Nunca tantos milhões de americanos se atrasaram a pagar as prestações do automóvel

Sete milhões de norte-americanos estão atrasados, em mais de 90 dias, no pagamento dos seus empréstimos automóveis. É mais um milhão de pessoas, comparativamente a 2010.

O número é um recorde. São ao todo sete milhões de habitantes dos Estados Unidos que estão atrasados no pagamento dos empréstimos automóveis. Apesar da baixa taxa de desemprego, os americanos têm dificuldades em cumprir os prazos do pagamento. O estudo foi realizado pelo Banco da Reserva Federal de Nova Iorque.

De acordo com o estudo, os empréstimo para a compra de automóveis têm subido desde 2011, aumentando quase 9 mil milhões de euros. Só em 2018, o valor foi o mais alto de sempre, com um total de 515 mil milhões de euros.

Segundo a Fortune, o atraso no pagamento destes empréstimos é preocupante, uma vez que este é o tipo de contas que as pessoas tendem a pagar primeiro. O atraso alargado no pagamento de um carro pode levar a que o veículo seja penhorado para liquidar as dívidas.

“Com o crescimento do número de créditos auto, há agora mais mutuários de empréstimo automóveis subprime do que nunca e, portanto, com um alto risco de inadimplência“, realça o relatório do banco nova-iorquino.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …

Bolsonaro diz que confinamentos transformaram o Brasil num "barril de pólvora"

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, alertou esta quarta-feira que o país se tornou "um barril de pólvora" devido às medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos para tentar conter a disseminação da covid-19. "O Brasil está …

Valentina poderia ter sobrevivido se socorrida, afirma médico legista

O médico responsável pela autópsia de Valentina, a criança de nove anos que morreu após graves agressões, admitiu hoje ao Tribunal de Leiria que a menina poderia ter sobrevivido, "com sequelas", se tivesse sido socorrida. A …

Marcelo admite confinamentos locais, fala em "reta final" e aponta à "recuperação social"

O Presidente da República afirmou esperar que o estado de emergência esteja a caminhar para o fim, sem dar como certo que esta seja a sua última renovação, e admitiu confinamentos locais para conter a …

Caso Marquês: Distribuição do processo investigado. Recursos só chegam ao Tribunal da Relação em 2022

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) vai averiguar se há novos elementos que justifiquem uma alteração do seu entendimento de que não houve irregularidades na distribuição, na fase de investigação da Operação Marquês, ao juiz …

Estado condenado a pagar oito mil euros por demorar 24 anos a atribuir pensão de alimentos

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa condenou o Estado a pagar 8.500 euros a uma mãe, que esteve 24 anos à espera de uma pensão de alimentos para as duas filhas, hoje com 37 …