Amputada resistiu à perda, melhorou imagem e é modelo em desfile de moda

ANAMP / Facebook

Desfile de Moda Inclusiva promovido pela Associação Nacional de Amputados, ANAMP

Rita Alves perdeu metade de um braço num acidente de trabalho aos 33 anos e hoje, oito anos depois, voltou a trabalhar numa cozinha, sonha fazer voluntariado em Moçambique e vai participar, como modelo, num desfile de moda inclusivo.

Quando em 2003 perdeu o antebraço e metade do braço, ficando com uma invalidez de 87%, Rita Alves era cozinheira chefe num restaurante no Porto. Seguiram-se oito anos de sofrimento e várias tentativas de suicídio.

Desisti de viver”, recorda de um processo de “rejeição do que tinha acontecido e vergonha de ser vista na rua amputada” e cujas implicações ditaram não só o seu “divórcio e desinteresse pelos filhos” como também por ela, acabando por chegar aos 102 quilos e por sofrer um enfarte em 2010.

Em 2011, e após um incêndio na sua cozinha, viu-se obrigada a pedir ajuda a uma associação de Matosinhos – Sociedade São Vicente de Paulo – que mais tarde a viria a convidar para ali fazer voluntariado.

Hoje sou a responsável pela cozinha na cantina social da Sociedade São Vicente de Paulo e faço ‘workshops’ diários com os idosos, ajudando-os a preparar o que será mais tarde a sua sobremesa do jantar”, conta, orgulhosa do seu regresso às cozinhas.

Confessando que “os sorrisos dos idosos são hoje a sua força”, Rita Alves investiu na sua imagem e contabiliza, com vaidade, os “40 quilogramas que perdeu entretanto”, preparando-se para em novembro ter um novo desafio profissional, a trabalhar na cozinha de um café.

Quando a antiga chefe de cozinha participar no Desfile de Moda Inclusiva promovido pela ANAMP, Associação Nacional de Amputados, na Exponor, no âmbito da Feira Normédica/Ajutec, mais do que uma pessoa sem o antebraço direito, pontificará alguém que ousou resistir depois de oito anos em que a depressão a fez perder quase tudo.

“Acho que as fases negativas por que tinha de passar já aconteceram. Agora sonho em viajar pelo mundo”, contou a modelo da ANAMP que, assumindo o “bichinho do voluntariado”, tem em mente um novo desafio: integrar uma missão de voluntariado em Moçambique “para poder ajudar as crianças” daquele país.

Dizendo-se “perfeitamente adaptada” à nova vida, recorda que “até a prótese rejeitou” por considerar ser-lhe “mais fácil fazer as coisas sem ela”.

E num trajecto em que “nada aconteceu por acaso” adoptou uma cadela rafeira, a Jade, também ela amputada de uma pata, e que só não vai desfilar com ela na Exponor, ao som da Orquestra da Casa da Música, “por estar doente”.

Em declarações à Lusa, a presidente da ANAM, Paula Leite, explicou que o desfile inclusivo “destina-se a mostrar às pessoas amputadas que a vida não terminou com o acidente que sofreram” e que “há condições para continuar a ter uma vida activa”.

Os 15 modelos irão desfilar trajando roupas do Corte Inglés, mas com as próteses à mostra, mostrando que “não há razões para sentir menos bonitos que as outras pessoas nem é o fim da vida pelo facto de ter perdido um membro”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …

Os aeroportos mudam o nome das pistas (e a culpa é dos pólos magnéticos da Terra)

O pólo norte magnético pode mover-se até 64 quilómetros por ano. Isto pode ser um problema para os pilotos de aviões. A pista 17L/35R, no Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom, no estado norte-americano do Texas, não terá …

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …

Os animais perdem o medo dos predadores depois de contactarem com o Homem

Uma nova investigação concluiu que os animais selvagens perdem rapidamente o medo dos seus predadores depois de entrarem em contacto com o Homem. A maioria dos animais selvagens, como é o caso dos leões, exibe …

Há mais 884 casos confirmados e oito óbitos por covid-19 em Portugal

De acordo com o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista, este sábado, mais oito óbitos e 884 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Assim, Portugal contabiliza, desde o início da …