Alemanha vai acolher Euro 2024

A fase final do Campeonato da Europa 2024 vai ser disputada na Alemanha, prova que já acolheu em 1988, anunciou esta quinta-feira Aleksander Ceferin, presidente da UEFA.

A candidatura alemã venceu a da Turquia na corrida pela organização da 17.ª edição do torneio, na votação realizada durante a reunião do Comité Executivo da UEFA, na sede do organismo regulador do futebol europeu, em Nyon (Suíça).

Belim, Colónia, Dortmund, Dusseldorf, Frankfurt, Gelsenkirchen, Hamburgo, Leipzig, Estugarda e Munique serão as cidades-sede do Europeu de 2024, que contará com 24 seleções e voltará a ser disputado num único país, uma vez que a próxima edição, em 2020, vai realizar-se em 12 cidades de diferentes países europeus.

A Alemanha, que foi também o país anfitrião de duas edições do Campeonato do Mundo, em 1974 e 2006, organizou pela primeira e única vez o Europeu de 1988, dois anos antes da reunificação, numa edição sem a participação de Portugal.

A Holanda conquistou em Munique, em 25 de junho de 1988, o único grande título internacional, ao vencer na final a União Soviética, por 2-0, com o avançado Marco van Basten a marcar um dos golos mais icónicos da história do futebol, ao conseguir um improvável ‘chapéu’ sobre o guarda-redes Rinat Dasayev.

O presidente da federação alemã, Reinhard Grindel, e o vice-presidente da federação turca, Servet Yardimci, que integram a lista de 19 membros do Comité Executivo, não participaram na votação secreta realizada hoje pelo órgão de cúpula da UEFA.

De acordo com a AP, a candidatura germânica, considerada favorita, recolheu 12 votos dos membros do Comité Executivo, contra quatro favoráveis à Turquia, que já tinha sido derrotada na corrida à organização dos Europeus de 2008, 2012 e 2016, tendo-se registado uma abstenção.

O projeto alemão, que indica as cidades de Berlim ou Munique como os dois palcos possíveis para a final da competição, deverá proporcionar a venda de mais 400 mil bilhetes do que os que foram transacionados no Euro 2016, em França, e mais 300 mil relativamente à proposta turca.

A crise financeira na Turquia, cuja lira perdeu quase metade do valor relativamente ao euro, e a introdução pela primeira vez no processo de escolha da UEFA de um critério relativo ao respeito pelos direitos humanos também contribuíram para a vitória da Alemanha, que tinha como embaixador o ex-futebolista Phlipp Lahm, campeão mundial em 2014.

O Campeonato da Europa, a principal prova de seleções no continente, realizou-se uma única vez em Portugal, em 2004, tendo a seleção portuguesa perdido na final com a Grécia, por 1-0, em jogo realizado no Estádio da Luz, em Lisboa.

A equipa das quinas conseguiu conquistar pela primeira vez o título europeu 12 anos mais tarde, em 2016, em Paris, ao impor-se na final à anfitriã seleção francesa, também por 1-0, após prolongamento.

PARTILHAR

RESPONDER

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …

Retenção na fonte mensal reduzida em cerca de 2%. Salários terão um "ligeiro aumento"

As retenções na fonte em 2021 sobre salários de trabalho dependente vão reduzir-se em cerca de 2% face às praticadas este ano e irão permitir um “ligeiro aumento” do rendimento líquido mensal, segundo simulações da …

Em março já deverá haver imunização “suficientemente grande” da população

O epidemiologista Manuel do Carmo Gomes defendeu esta quinta-feira que “se tudo correr normalmente” com a vacinação contra a covid-19, no final de março haverá uma imunização “suficientemente grande” na população para evitar “grandes aumentos …

Quatro mortos e um ferido em explosão em estação de águas residuais em Bristol

Quatro pessoas morreram e outra ficou ferida após uma grande explosão numa estação de tratamento de águas residuais de Bristol, no sul de Inglaterra,. As vítimas mortais são três funcionários e um trabalhador externo, disse o …

Ventura diz que Marcelo quer flexibilização das restrições no Natal

O líder e deputado único do Chega, André Ventura, afirmou esta quinta-feira que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a vontade de que haja alguma flexibilização das restrições à circulação no Natal. Após …