Alice Quintela aprendeu a nadar com 51 anos (e soma recordes aos 80)

Manuel Fernando Araújo / Lusa

A octogenária Alice Quintela soma medalhas e recordes nacionais na natação

Alice Quintela aprendeu a nadar aos 51 anos, aceitando logo depois o desafio de competir, e hoje, três décadas depois, detém 13 recordes nacionais no escalão dos 80 aos 84 anos, em piscina curta e longa.

“Vivo uma paixão daquelas”, disse à agência Lusa Alice Quintela, a nadadora de Matosinhos que, no Complexo de Piscina de Águas Santas, na Maia, aproveita o facto de ser viúva e “nem ter nada” que a “preocupe” para, dentro de uma piscina, três dias por semana, se envolver com o que mais gosta: a água.

E se a entrada na piscina surgiu um ano depois de ter começado a “fazer ginástica para ficar mais flexível”, procurando “simplificar” os problemas que “o facto de ter uma profissão muito parada” anunciavam, a adoração pela água vem-lhe desde a infância, conta.

Com os olhos arregalados, a nadadora, de 80 anos, relatou ter “sido habituada a ir para a praia cedo e a banhar-se logo às oito horas da manhã”.

A história que se segue já tem 30 anos, mas a nadadora do Clube de Natação da Maia recorda cada passo do que foi o processo “mais difícil” na vontade de abrir horizontes na piscina: federar-se.

“A minha médica de família recusou-se a preencher o impresso” que atestava a sua condição física para praticar desporto, lembrou Alice Quintela que, sem tempo para baixar os braços, entrou num contrarrelógio para conseguir a tempo a declaração médica para juntar ao processo a entregar na Federação Portuguesa de Natação.

Entre sorrisos, contou ter recorrido ao antigo médico de família a quem, “depois de muita conversa”, convenceu a passar os exames, acabando por ser aquele, “a dois dias do prazo para a inscrição encerrar, a assinar o impresso”.

“Ele ainda me alertou da morte recente de um futebolista de 23 anos, mas eu argumentei que a minha prova é de um minuto e tal enquanto o futebolista joga uma hora e meia”, recordou a recordista do escalão L, destinada a atletas de ambos os sexos entre os 80 e 84 anos.

Competindo nos estilos livre e costas, nas distâncias de 50 e 100 metros, tendo também já nadado os 200 metros livres, ao todo, contou à Lusa, tem “oito recordes nacionais em piscina curta e cinco em piscina longa”.

Alice Quintela, que “durante o dia não para”, assume que as 24 horas “não chegam para fazer tudo o que quer”.

E já com uma experiência de 30 anos a competir, Alice Quintela aconselha a sua geração e as anteriores a “mudar a sua mentalidade”, argumentando que “muitas das pessoas não sabem o que é a natação”.

“Não há nada que substitua a natação. É preciso gostar, ser assídua e persistente para aprender”, disse de uma “força de vontade” que deve superar o “pensar nos cabelos e na pintura [maquilhagem]”.

Muito mais jovem, Ana Oliveira, a treinadora, garantiu à Lusa que aprender a nadar na terceira idade não é problema: “isto é uma realidade, de mito não tem nada. Em qualquer altura da vida podemos aprender a nadar como é o caso da Dona Alice, que aprendeu aos 50 anos”.

Da sua aluna com idade mais avançada elogiou “um espírito muito aberto”, o facto de que “nada a impede de chegar aos objetivos que define e estipula”, considerando ser essa é a “grande vantagem”: “quer e faz”.

Reconhecendo ser o seu exemplo uma “gota de água numa piscina” se comparada com o panorama nacional naquela faixa etária, Ana Oliveira considerou-o “reflexo de uma cultura desportiva que em Portugal ainda falta um bocadinho ganhar”.

A caminho dos 81 anos, Alice Quintela, segundo a treinadora que a ensina no Complexo de Piscinas de Águas Santas, “tem potencial para melhorar os seus tempos”, bastando, para tal, aprimorar a “nível técnico”.

“Espero tê-la muitos mais anos como minha atleta”, disse, reconhecendo um aliado na “vontade” da octogenária de alimentar a sua atração infantil pela água.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …

Retrato de Monsieur Lavoisier e a sua esposa Marie-Anne-Pierrette Paulze.

Análise revela composição secreta debaixo de retrato de Lavoisier

Um icónico retrato do químico francês Antoine-Laurent de Lavoisier e da sua esposa, Marie-Anne, mostrou ter uma composição escondida debaixo dele. Antoine-Laurent de Lavoisier foi um químico francês fundamental para a revolução deste campo científico no …

Combustíveis: governantes "não fizeram o trabalho de casa"

A presidente executiva da OZ Energia, Micaela Silva, defendeu que o “Governo devia intervir menos” no mercado dos combustíveis, porque é liberalizado e não tem margens excessivas de comercialização, mas é “muito penalizado” pela quantidade …