Agentes da PSP metem baixa e deixam Divisão do Seixal e de Almada sem ninguém

Tiago Petinga / Lusa

Oito agentes da PSP da Equipa de Intervenção Rápida (EIR) da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial (EIFP) do Seixal, que iriam estar de serviço das 8h00 às 20h00 desta quinta-feira, faltaram ao serviço. Sete meteram baixa médica e um deles meteu assistência à família.

“Como não me canso de dizer, nos tempos difíceis por que estamos a passar, sobretudo o pessoal operacional que trabalha todos os dias na rua, só com uma grande camaradagem e espírito de corpo entre todos os polícias nos podemos defender uns aos outros e minimizarmos as possibilidades de sermos enxovalhados ou agredidos no desempenho da nossa missão. A nossa força vem da nossa união e camaradagem”, lê-se na comunicação do comandante que, a seguir, manifesta a sua preocupação com a falta dos agentes daquela equipa.

Segundo Manuel Viola, citado pelo Público, “caso haja um problema grave durante o turno das 8 às 20 horas na área da Divisão do Seixal, não haverá ninguém da EIR do Seixal para dar apoio aos seus camaradas que possam estar em dificuldade, havendo pois a necessidade de pedirem apoio a outra divisão, com o consequente maior tempo que irá demorar esse socorro mais musculado”.

Esta quinta-feira, os agentes tiveram tarefas acrescidas devido à greve dos motoristas. “Logo por coincidência, esta situação, de toda a EIR do Seixal estar doente, ainda é mais grave no dia de hoje, pois a EIR de Almada foi dar apoio ao pessoal da Divisão do Barreiro, em virtude de termos um terminal naquela cidade de distribuição de combustível e existir lá um piquete de greve que, eventualmente, poderia causar problemas que obrigassem o nosso pessoal a intervir”.

Devido à situação da greve, a EIR do Seixal, por estar mais próxima das duas divisões, estava a dar apoio a ambas, “mas como parte do pessoal ficou doente, implicou que ambas as divisões ficassem sem apoio a nível da EIR”.

“Quanto aos que ficaram doentes da EIR do Seixal, por coincidência todos ao mesmo tempo, desejo-lhes as melhoras e iremos estar muito atentos ao evoluir da sua saúde e espero que ninguém das outras esquadras hoje neste horário de serviço, das 8 às 20 horas, precise de ajuda ou por falta dela venha a sofrer algum enxovalho ou ferimento em alguma intervenção policial”.

O Movimento Zero – de defesa dos elementos das forças de segurança em Portugal -, tem incentivado os agentes a meterem baixa médica entre 15 a 18 de agosto como forma de protesto.

Contactado pelo mesmo jornal, o porta-voz da plataforma dos Sindicatos da PSP, Carlos Meireles, disse que “o Movimento Zero, apesar de não ter cara que o identifique e não pretender colagens aos sindicatos policiais”, tem a “solidariedade” destes sindicatos “na sua luta e forma como se manifesta, que é fruto do desespero e tratamento degradante a que todos os dias os polícias são sujeitos quando em serviço”.

De acordo com este sindicalista, “se a tudo isso juntarmos as más condições de trabalho a falta de equipamento, a surdina dos sucessivos governos e direções nacionais, questionamos nós o que nos resta como forma de luta, quando não temos direito à greve”.

Carlos Meireles recorda ainda que a situação torna-se mais grave “quando estamos no pico do verão”. “Os turistas chegam em massa a Portugal e os polícias são desviados para conduzir camiões, quando deveriam andar a desempenhar as funções para as quais foram preparados – manutenção da ordem pública e proteção das pessoas e do seus bens”.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …

Mais 1062 casos e seis mortes por covid-19. Internamentos continuam em queda

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço. Mais seis pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e mais 1062 casos …

Crescimento sustentado da economia dá margem ao Governo nas negociações para OE

Governo tem a seu favor uma evolução positiva das receitas fiscais, o que lhe deverá permitir metas mais ambiciosas de redução do défice ou, em alternativa, assumir mais medidas com impacto negativo no orçamento. O crescimento …

Portugal contratou mais professores, mas salários baixaram

Em ano de pandemia, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra as diferenças que existem nas carreiras dos professores na Europa e em Portugal. O reforço do número de professores no …

Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal - pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal. A falta …

Líder do Estado Islâmico no Grande Saara morto por forças francesas

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou esta madrugada que o líder do grupo terrorista "Estado Islâmico no Grande Saara" (EIGS), Adnan Abu Walid Sahraoui, foi "neutralizado" por forças militares francesas. "Trata-se de um novo grande sucesso …