Angolana Nadir Tati apresentou “arte africana” na ModaLisboa

Miguel A. Lopes / Lusa

Lisbon Fashion Week: Nadir Tati

A angolana Nadir Tati apresentou este domingo em Lisboa a sua coleção para a próxima primavera/verão que é “arte africana”, mantendo a assinatura da designer de moda que passou de convidada a parte integrante do calendário da ModaLisboa.

A coleção, explicou Nadir Tati à Lusa no final do desfile no Pavilhão Carlos Lopes, “é arte africana” e “quando se fala em arte africana fala-se nos tecidos”. Para a próxima primavera, a designer angolana apostou na utilização da capulana, tecido tipicamente africano.

Nesta coleção, como em anteriores, Nadir Tati tentou manter a mesma linha.

“Tenho uma assinatura e é nela que me mantenho e que faço com que as pessoas acreditem no continente africano”, afirmou, referindo que quando fala em “continente africano” se refere “a todas as dificuldades que existem no continente no que diz respeito à indústria têxtil”.

O material utilizado na coleção, tal como as ideias para a conceber, foi busca-los, “naturalmente, aos países vizinhos [de Angola]: Nigéria, Congo, Gana e Camarões”.

Todo o trabalho concentrado na coleção que apresentou este domingo é “muito programado” e “feito ao detalhe, pensado ao detalhe, para poder dar resposta a todo este público, todos estes olhos que nunca mais acabam”.

Miguel A. Lopes / Lusa

Lisbon Fashion Week: Nadir Tati

Nadir Tati apresentou pela primeira vez uma coleção na ModaLisboa em março de 2015, como criadora convidada, e desde então é presença assídua, agora como um dos nomes do calendário oficial.

“Sei que quando apresento um trabalho aqui tenho a globalização, um conjunto de pessoas viajadas e que conhecem um pouco da história de África. É uma honra ter uma sala tão bonita e saber que não só os PALOP e o continente africano, mas todas as pessoas que ali estão e se orgulham e estão contentes com aquilo que tenho apresentado”, afirmou.

Nas próximas coleções, Nadir Tati irá “continuar com foco na globalização, na internacionalização e na mistura”. “Para que não só os africanos, mas Portugal e o continente europeu se sintam livres para usar os nossos tecidos e perceber a nossa forma de pensar”, referiu.

Desde a primeira vez que apresentou na ModaLisboa sente-se “mais à vontade em Portugal”. “Comecei como convidada e hoje faço parte do calendário. É muito bom. Se passear pelas ruas já sinto um carinho diferente, um número grande de pessoas vem dar os parabéns e dizer que de alguma forma tem acompanhado o meu trabalho”, contou.

A 49.ª edição da ModaLisboa termina hoje.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Físicos produziram o campo magnético mais forte e controlável de sempre

Um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão, produziu o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados - é um macro para …

"Impossível" puzzle químico do ouro foi finalmente resolvido

Uma equipa de cientistas russos e alemães conseguiu decifrar o segredo da estabilidade da estrutura cristalina do calaverita (AuTe2) - um raro mineral metálico também conhecido como telúrio de ouro. A descoberta, publicada nesta terça-feira na …

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …