Angolana Nadir Tati apresentou “arte africana” na ModaLisboa

Miguel A. Lopes / Lusa

Lisbon Fashion Week: Nadir Tati

A angolana Nadir Tati apresentou este domingo em Lisboa a sua coleção para a próxima primavera/verão que é “arte africana”, mantendo a assinatura da designer de moda que passou de convidada a parte integrante do calendário da ModaLisboa.

A coleção, explicou Nadir Tati à Lusa no final do desfile no Pavilhão Carlos Lopes, “é arte africana” e “quando se fala em arte africana fala-se nos tecidos”. Para a próxima primavera, a designer angolana apostou na utilização da capulana, tecido tipicamente africano.

Nesta coleção, como em anteriores, Nadir Tati tentou manter a mesma linha.

“Tenho uma assinatura e é nela que me mantenho e que faço com que as pessoas acreditem no continente africano”, afirmou, referindo que quando fala em “continente africano” se refere “a todas as dificuldades que existem no continente no que diz respeito à indústria têxtil”.

O material utilizado na coleção, tal como as ideias para a conceber, foi busca-los, “naturalmente, aos países vizinhos [de Angola]: Nigéria, Congo, Gana e Camarões”.

Todo o trabalho concentrado na coleção que apresentou este domingo é “muito programado” e “feito ao detalhe, pensado ao detalhe, para poder dar resposta a todo este público, todos estes olhos que nunca mais acabam”.

Miguel A. Lopes / Lusa

Lisbon Fashion Week: Nadir Tati

Nadir Tati apresentou pela primeira vez uma coleção na ModaLisboa em março de 2015, como criadora convidada, e desde então é presença assídua, agora como um dos nomes do calendário oficial.

“Sei que quando apresento um trabalho aqui tenho a globalização, um conjunto de pessoas viajadas e que conhecem um pouco da história de África. É uma honra ter uma sala tão bonita e saber que não só os PALOP e o continente africano, mas todas as pessoas que ali estão e se orgulham e estão contentes com aquilo que tenho apresentado”, afirmou.

Nas próximas coleções, Nadir Tati irá “continuar com foco na globalização, na internacionalização e na mistura”. “Para que não só os africanos, mas Portugal e o continente europeu se sintam livres para usar os nossos tecidos e perceber a nossa forma de pensar”, referiu.

Desde a primeira vez que apresentou na ModaLisboa sente-se “mais à vontade em Portugal”. “Comecei como convidada e hoje faço parte do calendário. É muito bom. Se passear pelas ruas já sinto um carinho diferente, um número grande de pessoas vem dar os parabéns e dizer que de alguma forma tem acompanhado o meu trabalho”, contou.

A 49.ª edição da ModaLisboa termina hoje.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

SNS24 encaminhada crianças para a urgência "sem critério clínico", diz Ordem dos Médicos do Centro

A Ordem dos Médicos do Centro lamentou hoje que a linha SNS 24 esteja a encaminhar crianças "sem critério clínico" para as urgências hospitalares e pediu a definição urgente de "um plano seguro e com …

13 de outubro em Fátima com lotação reduzida a 6.000 fiéis

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre …

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …

Morreu Quino, criador de Mafalda

O autor argentino Quino, célebre por ter criado a contestatária personagem de banda desenhada Mafalda, morreu esta quarta-feira em Mendoza, na Argentina, aos 88 anos, revelou a agência Efe. De acordo com o jornal argentino Clarín, …

"Quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que "quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", um dia após o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ter …

Biden revelou impostos de 2019 antes do debate. Pagou mais 200 mil dólares do que Trump

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou na terça-feira a sua declaração de impostos de 2019, horas antes do seu primeiro debate televisivo contra o republicano Donald Trump, que se viu …