Se não quer que a Alexa e a Siri ouçam a sua vida privada, basta usar uma “pulseira do silêncio”

Uma equipa de professores de ciência da computação da Universidade de Chicago inventou uma pulseira especial que interfere com todos os microfones próximos, incluindo os dos altifalantes e assistentes inteligentes.

As câmaras de segurança e altifalantes inteligentes da Amazon e da Google, que já venderam milhões de unidades em todo o mundo, podem representar um grande risco para a segurança e privacidade tanto no caso da possível monitorização das empresas de tecnologia quanto no caso de hackers.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, 24% dos adultos norte-americanos têm um altifalante inteligente nas suas casas.

Para os que acreditam que estes aparelhos estão de “ouvidos” bem abertos, a gravar conversas particulares, os investigadores começam a desenvolver acessórios para preservar a privacidade das suas interações.

Uma equipe de professores de ciência da computação da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, inventou um bracelete que interfere com todos os microfones próximos para impedir qualquer captura sonora.

A robusta “pulseira do silêncio” possui 24 altifalantes que emitem sinais ultrassónicos impercetíveis. Qualquer microfone próximo deteta as altas frequências como ruído estático que abafa a fala do utilizador.

“É tão fácil gravar hoje em dia”, explicou Pedro Lopes, professor da Universidade de Chicago. “Esta é uma defesa útil. Quando tem algo particular a dizer, pode ativá-lo em tempo real. Quando reproduzirem a gravação, o som desaparecerá”, comentou o professor sobre as possíveis aplicações do acessório.

A privacidade é um direito e, em tese, acessórios como este não deveriam ter de existir. Isso está escrito no artigo 12 da Declaração Universal dos Direitos Humanos: “o direito à privacidade nos dá a capacidade de escolher que partes neste domínio podem ser acedidas por outras pessoas, e para controlar a extensão, formato e o momento do uso dessas informações que escolhemos para divulgar.”

“O futuro é ter todos estes dispositivos [como altifalantes inteligentes e câmaras de segurança] ao seu redor, mas teremos de assumir que estão potencialmente comprometidos”, explicou Ben Zhao, professor de ciência da computação da Universidade de Chicago. “O seu círculo de confiança terá de ser muito mais pequeno, às vezes até ao seu corpo”.

Sobre a importância do bracelete do silêncio, “as novas tecnologias estão a corroer continuamente a nossa privacidade e anonimato. As pessoas estão à procura de uma opção de não participação, que é o que estou a tentar oferecer”, completou Lopes.

Por enquanto, o acessório é um protótipo, mas, de acordo com os investigadores, poderia ser fabricado por apenas 20 dólares (cerca de 18 euros).

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Miranda do Corvo decreta três dias de luto municipal por morte de bombeiro

A Câmara de Mirando do Corvo decretou três dias de luto municipal em memória do bombeiro da corporação de voluntários da vila José Augusto Dias Fernandes, que morreu no sábado, durante o combate a um …

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …