“Acabou-se o amor e as versões alteraram-se.” Maria e Mariana julgadas pela morte de Diogo Gonçalves

O Tribunal de Portimão começou, esta quarta-feira, a julgar duas mulheres suspeitas de terem matado um jovem, em março do ano passado, no Algarve.

As arguidas – uma enfermeira e uma segurança – estão acusadas pelo Ministério Público (MP) dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver, dois crimes de acessos ilegítimo, um de burla informática, roubo simples e uso de veículo.

Mariana Fonseca e Maria Malveiro, na altura namoradas, “agiram em conjunto de esforços” para conceber um plano que retirou a vida a um informático de 21 anos, trabalhador num resort de Lagoa, onde conhecera Maria, de 20 anos, e por quem teria manifestado simpatia.

Diogo Gonçalves recebera 70 mil euros de indemnização da morte da mãe num acidente de viação. Duas semanas depois do homicídio do jovem, Mariana e Maria – que foram identificadas pela Polícia Judiciária (PJ) graças aos movimentos bancários que fizeram após a morte de Diogo Gonçalves – foram detidas, em março do ano passado.

Esta quarta-feira, começou o julgamento das duas suspeitas de terem matado o jovem.

De acordo com o Público, Mariana Fonseca disse que se sentia “coagida” e que estaria disposta a apresentar a sua versão dos factos, desde que Maria não estivesse presente.

Depois de o tribunal ter acedido ao seu pedido, fez uma espécie de mea culpa e mostrou arrependimento. “Se pudesse voltar atrás, faria muitas coisas diferentes. Não sou culpada pela morte dele [Diogo], não fiz nada nesse sentido”, afirmou, depois de, na fase do primeiro interrogatório, ambas terem assumido a co-autoria dos crimes.

Acabou-se o amor e as versões alteraram-se“, disse João Grade, advogado de defesa de Mariana Fonseca, resumindo assim declarações da jovem.

De acordo com a versão da enfermeira, ao início da tarde de 20 de março do ano passado, foram ambas de carro a casa de Diogo, em Algoz. Mariana, de 24 anos, ficou na viatura, enquanto Maria entrou e executou o plano que estaria desejado.

O jovem terá sido amarrado a uma cadeira e, quando Mariana entrou na sala, “já o Diogo estava inconsciente”, depois de ter tomado um sedativo (Piazpn), bebido com um sumo de laranja.

Mariana terá perguntado a Maria se se tratava de “alguma cena sexual?, mas a segurança disse-lhe: “não te metas, e vai para o quarto”. Quando regressou, disse, Diogo já havia sido estrangulado.

Depois, segundo o diário, foram cortados dois dedos da mão direita, que serviram para desbloquear o telemóvel e fazer duas transferências de 350 euros, para as contas de cada uma delas. Das caixas multibanco fizeram mais quatro ou cinco levantamentos.

A cabeça do cadáver foi encontrada no sítio do Pego do Inferno, em Tavira, e o tronco numa arriba próximo de Sagres. A próxima sessão do julgamento está marcada para esta sexta-feira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …