Afinal, o “ouro dos tolos” pode mesmo ser valioso

Uma equipa de cientistas e engenheiros da Universidade do Minnesota, nos Estados Unidos, transformou eletricamente sulfureto de ferro (pirita), um material abundante e não magnético, num outro material magnético.

Este material, recorda o jornal espanhol ABC, é bastante semelhante com o ouro: possui um brilho metálico e um tom dourado. Por isso, e tendo em conta que é menos valioso do que este metal, é também comummente mencionado como “ouro dos tolos”.

Agora, uma nova investigação destaca que é possível que este “ouro dos tolos” seja, afinal, valioso para algumas componentes tecnológicas, por exemplo.

O estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista Science Advances, demonstrou pela primeira vez um elemento não magnético a ser transformado num outro magnético, avanço que pode ser importante para criar novos dispositivos que melhoram, por exemplo, a memória dos computadores e tornam o consumo de energia mais eficiente.

“A maioria das pessoas com formação em magnetismo dirá, muito provavelmente, que é impossível transformar eletricamente um material não magnético em material magnético”, começou por explicar o autor principal do estudo, Chris Leighton, citado pelo mesmo diário.

E acrescentou: “No entanto, quando analisamos um pouco mais [o material], encontramos um rota potencial e fizemos com que esta acontecesse“, disse.

Leighton e a sua equipa estudam o sulfureto de ferro há mais de uma década, visando encontrar um caminho para usar este material em células solares. O enxofre, particularmente, tem um custo muito baixo e é um sub-produto abundante na produção de petróleo. No entanto, para já, não foi ainda encontrada a “chave”.

A pirita, recorde-se, é a combinação de enxofre com um qualquer metal.

“Voltamos realmente ao material de sulfureto de ferro para tentar descobrir os obstáculos fundamentais às células solares baratas e não tóxicas“, explicou Leighton.

“Simultaneamente, a minha equipa também trabalhava no campo emergente da magneto-iónica, onde tentamos usar tensões elétricas para controlar as propriedades magnéticas dos metais para possíveis aplicações em dispositivos de armazenamento de dados magnéticos. Em algum momento, percebemos que deveríamos combinar estas duas direções de pesquisa – e valeu a pena”, continuou o investigador.

Para chegar à conversão do material, os cientistas recorreram à ativação de eletrólitos.

“Surpreendeu-nos bastante o facto de ter funcionado (…) Essencialmente, aplicar a voltagem despejamos eletrões no material”.

De acordo com a equipa, os próximos passos passam por continuar as investigações de forma a replicar o processo em temperaturas mais altas, uma vez que os dados preliminares indicam que deverá ser possível. Os especialistas esperam também testar o processo com outros materiais que não o sulfureto de ferro e demonstrar o potencial desta transformação para dispositivos reais.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …

380 baleias morreram encalhadas na Austrália. Este é o maior incidente registado no país

Morreram pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia. Apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las não foi possível evitar este cenário, informou hoje um responsável pelos serviços de socorro. "Temos um número mais …

Ansu vale 400 milhões e é "sucessor" de Lopetegui

A figura mais recente do Barcelona e do futebol espanhol entrou oficialmente na equipa principal e, por isso, a cláusula de rescisão "disparou". Em Barcelona continua-se a falar muito sobre Luis Suárez. Depois de Lionel Messi, …

Deputados chumbam divulgação imediata e integral da auditoria ao Novo Banco

Os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) rejeitaram, esta quarta-feira, o requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para divulgação pública imediata e integral do relatório de auditoria especial ao Novo Banco enviado pelo …

Bélgica recoloca Lisboa e região Centro no "vermelho"

As autoridades belgas aliviaram ligeiramente as medidas restritivas no quadro da pandemia da covid-19, apesar do aumento do número de casos, esta quarta-feira, e recolocaram a área metropolitana de Lisboa e a região centro de …

"É bastante provável que já se esteja a formar a covid-21"

Tudo "o que não sabemos" sobre o coronavírus - e é muita coisa! - é o que mais preocupa o especialista de Saúde Global do Conselho de Relações Externas dos EUA, Yanzhong Huang, que alerta …

Bruxelas propõe novo pacto para as migrações e pede compromisso a todos os Estados-membros

A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, um novo Pacto para as Migrações e Asilo, à luz do qual "todos os Estados-membros, sem exceção", devem assumir as suas responsabilidades. Assumindo que "o sistema atual não funciona" e …