Agência do Ambiente está a “atrasar” construção da nova ponte sobre o Douro

O presidente da Câmara do Porto afirmou que os técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) estão a “atrasar” a construção da ponte D. António Francisco dos Santos, que ligará Vila Nova de Gaia ao Porto.

“A APA é aquela que nos está a levar a atrasar as questões da ponte com Gaia”, avançou esta terça-feira, durante a Assembleia Municipal, o presidente da Câmara do Porto.

O autarca, que respondia a uma questão levantada pelo deputado socialista Alfredo Fontinha, relativamente à viabilidade do projeto da travessia que vai unir os dois concelhos entre Oliveira do Douro, em Gaia, e a zona de Campanhã, avançou que os técnicos da APA “entendem que a ponte não deve ter a mesma quota relativamente ao rio do tabuleiro inferior da Ponte D. Luís I”.

“Isso quer obrigar a ponte a subir, do lado do Porto, não tem grande problema, é apenas altear, porque depois vamos fazer uma ligação à parte superior, agora vejam do lado de Gaia… do lado de Gaia, a ponte nunca mais acaba”, frisou.

Durante a sessão da Assembleia, Rui Moreira anunciou que vai ter uma reunião com o autarca de Vila Nova de Gaia, mas que o município do Porto “só paga até metade da ponte”. “É um pouco estranho a convicção de que APA tem de que ali vai haver um dilúvio”, disse, adiantando não entender as razões que levam os técnicos afirmar que o “tabuleiro da ponte tem de ser bastante superior” à ponte D. Luís I.

“Posso acreditar que possam haver grandes problemas, mas (…) nós temos que viver na normalidade e considerar que a normalidade é isso mesmo. Infelizmente vivemos num país pobre com vícios de país rico”, concluiu.

As câmaras do Porto e de Vila Nova de Gaia anunciaram a 12 de abril em 2018 a construção de uma nova ponte sobre o rio Douro, um projeto inteiramente financiado pelas duas autarquias, num custo estimado de 12 milhões de euros.

A ponte D. António Francisco dos Santos recebeu o nome em homenagem ao bispo que morreu em setembro do ano passado.

Bairros municipais refletem problemas de policiamento

Também na Assembleia Municipal, o presidente da Câmara do Porto afirmou que, além de “problemas sociais”, os bairros municipais refletem problemas de “policiamento”, “proteção” e de “incumprimento das regras mínimas de convivência” no espaço público.

“É evidente que há problemas sociais e nós estamos muito interessados em ajudar a resolver nos problemas sociais, mas não é só isso, há um problema policial, há um problema de proteção, de segurança e de absoluto incumprimento das regras mínimas de convivência do espaço público”, afirmou o autarca quando confrontado pelo comunista Rui Sá sobre o alargamento do “problema do tráfico de droga” a outros bairros da cidade.

Segundo o deputado da Coligação Democrática Unitária (CDU), a demolição do bairro do Aleixo fez com que o tráfico de droga “se transferisse para outros”, situação que, segundo Rui Sá, “era previsível”.

Durante a sua intervenção, o deputado comunista defendeu por isso a implementação de um “programa social integrado” nos bairros municipais, cujo objetivo passa por envolver as populações com a “as associações e coletividades e com a constituição de equipas pluridisciplinares municipais”. Tudo isto, em “conjunto” com o “necessário reforço do policiamento de proximidade”, frisou o deputado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Greve de técnicos superiores de diagnóstico vai dificultar realização de análises ou exames esta sexta-feira

Os técnicos superiores de diagnóstico paralisam, pela segunda sexta-feira consecutiva, e vão protestar na Assembleia da República, onde tencionam "acompanhar de perto" a votação de um projeto de resolução do PSD. Os técnicos prometem paralisar …

PSD promete congelar o número de funcionários públicos (para lhes pagar melhor)

O PSD afirmou esta quinta-feira que existe margem no seu cenário macroeconómico para atualizar salários pelo menos à taxa da inflação, e que utilizará o excedente de 800 milhões de euros para valorização remuneratória dos …

Trump assegura que drone iraniano foi abatido. Mas Irão nega o ataque

O Presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que um navio de guerra norte-americano destruiu um drone iraniano no estreito de Ormuz, numa altura de tensões crescentes entre os dois países. O Presidente norte-americano considerou …

Super-erupções vulcânicas estão a interromper a recuperação da camada de ozono

Desde que o buraco do ozono na Antártida foi detetado em 1985, o esgotamento da camada de ozono - o "grande guarda-chuva" que protege toda a vida na Terra - levantou uma preocupação considerável. Os esforços …

Não há suficientes explosões no Espaço que expliquem os estranhos sinais de rádio

Muitos dos mais brilhantes e estranhos fenómenos no espaço vêm de eventos cataclísmicos, como explosões ou colisões. As rajadas rápidas de rádio são um dos fenómenos mais intrigantes de todo o Universo. Estes sinais cósmicos são …

Juno encontra correntes misteriosas na magnetosfera de Júpiter

Há correntes turbulentas e inesperadas que crepitam através da atmosfera de Júpiter, produzindo auroras brilhantes. Juno, a sonda da NASA que orbita a gigante do gás desde 2016, passa sobre as regiões polares de Júpiter há …

Remake de O Rei Leão já estreou. Manuel Moreira dá voz a Simba e José Raposo a Pumba

A nova versão do filme ‘O Rei Leão’, da Disney, chega esta quinta-feira às salas de cinema portuguesas e Espalha-Factos dá-te a conhecer quem serão as vozes portuguesas que irão protagonizar um dos filmes mais …

Camisola da princesa Diana leiloada por quase 48 mil euros

A camisola de ginástica da princesa Diana, a "Princesa do Povo", foi leiloada online, esta quarta-feira, por quase 48 mil euros. Uma das sweatshirts de ginástica preferidas da princesa Diana foi leiloada online e vendida por …

Vem aí o novo supercarro elétrico da Lotus. É o mais potente do mundo

https://vimeo.com/348855966 O Lotus Evija terá quatro motores e será o supercarro elétrico mais potente do mundo com 2 mil cavalos. A sua produção está prevista para começar já no próximo ano. Depois de anos sem oferecer novidades …

Depois da Área 51, 17.000 preparam-se para "assaltar" o Triângulo das Bermudas

Quase 18.000 pessoas aderiram ao evento do Facebook "Assalto ao Triângulo das Bermudas, não nos pode engolir a todos", um projeto que parece inspirar-se num outro plano recente que visa também tomar de assalto a …