, o New England Journal of Medicine publica os dados do estudo após ser analisado por outros cientistas independentes.

No total, 1.059 pessoas participaram do estudo, das quais 538 receberam Remdesivir e 521 apenas placebo, por um período de 10 dias. O estudo foi “duplo-cego”, o que significa que nem os pesquisadores nem os pacientes sabiam se estavam a receber Remdesivir ou apenas placebo.

O grupo que recebeu Remdesivir recuperou num prazo 31% menor do que o grupo que recebeu placebo, reduzindo em quatro dias – de 15 para 11 – a permanência no hospital.

Ao dividir os pacientes em subgrupos, a melhoria na saúde ocorreu principalmente em pacientes que tinham falta de oxigénio no sangue (insuficiência respiratória), mas não necessitavam de respiração mecânica.

“Os resultados salientam a necessidade de identificar os casos de covid-19 o mais rápido possível, para que o tratamento antiviral possa ser acompanhado e iniciado antes que a doença pulmonar progrida tanto que seja necessária ventilação mecânica invasiva”, explicou Roger Paredes, coordenador do estudo em Espanha.

O Hospital Clínic de Barcelona também colaborou no ensaio, através de José Muñoz, chefe do Serviço Internacional de Saúde e pesquisador do ISGlobal, promovido pelo grupo financeiro La Caixa.

O Hospital Clínic de Barcelona também colaborou no ensaio, através de José Muñoz, chefe do Serviço Internacional de Saúde e pesquisador do ISGlobal, promovido pelo grupo financeiro La Caixa.

Em relação aos efeitos adversos graves, 21,1% das pessoas que receberam o medicamento experimentaram esses efeitos, em comparação com 27% no grupo placebo.

Os autores da experiência sublinham contudo que os resultados do estudo apoiam o uso de Remdesivir em pacientes hospitalizados por covid-19 e que necessitam de oxigénio suplementar, mas que o Remdesivir não é suficiente por si só para curar esta doença.

“A mortalidade ainda é alta, por isso é preciso continuar a trabalhar. Agora, temos um medicamento que funciona, embora tenha efeitos moderados e precisamos procurar outros medicamentos que possamos combinar para obter resultados ainda melhores”, destacou Roger Paredes.

O mesmo responsável vincou contudo que “é um ponto de partida” ter “o primeiro medicamento que demonstra eficácia”, o que dará “muitas pistas” para futuras estratégias contra a SARS-CoV-2.

Atualmente, aguarda-se a finalização das últimas visitas de acompanhamento e a análise dos dados de mortalidade dos 1.063 pacientes inscritos, passados 28 dias desde a sua inclusão no estudo, devendo estes dados alargados motivar nova divulgação.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Despedida de Centeno e estreia de Leão. Eurogrupo elege presidente na quinta-feira

A eleição para a presidência do Eurogrupo, na quinta-feira, será a última reunião presidida por Mário Centeno e a estreia europeia de João Leão como ministro das Finanças. A eleição para a presidência do Eurogrupo é …

Governo está a preparar um programa específico de apoio ao Algarve

O Algarve terá um programa específico de apoio, que já está a ser preparado pelo Governo, avançou o ministro da Economia esta terça-feira. O ministro da Economia disse, esta terça-feira, que o Governo está a preparar …

OMS admite transmissão pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Depois do alerta de 239 especialistas, a Organização Mundial de Saúde diz que há novas provas de que o novo coronavírus se transmite pelo ar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, haver novas …

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos (e reduzir novas aeronaves a metade)

Esta terça-feira, a Lufthansa anunciou novas medidas do seu plano de reestruturação que incluem uma redução de mil postos de trabalho nos serviços administrativos. A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou, esta terça-feira, que irá reduzir o …

Bloco deixa recado ao PS: voto do Suplementar não estará garantido para o OE2021

Depois de o PCP ter rompido o espírito de acordos à esquerda, foi a vez de o Bloco de Esquerda deixar avisos para 2021. Em entrevista ao portal esquerda.net, divulgada esta terça-feira, Mariana Mortágua deixa claro …

Ferrari vai enfrentar problemas no Mundial de F1 "sem chorar"

O diretor-geral da Ferrari elogiu o talento de Leclerc e mostrou-se preocupado com os problemas que afetaram Sebastian Vettel. O diretor-geral da Ferrari, Louis Camilleri, reiterou esta terça-feira a confiança na equipa e assegurou que a …

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …