Animais de companhia obrigados a ter microchip. Multas podem ultrapassar os 40 mil euros

12

A partir desta terça-feira, os animais de companhia – cães, gatos e furões – são obrigados a ter microchip, independentemente da data de nascimento. Na falta de identificação, os donos podem ser punidos com coimas entre os 50 e os 44 890 euros.

De acordo com o bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários (OMV), Jorge Cid, citado pelo Jornal de Notícias, a “obrigatoriedade da identificação, a longo prazo, acabará com o abandono dos animais”.

Já segundo o presidente da Associação Nacional dos Médicos Veterinários dos Municípios (ANVETEM), Ricardo Lobo, ouvido pelo mesmo órgão, indicou que as campanhas dos municípios que oferecem o registo dos animais “perpetuam a irresponsabilidade”.

Como explicou Jorge Cid, esta medida pode acabar com o abandono, mas em algumas freguesias os donos de cães registados no Sistema de Identificação de Animais de Companhia (SIAC) são obrigados a pagar uma licença anual, o que leva a que evitem fazer o registo. Essas licenças “deveriam desaparecer”, defendeu.

Os preços da colocação do microchip rondam os 30 euros e, nalguns casos, as câmaras oferecem o procedimento.

Por seu lado, Ricardo Lobo considera que as campanhas oferecidas pelos municípios “perpetuam a irresponsabilidade”, uma vez que “as pessoas que levam os animais só por ser de graça, quando estes ficarem doentes, não vão cuidar deles”, sublinha.

“O Estado está a passar a mensagem errada de que toda a gente pode ter animais e, no fundo, não é assim. Para ter um animal é preciso ter condições laborais, pessoais e uma casa adequada”, referiu.

“A maioria das pessoas está mais consciencializada e as clínicas e veterinários têm um papel importante”, notou, acrescentando que as pessoas que não querem colocar microchips nos animais “são as mesmas” que não os levam “ao veterinário e que não querem cuidar deles”.

Como esclareceu o jornal, o processo é simples e indolor, com o chip a ser colocado através de um pequeno túnel feito na pele por uma agulha. Muitas vezes, é feito aquando da esterilização, estando o animal anestesiado.

  ZAP //

12 Comments

  1. Obrigatório…isto está ficar de loucos…qualquer medida é obrigatória agora? Boa sorte com a medida, mais animais vão ver abandonados e vão reduzir as adoções!

    • Claro que qualquer animal de companhia tem de ter chip, as vacinas em dia, no caso dos cães andar com trela, à exceção dos locais onde podem andar soltos e por aí fora. A época da bandalheira tem de acabar.

      • Acaba com a bandalheira na tua casa e mete a viola ao saco. Moralistas burocratas arrogantes sempre com a mania de controlar toda a gente. Depois são sempre quem faz as maiores barbaridades.

        • E se fosses dar banho ao cão?! A tua casa não é propriamente o espaço público. Na rua comportas-te. Em casa podes viver na esterqueira a que estás habituado. Na rua, segues a regras e calas-te!

        • A vida em sociedade tem regras. Quem não as cumpre, está a infringir e tem de ser penalizado por isso. Acho muito bem que os animais de estimação tenham obrigatoriamente chip. É uma vergonha a quantidade de animais abandonados. O amigo provavelmente é daqueles que quando vai de férias deixa o cão pelo caminho. Mas isso nem é aceitável nem pode passar impunemente. Não os pode ter, não os tem.

          • Meus caros, no meu caso os animais que tenho/tive foram colhidos da rua e de casas onde os poderia matar/abandonar ainda com dias/meses, foram todos tratados como reis, não é um chip que irá mudar o que quer que seja, a atitude das pessoas sim.
            O facto de obrigarem a chipar os animais, vai levar a quem não quer saber dos mesmos a antecipar o que já está habituado a fazer, que é abandonar/matar os mesmos para não se submeter a pagar uma possivel multa.
            Infelizmente é o mundo em que vivemos, se gosto, claro que não, mas a sociedade está podre a este nivel.

  2. Qualquer coisa serve para extorquir mais umas pratas as pessoas. Aceitem estas coisas e depois queixem-se quando tiverem que meter um chip em vocês, é que nao dou 10 anos para que isso seja “necessario”

  3. Qualquer dia até as galinhas que tenho em casa tem que ter chip…
    Enfim certamente não será por isso que os animais serão abandonados pois pode-se deixar o cao ou o gato na rua e depois dizer “fugiu de casa”… quem vai provar o contrário? ou vão exigir cópia do panfeleto a dizer “perdeu-se”.
    E depois quem vai multar? não temos policias para a criminalidade do dia a dia como roubos e vamos por os policias atrás dos animais… enfim…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.