Ana Gomes diz que diretiva europeia sobre branqueamento de capitais é aplicável a Rui Pinto

Tiago Petinga / Lusa

A embaixadora e ex-MPE, Ana Gomes

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes disse hoje em Lisboa que pode aplicar-se ao ‘hacker’ Rui Pinto a diretiva europeia sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, sem esperar pela transposição de legislação sobre o estatuto de denunciante.

Ao ser questionada pelos jornalistas sobre a demora na transposição para o ordenamento jurídico nacional do estatuto do denunciante, Ana Gomes lembrou que apesar de esse estatuto ser “muito importante”, o Governo tem dois anos para o poder trabalhar.

Ana Gomes considerou, no entanto, que essa diretiva não é a que se aplica ao caso de Rui Pinto, mais sim uma outra que já está em vigor na legislação portuguesa, que é a 4.ª diretiva contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo.

A também antiga embaixadora em Jacarta, referiu que essa diretiva diz, no artigo 38.º, que os Estados-membros ”têm a obrigação de proteger os indivíduos que dentro ou fora das organizações reportem crimes de branqueamento de capitais e financiamento de terrorismo” e que, “sem dúvida, Rui Pinto, quer através do caso Football Leaks, quer através do Luanda Leaks, reportou crimes de branqueamento de capitais e o tipo de criminalidade subjacente, como crimes fiscais e outros”.

Ana Gomes defendeu que a diretiva do estatuto de denunciante obriga a que este pertença a uma organização, e que no caso de Rui Pinto a 4.ª diretiva alarga a obrigação de proteção de denunciante a todas as pessoas que reportem crimes de branqueamento de capitais e criminalidade conexa.

“Essa diretiva já está em vigor, é a que deve de ser utilizada pelos agentes da justiça em Portugal para olhar para o caso de Rui Pinto”, disse a antiga eurodeputada à margem de uma cerimónia comemorativa do quinto aniversário e inauguração da sede do Observatório das Crianças – 100 Violência”, que foi presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e que contou a com a presença do secretário de Estado da Justiça e do presidente da associação, o magistrado Rui Pereira.

Ana Gomes disse que na cadeia onde está em prisão preventiva, Rui Pinto está sob proteção das autoridades, mas que “devia era estar livre, porque esta prisão preventiva é insuportável, é seletiva”.

“Não conheço mais nenhum caso de pessoa que esteja acusada de extorsão em forma tentada que tenha sido preso preventivamente. Mesmo até casos de extorsão em que houve condenações tiveram penas suspensas, portanto devia estar em liberdade, naturalmente com segurança, visto que foi da responsabilidade das autoridades portuguesas trazê-lo para Portugal, a aguardar julgamento e a colaborar com as autoridades e espero que seja isso que seja compreendido pelas autoridades judiciais portuguesas”, declarou.

Ana Gomes admitiu que os crimes que possam ser imputados a Rui Pinto, como, por exemplo, de acesso ilegal, “são crimes que têm de ser apreciados em julgamento”, mas o facto de Rui Pinto ser um ‘hacker’ não impede que seja também um denunciante com estatuto de denunciante e que deva de ser protegido.

“O que é completamente absurdo é a interpretação das autoridades portuguesas de que, porque os ‘leaks’ foram obtidos por acesso ilegal eventualmente, elas têm que o desconhecer, não. Nos termos do princípio da legalidade o Ministério Público (MP) desde que tenha notícia de um crime tem de investigar e as notícias dos ‘leaks’ são óbvias e retumbantes e o MP não o pode desconhecer”, sublinhou.

A antiga eurodeputada sublinhou que “não foram as autoridades que cometeram qualquer crime de obtenção de provas proibidas “ e que “não é isso que está em causa, pois o acesso ilegal é uma questão cuja responsabilidade se verá, mas uma coisa é certa: uma vez que há notícia no domínio público, não interessa como as provas foram conseguidas, é impossível as autoridades desconhecerem-nas e é por isso que existe a contradição das autoridades a dizerem que não e não fizeram nada relativamente ao Football Leaks, mas em relação ao Luanda Leaks não podem desconhecer porque inclusivamente estão a ser solicitadas pelas autoridades angolanas no quadro de cooperação bilateral”.

“Têm de olhar para elas e agir, é preciso que ajam e ajam rápido”, enfatizou.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. PT é uma Coreia do Norte, China um Regime Macaco.
    O Junckers já disse aberta e claramente que a UE começa em Espanha. E sabe porquê, porque PT não cumpre na integra o DIreito Comunitario, cumpre o que lhe apeteçe o resto contorna ou simplesmente não aplica.
    A Lavagem de Cerebro dos Marxistas e dos trolhas é que fazem as pessoas acreditar que isto é um “espetáculo” de País quando é o contrario.

RESPONDER

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …

Centro Hospitalar Lisboa Norte vai alargar uso de medicamento para fibrose quística a mais cinco doentes

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), Luís Pinheiro, disse hoje que a instituição já usa há cerca de um mês um novo medicamento para a fibrose quística, que poderá chegar em …

No Porto, haverá transporte para vacinação disponível para todos a partir de terça-feira

Todos os munícipes do Porto que forem convocados no âmbito do plano de vacinação contra a covid-19 vão poder usufruir de um programa de transporte em colaboração com as centrais de táxis, anunciou hoje a …