Agência DBRS mantém rating de Portugal

European Parliament / Flickr

Mario Draghi, presidente do BCE, Banco Central Europeu

A agência canadiana DBRS, a única empresa que mantém a notação portuguesa num nível que permite acesso ao financiamento do Banco Central Europeu (BCE), decidiu esta sexta-feira manter o rating nacional inalterado.

A agência de rating DBRS manteve a nota atribuída a Portugal em BBB-, com tendência estável.

Esta avaliação da agência canadiana permite que o país continue a ser contemplado no programa de compra de ativos do BCE, já que a notação de investimento por pelo menos uma das maiores agências de rating é exigida para que o BCE continue a comprar dívida pública em Portugal e a financiar a banca nacional.

Desde maio de 2014 que o rating atribuído pela agência canadiana a Portugal é de BBB (low), com perspetiva estável, o que significa que a DBRS é a única a atribuir uma nota de investimento à dívida pública portuguesa, enquanto as restantes três maiores entidades de rating consideram que Portugal ainda está num grau de lixo.

Depois do aviso do FMI, a 1 de abril, a DBRS chegou a admitir cortar o rating atribuído a Portugal, caso se verifique um “enfraquecer do compromisso político perante políticas económicas sustentáveis”, a reversão das reformas estruturais ou caso a “incerteza política se torne persistente”.

Anteriormente, em fevereiro, após a divulgação da proposta do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), a DBRS disse estar “confortável” com o rating atribuído a Portugal, que considera ser “apropriado”, alertando, no entanto, que esta avaliação depende do desempenho orçamental, do crescimento e do sucesso da política monetária do BCE.

Na última revisão feita pela DBRS a Portugal, que aconteceu em novembro, a DBRS manteve a nota e a perspetiva estável, como tem feito desde maio de 2014, considerando que os riscos que poderiam levar a uma corte no rating estavam “largamente equilibrados”.

Entre os riscos apontados estavam o de “derrapagem [orçamental] e outros desafios para as finanças públicas, nomeadamente em relação ao ainda alto nível de dívida pública”.

Na quinta-feira, a presidente da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), Cristina Casalinho, reiterou que o país estaá confiante na manutenção do rating atribuído pela DBRS.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais de 17 mil casas dos centros históricos pagam IMI sem necessidade

Cerca de 27% dos edifícios dos 20 centros históricos e zonas classificadas como Património Mundial pela UNESCO beneficia da isenção de pagamento do imposto sobre imóveis (IMI) que o Estatuto dos Benefícios Fiscais lhes concede. Segundo …

Tribunal aceita afastamento de juiz Paulo Registo do caso Football Leaks

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) aceitou o pedido de escusa apresentado pelo juiz Paulo Registo, a quem foi distribuído o processo de Rui Pinto, criador do Football Leaks. Segundo o acórdão do TRL, a …

Governador do Rio de Janeiro acusado de fraude com hospitais de campanha

O Ministério Público brasileiro indicou ter reunido provas de que o governador do Rio de Janeiro comandou uma organização que defraudou a construção de hospitais de campanha, no âmbito do combate à covid-19. De acordo com …

Centeno já cativou mais de 1025 milhões de euros no Orçamento de 2020

As cativações no Orçamento do Estado (OE) para 2020 ascendem a 1025,5 milhões de euros, revelou o boletim da Direção-Geral do Orçamento relativo a abril, montante inferior ao do OE 2019. Segundo avançou o Expresso esta …

Supremo Tribunal anula presidência parlamentar de Juan Guaidó

Esta terça-feira, o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela reconheceu como presidente do parlamento Luís Parra, um dissidente da oposição. O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) declarou nula a junta de direção da Assembleia …

Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que …

Com bens arrestados e a filha a pagar contas, é quase impossível cobrar multa de 3,7 milhões a Ricardo Salgado

O Tribunal Constitucional confirmou a multa de 3,7 milhões de euros que foi aplicada pelo Banco de Portugal ao banqueiro Ricardo Salgado, mas é quase impossível cobrar esse valor. O ex-presidente do BES tem os …

França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19. O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração …

Decisão unânime. Deputados vão pedir para ver contrato de venda do Novo Banco (e para ouvir Carlos Costa)

Os deputados da comissão de orçamento e Finanças aprovaram esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para que seja entregue ao parlamento o contrato de venda do Novo Banco ao Lone Star. Segundo …

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de Bruxelas. 15,5 mil milhões a fundo perdido

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), após a crise da covid-19, que ascende a um total de 750 mil …