Amesterdão convida turistas a “casar” com um local durante um dia. A lua de mel é na cidade

Cipaz CiCCiO / Flickr

Os turistas que visitam a capital holandesa estão a ser convidados a “casar” com habitantes locais, durante um dia. O objetivo é melhorar as relações entre moradores e visitantes e combater os efeitos negativos do excesso de turismo.

Como forma de descentralizar o turismo e criar nos turistas o sentimento de “pertença” ao local, a cidade lançou a iniciativa “Untourist Amsterdam”, que oferece aos turistas várias atividades para descobrir a cidade de uma forma diferente.

Uma das atividades é a “Marry An Amsterdammer”, onde um habitante local e um visitante são conduzidos a uma cerimónia de casamento, com direito a alianças e roupas adequadas. A cerimónia dura cerca de 35 minutos e a “lua de mel” passada a explorar lugares menos conhecidos da cidade. O casamento é apenas simbólico e sem vinculo jurídico.

Outras atividades peculiares incluem o “namoro de ervas daninhas”, em que um visitante encontra um habitante local para se conhecerem enquanto arrancam ervas daninhas numa quinta urbana ou caminhar com um habitante idoso pelo parque, entre outras.

“A ideia é que os turistas não apenas se alimentem da cidade, mas também possam construir uma conexão com as pessoas que cá moram”, disse Jona Rens, fundadora da Wed and Walk, a capela no distrito De Pijp, em Amesterdão, ao The Guardian.

“O turismo pode ser muito mais do que tirar uma selfie nos canais”, afirmou Nico Mulder, da amsterdam & partners. “Não estou dizendo que mais ninguém vá ao Museu de Van Gogh ou à Casa de Anne Frank, mas é muito positivo ver mais turistas e cidadãos de Amesterdão como um só, em vez de se oporem uns aos outros.”

No ano passado, cerca de 21 milhões de pessoas visitaram Amesterdão. Tentativas de lidar com esses números resultaram em campanhas como Enjoy e Respect, lançadas em junho de 2018, distribuindo multas altas por incómodos, como lixo e urinar em público.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Francisco George defende vacinação de crianças com menos de 5 anos contra a covid-19

As crianças maiores de cinco anos devem ser vacinadas contra a covid-19, desde que a segurança e a eficácia da vacina estejam comprovadas cientificamente nestas idades, defende o médico especialista em saúde pública Francisco George. A …

Cientistas imprimiram, pela primeira vez, células cerebrais vivas em 3D

Uma equipa de cientistas usou uma nova técnica laser e conseguiu imprimir em 3D células cerebrais vivas. A maioria dos neurónios sobreviveram durante mais de dois dias após terem sido impressos em 3D, o que significa …

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …

Marte sobreviveu a super-erupções (que libertaram "oceanos" de poeira e gases tóxicos)

A região de Arabia Terra, situada no norte de Marte, já foi palco de erupções suficientemente potentes para libertar "oceanos" de poeira e gases tóxicos no ar.  A NASA confirmou, recentemente, que uma região do norte …

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …