Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos. 

Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou o Instituto de Avaliação Educativa (Iave) após ter analisado as classificações das provas de aferição realizadas em janeiro pelos alunos do 3.º, 6.º e 9.º anos de escolaridade com os resultados dos inquéritos que foram então aplicados sobre o seu contexto socioeconómico.

Os resultados foram divulgados nesta segunda-feira numa sessão em que participou também o secretário de Estado Adjunto e da Educação João Costa.

O que o cruzamento do desempenho dos alunos com as suas condições familiares veio mais uma vez confirmar foi que o estatuto socioeconómico é “um importante preditor do sucesso escolar dos alunos”. E que tal pesa independentemente dos meios a que tenham acesso.

De modo a avaliar esta dimensão, o Iave foi comparar os desempenhos dos alunos beneficiários da Ação Social Escolar (ASE) com os dos estudantes que não têm apoios sociais. Primeira conclusão: os resultados destes últimos “são sempre superiores aos dos alunos com ASE, em todas as literacias, em todos os anos de escolaridade e em todos os níveis de proficiência”.

No 3.º ano, as diferenças entre os dois grupos oscilam entre 5,9 e 6,7 pontos percentuais; no 6.º ano vão de 6,8 a 9,6 e no 9.ºano variam entre 5,6 e 8,3. As maiores diferenças no 3.º e 6.º ano registam-se a literacia da leitura, no 9.º ano acentuam-se na literacia matemática.

“É de salientar as diferenças de desempenho verificadas em literacia da leitura entre alunos com e sem ASE, em particular no 6.º ano de escolaridade, o que indicia que as competências ligadas à literacia da leitura são eventualmente mais difíceis de desenvolver em contextos de suspensão das aulas presenciais”, sintetiza o Iave a propósito desta comparação.

Através dos questionários aplicados aos alunos, e porque as provas de aferição foram realizadas em pleno confinamento, tentou-se também avaliar se o acesso a aulas síncronas “está ou não relacionada com melhores desempenhos por parte dos alunos”. A resposta é positiva.

Por outro lado, acrescenta-se, “o desempenho dos alunos beneficiários de ASE é inferior, nas três literacias e nos três anos de escolaridade, ao desempenho dos alunos não beneficiários de ASE, independentemente de terem tido acesso a aulas síncronas ou não”.

No 3.º ano, entre os alunos que tiveram “sempre” aulas síncronas, a média numa escala de 100% em literacia da leitura foi de 52,9% para os alunos sem apoios sociais e de 47,6% para os mais carenciados.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Albertina Museum, em Viena, na Áustria

Cansados de ver posts removidos por nudez, museus de Viena aderiram ao OnlyFans

Cansados de ver as obras de arte que partilhavam nas redes sociais removidas por serem demasiado "explícitas", vários museus austríacos decidiram abrir uma conta na plataforma mais liberal OnlyFans. No passado, tanto o Conselho de Turismo …

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …