Agência que inventou a Internet vai criar super-soldados sem medo

A DARPA, divisão científica do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, está a coordenar os esforços de diferentes laboratórios de biotecnologia para criar medicamentos avançados e terapias bio-eléctricas que permitam suprimir o medo num soldado em missão arriscada.

A Defense Advanced Research Projects Agency, divisão científica do Pentágono, que desenvolveu nos anos 70 a Arpanet, rede pioneira percursora da Internet que hoje conhecemos, tem sido responsável por alguns dos mais inovadores projectos militares norte-americanos.

Entre outros projectos tão arrojados quanto estranhos, a DARPA está presentemente a usar o seu orçamento de 3 mil milhões de dólares para desenvolver veículos militares super-velozes que se conduzem sozinhos, robots espiões que comem plantas para recarregar as baterias, patogénios que lutam contra armas biológicas invasoras do organismo, e plataformas aéreas para aterragem e reabastecimento de drones.

Segundo o Christian Today, a DARPA propõe-se agora criar um programa terapêutico, à base de drogas medicinais e tratamentos bio-eléctricos, para tornar realidade uma velha ideia da ficção científica: o soldado sem medo.

Nesse sentido, a agência organizou uma conferência com diferentes laboratórios científicos seus associados, e desafiou-os a encontrar novas tecnologias avançadas que permitam manipular o sistema nervoso de soldados em combate.

Segundo Doug Weber, director do programa científico da agência, controlar o sistema nervoso dos soldados passa por manipular o seu sistema imunitário e controlar os níveis de pressão arterial e de libertação de adrenalina.

“Conter o medo e a ansiedade é especialmente útil para soldados em combate que tenham que lidar com ambientes particularmente stressantes”, explicou Weber aos laboratórios.

A DARPA está particularmente focada em estabelecer comunicação directa com o organismo dos soldados e controlar a entrega de informação ao seu sistema nervoso.

“Em vez de medicamentos, poderemos vir a usar circuitos electrónicos implantados no corpo para regular os níveis de stress”, diz Doug Weber, “seria um modificador do estado de espírito”.

Além da aplicação em situações de combate, o programa poderá vir a mostrar-se útil no tratamento de casos de stress pós-traumático em soldados de regresso a casa.

Efectivamente, é trágico o número cada vez mais frequente de soldados que sobrevivem à guerra apenas para sucumbir em casa ao pânico – e a uma overdose de medicamentos anti-psicóticos.

“Se conseguirmos isto”, garante Weber, “estaremos a mudar as regras do jogo”.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já dizem à boca cheia que fazem supersoldados. Mas não o dizem que os fazem HÁ IMENSO TEMPO! Hipócritas.
    Ainda é mais triste saber que milhões e milhões são gastos em guerras, quando podia ser usado para dar casa e comida a muita gente. Entretanto os EUA têm uma dívida gigantesca… Falidos há muito tempo, mas dinheiro para a guerra há sempre…
    Já mete ranço tanta guerra.

  2. O soldado sem medo não se agacha para se proteger das balas, não se coíbe de avançar sobre campos possivelmente minados e não receia pela vida dos seus camaradas ou de civis.

    Vai ser um sucesso! 😉

RESPONDER

Uniforme da II Guerra Mundial encontrado num pacote "cheio de história"

Um uniforme de piloto da Força Aérea Real (RAF), usado na II Guerra Mundial, foi descoberto embrulhado num pacote feito de folhas de jornais e vai agora a leilão. De acordo com a cadeia televisiva CNN, …

Primeiro motociclo voador do mundo pode alcançar uma velocidade de quase 490 km/h

A empresa Jetpack Aviation concluiu os testes referentes ao projeto Speeder, para o desenvolvimento de uma aeronave que faz descolagens e aterragens na vertical. Segundo a companhia, o veículo, que se assemelha a um motociclo, …

Scarlett Johansson processa Disney por estreia de "Viúva Negra" no streaming

A atriz norte-americana processou a Disney, esta quinta-feira, por violação do contrato, na sequência do lançamento digital do filme "Black Widow" na plataforma de streaming, adiantando que o seu salário estava dependente das receitas de …

Incidente com módulo russo fez EEI mudar de posição

A Estação Espacial Internacional (EEI) perdeu, esta quinta-feira, o controlo de orientação e saiu da posição configurada, na sequência de um incidente com o módulo russo Nauka. A situação, que se prolongou durante 47 minutos, aconteceu …

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa como a varicela

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela. O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno …

Task force concorda que número de mortos e internados vacinados seja divulgado

A sugestão apresentada pelo presidente da Assembleia da República, de se divulgar os dados da vacinação nos internamentos e óbitos por covid-19, "é muito sensata", defendeu o coordenador da task force do plano de vacinação. Em …

Lucro da CGD sobe 18% para 294 milhões de euros no primeiro semestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou 294 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, mais 18% do que no período homólogo, foi anunciado esta sexta-feira. "A Caixa Geral de Depósitos registou 294 milhões de …

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%. Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair …

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …