Há uma aldeia na Síria onde só entram mulheres

A “aldeia das mulheres livres”, situada no norte da Síria, quer ajudar mulheres sírias a recomeçar uma nova vida, longe da guerra e numa comunidade ecológica e auto-suficiente.

No norte da Síria, a cerca de 60 quilómetros de distância de Aleppo, surgiu Jinwar, a chamada “aldeia das mulheres livres”. Nesta vila, só vivem pessoas do sexo feminino, mulheres que, sozinhas, arregaçaram as mangas para fugir da guerra e dos homens.

Pelo menos é isso que conta à TSF Nujin Derya, uma estudante alemã de 27 anos que chegou a esta “terra livre” há cerca de um ano e meio, quando a aldeia estava ainda a começar a ser construída.

“A ideia é criar um sítio onde mulheres de diferentes origens podem viver juntas, em comunidade, de uma forma auto-suficiente e ecológica, que cria a possibilidade de tomarem as suas vidas nas suas próprias mãos”, conta a voluntária à rádio.

De acordo com a TSF, a ideia partiu do Movimento das Mulheres Curdas e, rapidamente, recolheu o apoio de várias outras organizações dos direitos das mulheres.

“Quem escolhe vir para esta aldeia são, em parte, mulheres que perderam os seus maridos na guerra e que têm vários filhos. Outras são mulheres que não querem casar, que têm situações difíceis dentro da família, ou que se divorciaram”, explica a alemã.

Para já, a aldeia ainda está a ser construída (com a ajuda não só de mulheres mas também de homens) mas, quando estiver pronta – com 30 casas para cerca de 60 mulheres e crianças -, o objetivo é que membros do sexo oposto não possam ficar. “É claro que podem visitar e apoiar a aldeia. Mas não podem ser parte da organização básica da vida aqui”, esclarece a voluntária.

Além das doações, o projeto está a ser concretizado, sobretudo, “com aquilo que a terra lhes dá”. Por exemplo, as casas são feitas de terra e palha e toda a alimentação é feita com os produtos cultivados no local.

“Há uma grande horta e espaços para plantar trigo e cevada. Também já plantámos vegetais e árvores de fruto. Tudo é cultivado aqui”, explica Nujin, acrescentando que está também a ser construída uma padaria.

Relativamente à administração da aldeia, o objetivo é que seja um trabalho conjunto, com a existência de assembleias periódicas que reúnam todas as habitantes. “As mulheres podem autopropor-se ou ser propostas por outras mulheres para fazer parte desta assembleia, respeitando os princípios básicos da democracia“, avança à rádio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …