Anabela Rodrigues nova ministra da Administração Interna

DR Vítor Pires / portugal.gov.pt

Conselho de Ministros: o Governo de Portugal com Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque e Paulo Portas à cabeça

Anabela Rodrigues será a nova ministra da Administração Interna.

No site da Presidência da República, um comunicado aponta que Cavaco Silva aceitou o pedido de exoneração de Miguel Macedo do cargo de Ministro da Administração Interna e “aceitou a proposta que lhe foi apresentada pelo Primeiro-Ministro de nomeação da Profª. Doutora Anabela Miranda Pinto de Miranda Rodrigues para o mesmo cargo”.

O Presidente da República conferirá posse a Anabela Rodrigues amanhã, 19 de novembro, pelas 12h, no Palácio de Belém.

Nascida em Coimbra a 5 de dezembro de 1953, doutorada em ciências Jurídico-Criminais e professora catedrática na Universidade de Coimbra, Anabela Rodrigues é a primeira mulher a assumir a pasta da Administração Interna.

A nova ministra da administração interna licenciou-se em direito na Universidade de Coimbra, em 1976, e foi diretora do Centro de Estudos Judiciários (CEJ) de 2004 a 2009, por nomeação do então ministro da Justiça, José Pedro Aguiar Branco, atual ministro da Defesa.

A sua nomeação para o CEJ, onde foi a primeira não magistrada a chegar ao cargo, gerou polémica na altura, tendo levado à demissão de juizes formadores e a criticas da Associação Sindical dos Juízes Portugueses e do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público.

Segurança

A substituta de Miguel Macedo, que se demitiu no domingo, terá em mãos a continuação das políticas e a revisão dos estatutos e leis orgânicas da PSP e GNR.

O presidente do Sindicato Nacional de Polícia (Sinapol), Armando Ferreira, disse hoje que a nova ministra da Administração Interna terá muito trabalho para fazer em pouco tempo, esperando que a pressa não prejudique as negociações com os sindicatos.

Já a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) considerou hoje “fundamental” que a nova ministra da Administração Interna “inicie de imediato” as negociações sobre o estatuto profissional da PSP para resolver os problemas desta polícia.

“É fundamental que a nova ministra altere a Lei Orgânica e inicie de imediato o processo de negociação para a alteração do Estatuto Profissional da PSP, que já está em projeto, uma vez que só desta forma poderão ser concretizadas as exceções previstas na Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas e, assim, resolver uma série de problemas socioprofissionais existentes na PSP”, adianta a ASPP em comunicado.

A Associação dos Profissionais da Guarda ficou surpreendida com a escolha de Anabela Rodrigues para ministra da Administração Interna, por ser uma técnica e não ter peso político, mas espera que consiga resolver os problemas deixados por Miguel Macedo.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O segredo bancário, só serve para defender os trafulhas. As pessoas honestas, não teem medo nem vergonha que se saiba, quanto dinheiro tee no banco e quanto depositaram ou levantaram ou transferiram para outras contas. a Lavagem de dinheiro, é um perigo para a economia de qualquer. Logo, um Governo forte e audaz, tem de conseguir fazer uma lei, que obrigue a fazer todos os pagamentos por cheque, cartão ou transferência bancária. E não me venham dizer, que não querem que se saiba, se foram ao cabeleireiro tal ou a tal pensão, restaurante ou hotel, porque nada disso é crime, nem é socialmente censurável, desde que seja feito com dinheiro limpo. GFM

RESPONDER

Morreu a atriz Mya-Lecia Naylor. Tinha 16 anos

A atriz, cantora e modelo britânica Mya-Lecia Naylor morreu no último dia 7, na sequência de um desmaio, mas a notícia só veio a publico esta quinta-feira. A causa da morte precoce de Mya-Lecia Naylor, com …

Embarcação de pesca localizada. Tripulantes estão bem

A embarcação de pesca que estava incontactável desde a noite de quarta-feira foi hoje encontrada e todos os tripulantes estão bem de saúde, disse à Lusa fonte da Marinha. Segundo o porta voz da Marinha, comandante …

Site expôs falhas em plugins Wordpress. Hackers agradeceram e invadiram 160 mil sites

Um trio de vulnerabilidades zero-day em plugins do WordPress deixou 160 mil sites expostos a ataques na última semana. O termo zero-day é usado para descrever uma ameaça que não foi corrigida ou que ainda …

Comissária de bordo em coma depois de contrair o vírus do sarampo

Uma comissária de bordo de Israel, de 43 anos, está em coma profundo há dez dias depois de contrair o vírus do sarampo. Segundo as autoridades de saúde israelenses, a mulher tem encefalite - ou …

Eintracht vs Benfica | Golos fora custam eliminação

Os dois golos que o Eintracht de Frankfurt marcou em Lisboa, na semana passada, acabaram por ser decisivos nos quartos-de-final da Liga Europa. Os alemães venceram o Benfica em casa por 2-0, num jogo em …

Gangue partia membros do corpo a pessoas vulneráveis e encenava acidentes para receber indemnizações

Um grupo criminoso em Palermo (Sicília) encenava acidentes de viação e partia membros do corpo às alegadas vítimas, a fim de receber indemnização de seguros. O esquema, que já levou à prisão mais de 40 …

Rival para Alexa e Siri. O Facebook também quer ouvir a sua voz

O Facebook está a trabalhar num novo assistente de voz para competir com a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon. O projeto começou em 2018 e ainda não tem data de divulgação. O projeto …

O "polencalipse" chegou aos Estados Unidos

No início da semana, o fotógrafo Jeremy Gilchrist capturou algumas imagens incríveis do fenómeno que batizou de "Polenpocalypse" em Durham, Carolina do Norte. A cidade de Durham, na Carolina do Norte, Estados Unidos, declarou no início …

Candidato à presidência da Guatemala detido nos EUA por tráfico de cocaína

As autoridades norte-americanas detiveram na quarta-feira o candidato presidencial da Guatemala Mario Estrada Orellana, acusado por um tribunal federal de Nova Iorque de conspirar para importar cocaína. Estrada Orellana, do partido Unión del Cambio Nacional (UCN, …

Consumidores estão a gastar mais. Televisões e smartphones foram os mais vendidos em 2018

Em 2018 as vendas a retalho cresceram 3,4%, para quase 21 mil milhões de euros. O sector não alimentar foi o que mais contribuiu. São dados do barómetro de vendas da Associação Portuguesa de Empresas de …