Afinal, os suplementos de cálcio e vitamina D não protegem os ossos

Comer vegetais, fazer exercício ou tomar vitaminas são três ações, aparentemente, benéficas para a nossa saúde. No entanto, os cientistas ainda não conseguiram encontrar provas concretas de que as vitaminas trazem benefícios.

Este novo estudo, publicado em dezembro no Journal of the American Medical Association, é uma revisão de mais de 33 estudos. Com ele, os cientistas queriam descobrir se as pessoas que tomavam cálcio, vitamina D ou ambas apresentavam menor probabilidade de sofrer fraturas ósseas.

A investigação, liderada por Jia-Guo Zhao, médico do Departamento de Cirurgia Ortopédica, do Hospital de Tianjin, na China, não encontrou nenhuma relação entre os suplementos e a proteção contra fraturas ósseas.

A equipa de investigadores comparou o uso de suplementos com vitamina D, cálcio ou de ambos com o uso de um placebo. Comparou, também, o não uso de suplementos com o surgimento de novas fraturas ósseas. Os estudos incluíam mais de 50 mil adultos, com mais de 50 anos de idade.

Com esta investigação, os cientistas chegaram à conclusão de que os suplementos estudados não estavam, afinal, associados a um menor risco de surgimento de novas fraturas. Este resultado desafia as diretrizes que recomendam a toma de suplementos de cálcio e vitamina D para protegerem os ossos de fraturas.

Embora os suplementos possam parecer inofensivos, muitos deles são desnecessários, enganadores e, até, perigosos. Segundo o ScienceAlert, a indústria dos suplementos está desregulada. Nos EUA, os suplementos enviam, todos os anos, cerca de 23 mil pessoas para os hospitais.

“Isto significa que a Food and Drug Administration (FDA) e os consumidores não têm como saber se o que está na caixa é o que está efetivamente no rótulo. Não há como saber, com certeza, se o produto é seguro”, afirma Bryn Austin, professor de ciências comportamentais da Harvard T.H. Chan School of Public Health.

Geralmente, os nutrientes não são processados de forma eficiente, pelo que é preciso ter em conta que, quando ingerimos uma vitamina ou um suplemento, não estamos a ingerir alimentos reais.

Assim, tomar suplementos como meio de compensar as deficiências nutricionais – que podem ser derivadas, por exemplo, de uma alimentação pouco saudável – pode não funcionar como previsto. Ou, pelo menos, como gostaria que funcionasse.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mas que o calcitrim, o calcio+ o omega gold e por ai fora dá fartura dinh€iro a alguns não deve haver dúvidas que o digam as vedetas da TV alguns até parecem médicos/farmacêuticos a falar e que aquilo é produto fabricado por eles (os vendedores modernos de “banha da cobra”).

  2. Na Europa a legislação e o controlo são bem diferentes do praticado nos EUA, Lá apenas interessa o lucro, seja através daquilo que seja. Em Portugal, existe algum aproveitamento, é verdade, mas também existem marcas bastante responsáveis e controladas e de vez em quando as autoridades intervêm. Atenção que em Portugal há profissionais e técnicos de grande prestígio mesmo a nível internacional e em muitas áreas, na saúde isso até é bastante notório, por isso eu continuo a acreditar nos Portugueses que são trabalhadores, competentes e inovadores, não nos que querem vida fácil e dinheiro para os copos.

  3. Num país onde existem proibições de tudo e + alguma coisa, não se compreende como é que os canais de TV portugueses se parecem com autenticas farmácias para vender produtos de que ninguem sabe a origem nem são acreditados por nenhum organismo competente.
    ja têm aparecido notícias sobre a venda ilegal de comprimidos de origem duvidosa na internet, alguem poderá explicar me qual é a diferença entre essa venda de comprimidos pela a internet e esses pseudo-complementos milagrosos tais como calcitrim, omega gold, cogumelo do tempo ( este ultimo ate o nome dá vontade rir) e tantos outros.
    Não estará na hora das autoridades competentes proibirem esses anuncios que visam sobretudo pessoas com mais idade e menos informadas so e apenas para lhes extorquir o dinheirito da reforma?
    sei de um caso em que essa treta do cogomelo do tempo quase levou á morte uma senhora idosa e provoucou pedras nos rins a outras pessoas, (isto dito por um médico).
    A julgar pelos anuncios que estas empresas fazem na tv, a esses comprimidos só não conseguem ressucitar mortos, ja que parecem ser a solução para todos e quaisquer problemas de saude.

    se fosse verdade, a classe médica em Portugal estaria condenada á extinção.
    Será que está?…

RESPONDER

Dente de rinoceronte deu aos cientistas a mais antiga informação genética já registada

Cientistas conseguiram extrair de um dente com 1,7 milhões de anos (de um rinoceronte já extinto) aquela que é a informação genética mais antiga alguma vez registada. Entre o período de há 2,5 milhões e 700 mil …

SNS "é âncora para os portugueses e sabe resistir às pressões"

A ministra da Saúde elogiou o Sistema Nacional de Saúde no dia em este cumpre 40 anos. A data só não está a ser assinalada com mais vigor devido à proximidade das eleições, explicou …

Um terço dos diplomados no curso de Aeroespacial vai trabalhar para o estrangeiro

A nota mínima de entrada no curso de Engenharia Aeroespacial do Técnico bateu um novo recorde. As oportunidades e os salários levam os diplomados para o estrangeiro. O único curso de Engenharia Aeroespacial no ensino superior …

Morreu o cantor Roberto Leal

Morreu o cantor Roberto Leal, confirmou o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local. Tinha 67 anos e lutava contra um cancro. A notícia foi avançada pelo antigo secretário de Estado das Comunidades …

Estudo mostra que o canguru gigante tinha uma parecença com os pandas

O já extinto canguru gigante tinha uma característica muito semelhante com o panda-gigante dos dias modernos: grandes mandíbulas que lhe permitiam comer alimentos que outros animais não conseguiam. Há mais de 40 mil anos, o sudoeste …

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …