“Amorim-Nike”. Produto inovador é feito a partir de ténis reciclados da Nike e cortiça portuguesa

A Corticeira Amorim estabeleceu uma parceria com a Nike para o desenvolvimento de um produto inovador e ecológico que é fabricado em Portugal, a partir de ténis reciclados e de cortiça. O “Amorim-Nike” será usado em obras em casa e será exportado para países como EUA, França e Alemanha.

Esta parceria entre a Corticeira Amorim e a Nike surge do crescente interesse da empresa portuguesa pela chamada economia circular, bem como da aposta na sustentabilidade e na preservação do ambiente. Mas também assenta na necessidade de encontrar novas formas de produção e produtos inovadores, para rentabilizar as receitas.

O “namoro” com a Nike começou “há um ano e meio”, como revela o presidente do Conselho de Administração da Corticeira Amorim, António Rios Amorim, em entrevista ao Eco.

“Trabalhámos com equipas deles de sustentabilidade em Seattle, depois o assunto foi para a Holanda. Criámos uma linha de produção para a economia circular, para ver como podemos valorizar os subprodutos ou resíduos de outras indústrias, combinando-os com as vantagens técnicas e ambientais da cortiça“, destaca este responsável.

É, neste âmbito, que surge o “Amorim-Nike”, um novo tipo de sub-pavimento “de baixíssima pegada carbónica” e que poderá ser usado “para fazer obras em casa ou na garagem”, como explica António Rios Amorim.



“No futuro, quando alguém disser “temos de substituir aqui esta borracha sintética, ou este plástico, por um produto natural”, a escolha vai ser a cortiça”, considera o responsável da Corticeira Amorim, notando que isto “já está a acontecer” nesta altura.

O “Amorim-Nike” encaixa nesta realidade, tirando partido de um projecto da Nike que recicla as “sapatilhas em fim de vida dos atletas ou dos desportistas”, como afiança o dirigente da empresa portuguesa.

O sub-pavimento que resulta da parceria “utiliza precisamente este novo material feito a partir de ténis reciclados e a cortiça“, acrescenta António Rios Amorim.

“A Nike pega nas sapatilhas em fim de vida, tritura tudo, separa a parte têxtil das solas e das espumas. Envia-nos e nós misturamos aquilo com cortiça. Este compósito vai resultar num novo sub-pavimento para a construção civil“, destaca ainda.

A produção deste material inovador vai ser feita em Portugal, havendo expectativas de exportação para “várias cadeias internacionais, como a Leroy Merlin“, para países como “EUA, França, Alemanha”, segundo nota ao Eco António Rios Amorim.

“Vai ser absolutamente fantástico do ponto de vista da pegada ambiental, do comportamento acústico e térmico“, acrescenta o responsável da Corticeira Amorim, notando que o produto já está “desenvolvido”.

“Do ponto de vista legal, o processo nunca mais tem fim, mas já há uma intenção comercial dos dois lados”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É muito louvável esta parceria. E que a esta se sigam muitas mais, para podermos ter um mundo melhor. Parabéns ao grupo Amorim!

  2. São lindos os sobreiros com os seus troncos cor de canela, Com a capacidade que têm para gerar negócio, para ajudar a controlar os incêndios e para alimentarem o porco preto com as suas bolotas, por que não se estimula a sua plantação?

    • Sabendo em media que é preciso 25 Anos até ao primeiro descortiçamento, muitos pequenos proprietários (sobretudo mais idosos), não só não suportariam o custo de preparação, plantação e manutenção, simplesmente para ver a árvore crescer, isto se nada de imprevisto suceder !….quanto aos ditos “estímulos”, só são concedidos a alguns e sabemos quais !

RESPONDER

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …

A colisão secreta entre navios soviéticos e britânicos podia ter tido um desfecho drástico

Colisão aconteceu durante um dos períodos mais quentes da Guerra Fria e foi camuflado pela marinha britânica, que tratou de fazer regressar a sua embarcação à base de Devonport durante a noite para evitar dar …

Esta garrafa de tequila demorou seis anos para ser desenvolvida (e contém ouro)

A Clase Azul Spirits é uma empresa que comercializa tequila e está a preparar uma edição limitada para homenagear o legado artesanal do México - de onde a bebida é originária. A 2 de agosto, a …

Covid-19. Milhares de franceses protestam contra passe sanitário

Milhares de pessoas concentraram-se este sábado em Paris para protestar contra o passe sanitário — certificado de vacinação contra a covid-19 que passa a ser obrigatório para entrar em vários locais —, tendo a polícia …

"Toque de Midas" científico. Químicos transformam água purificada em metal dourado

Esta nova descoberta ajuda a entender o estado de transição da água e pode vir a ser importante no estudo de planetas como Neptuno ou Urano. Numa experiência alucinante, cientistas conseguiram transformar água purificada num metal …