Afinal, os suplementos de cálcio e vitamina D não protegem os ossos

Comer vegetais, fazer exercício ou tomar vitaminas são três ações, aparentemente, benéficas para a nossa saúde. No entanto, os cientistas ainda não conseguiram encontrar provas concretas de que as vitaminas trazem benefícios.

Este novo estudo, publicado em dezembro no Journal of the American Medical Association, é uma revisão de mais de 33 estudos. Com ele, os cientistas queriam descobrir se as pessoas que tomavam cálcio, vitamina D ou ambas apresentavam menor probabilidade de sofrer fraturas ósseas.

A investigação, liderada por Jia-Guo Zhao, médico do Departamento de Cirurgia Ortopédica, do Hospital de Tianjin, na China, não encontrou nenhuma relação entre os suplementos e a proteção contra fraturas ósseas.

A equipa de investigadores comparou o uso de suplementos com vitamina D, cálcio ou de ambos com o uso de um placebo. Comparou, também, o não uso de suplementos com o surgimento de novas fraturas ósseas. Os estudos incluíam mais de 50 mil adultos, com mais de 50 anos de idade.

Com esta investigação, os cientistas chegaram à conclusão de que os suplementos estudados não estavam, afinal, associados a um menor risco de surgimento de novas fraturas. Este resultado desafia as diretrizes que recomendam a toma de suplementos de cálcio e vitamina D para protegerem os ossos de fraturas.

Embora os suplementos possam parecer inofensivos, muitos deles são desnecessários, enganadores e, até, perigosos. Segundo o ScienceAlert, a indústria dos suplementos está desregulada. Nos EUA, os suplementos enviam, todos os anos, cerca de 23 mil pessoas para os hospitais.

“Isto significa que a Food and Drug Administration (FDA) e os consumidores não têm como saber se o que está na caixa é o que está efetivamente no rótulo. Não há como saber, com certeza, se o produto é seguro”, afirma Bryn Austin, professor de ciências comportamentais da Harvard T.H. Chan School of Public Health.

Geralmente, os nutrientes não são processados de forma eficiente, pelo que é preciso ter em conta que, quando ingerimos uma vitamina ou um suplemento, não estamos a ingerir alimentos reais.

Assim, tomar suplementos como meio de compensar as deficiências nutricionais – que podem ser derivadas, por exemplo, de uma alimentação pouco saudável – pode não funcionar como previsto. Ou, pelo menos, como gostaria que funcionasse.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mas que o calcitrim, o calcio+ o omega gold e por ai fora dá fartura dinh€iro a alguns não deve haver dúvidas que o digam as vedetas da TV alguns até parecem médicos/farmacêuticos a falar e que aquilo é produto fabricado por eles (os vendedores modernos de “banha da cobra”).

  2. Na Europa a legislação e o controlo são bem diferentes do praticado nos EUA, Lá apenas interessa o lucro, seja através daquilo que seja. Em Portugal, existe algum aproveitamento, é verdade, mas também existem marcas bastante responsáveis e controladas e de vez em quando as autoridades intervêm. Atenção que em Portugal há profissionais e técnicos de grande prestígio mesmo a nível internacional e em muitas áreas, na saúde isso até é bastante notório, por isso eu continuo a acreditar nos Portugueses que são trabalhadores, competentes e inovadores, não nos que querem vida fácil e dinheiro para os copos.

  3. Num país onde existem proibições de tudo e + alguma coisa, não se compreende como é que os canais de TV portugueses se parecem com autenticas farmácias para vender produtos de que ninguem sabe a origem nem são acreditados por nenhum organismo competente.
    ja têm aparecido notícias sobre a venda ilegal de comprimidos de origem duvidosa na internet, alguem poderá explicar me qual é a diferença entre essa venda de comprimidos pela a internet e esses pseudo-complementos milagrosos tais como calcitrim, omega gold, cogumelo do tempo ( este ultimo ate o nome dá vontade rir) e tantos outros.
    Não estará na hora das autoridades competentes proibirem esses anuncios que visam sobretudo pessoas com mais idade e menos informadas so e apenas para lhes extorquir o dinheirito da reforma?
    sei de um caso em que essa treta do cogomelo do tempo quase levou á morte uma senhora idosa e provoucou pedras nos rins a outras pessoas, (isto dito por um médico).
    A julgar pelos anuncios que estas empresas fazem na tv, a esses comprimidos só não conseguem ressucitar mortos, ja que parecem ser a solução para todos e quaisquer problemas de saude.

    se fosse verdade, a classe médica em Portugal estaria condenada á extinção.
    Será que está?…

RESPONDER

Pediatras pedem reabertura urgente das escolas. Professores querem ser consultados na elaboração do plano

A Sociedade Portuguesa de Pediatria defende a reabertura urgente das escolas especialmente o ensino pré-escolar e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico, chamando a atenção para as consequências do fecho no desenvolvimento das …

Ventura propõe tirar subvenções a políticos condenados a mais de três anos de prisão

O deputado único do Chega entregou esta terça-feira no parlamento um projeto de lei para retirar, incluindo retroativamente, as subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos condenados por crimes "com pena de prisão superior a …

PGR analisa carta que culpa o Governo por "borla fiscal" à EDP na venda de barragens

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) está a analisar uma carta do Movimento Terra de Miranda que questiona a autorização dada pelo Governo à venda de seis barragens transmontanas por parte da …

Biden prevê vacinas para todos os adultos antes do fim de maio

Joe Biden assegura que até maio o país terá vacinas suficientes contra o covid para todos os adultos do país, dois meses antes do previsto. O presidente do EUA anunciou que até ao final de maio …

Pandemia não é “uma competição ou um concurso de beleza entre países”

O presidente da Aliança Global para as Vacinas (GAVI), Durão Barroso, defende que o processo de vacinação mundial contra a covid-19 não deve ser “uma competição ou um concurso de beleza entre países” e lança …

Sarkozy admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

O ex-Presidente francês admite recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos contra a sua condenação a três anos de detenção, um em prisão efetiva, por corrupção e tráfico de influência. Numa entrevista ao jornal Le Figaro, …

Apoio à família vai ser alargado a mais pais em teletrabalho. Tudo graças à oposição

Esta quarta-feira, vai subir a plenário o texto final que altera o apoio excecional à família para que chegue a mais portugueses. O alargamento do universo de potenciais beneficiários está no horizonte, nomeadamente com a …

"Espiar, atacar, reprimir". Militares em Myanmar usam tecnologia ocidental para enfraquecer manifestantes

Durante quase 50 anos de ditadura militar, os generais birmaneses usavam "ferramentas totalitárias" arcaicas. Agora, os militares que tomaram o poder em Myanmar têm "um arsenal muito mais sofisticado à sua disposição" Desde que o golpe …

Da "obsessão por cargos" à "subserviência ao PS". Críticos internos do BE descarregam na direção

A convenção do Bloco de Esquerda está marcada para os dias 22 e 23 de maio e os grupos críticos da direção do partido já têm preparada uma extensa lista de críticas. De acordo com o …

Pela primeira vez, a idade da reforma pode cair (e a culpa é da pandemia)

A idade da reforma é determinada pela esperança média de vida. No entanto, a pandemia e o consequente aumento da mortalidade podem fazer cair esse indicador, levando a um recuo histórico na idade da reforma. Até …