Afinal os gatos são sensíveis às emoções dos donos

Xava du / Flickr

-

A nossa espécie adora gatos, mas o que eles sentem por nós é bastante mais difícil de identificar. Comparados com os devotos cães, os felinos parecem razoavelmente indiferentes às aflições humanas.

Contudo, aparentemente, os gatos estão mais ligados a nós do que pensamos: podem mesmo reconhecer quando estamos felizes, por exemplo.

Um estudo realizado na Universidade Oakland, no Michigan (EUA), e publicado na revista Animal Cognition, encontrou as primeiras provas sólidas de que os gatos são sensíveis aos gestos emocionais humanos.

Para a pesquisa, as psicólogas Moriah Galvan e Jennifer Vonk estudaram 12 gatos e os respectivos donos e descobriram que os animais se comportavam de maneiras diferentes quando o dono sorria ou quando exibia uma expressão mais triste.

Durante a experiência, quando o dono se mostrava alegre, a probabilidade de o gato reagir com comportamentos “positivos” aumentava significativamente, ronronando, esfregando-se ou aninhando-se no colo do dono. Os felinos também pareciam querer passar mais tempo perto do indivíduo quando ele parecia estar feliz do que quando parecia triste.

Este padrão de comportamento, no entanto, foi completamente diferente quando os 12 gatos foram apresentados a estranhos, em vez dos seus donos. Nestas condições, eles demonstraram ter o mesmo comportamento positivo, independentemente da emoção expressada pela pessoa.

Os resultados sugerem duas coisas: que os gatos podem “ler” as expressões faciais humanas, e que aprendem a fazer isso com o tempo.

Aprendendo a sentir

A Ciência já sabe há muitos anos que cães são bons a identificar os gestos do homem, mas este estudo recente é a primeira prova convincente de que os gatos também têm essa capacidade.

Antes disso, apenas um estudo tinha sido feito para tentar perceber essa capacidade dos gatos, mas os resultados mostraram-se ambíguos.

As descobertas de Galvan e Vonks sugerem que os felinos estão mais em sintonia com as emoções humanas do que pensávamos – o que, no entanto, não quer dizer que sintam empatia.

O mais provável é que o animal tenha aprendido a associar o sorriso do seu dono a recompensas – as pessoas têm mais probabilidade de mimar o gato se estiverem de bom humor.

O estudo também sugere algo mais básico: os gatos estão, sim, interessados em nós.

“Perguntamo-nos se os felinos percebem os donos e prestam-lhes atenção, e o nosso trabalho mostra que eles não são tão indiferentes como algumas pessoas os acusam de ser“, afirma Vonks.

Subtilezas pré-históricas

Segundo as psicólogas, a descoberta sobre a inteligência emocional dos gatos pode ter demorado a ocorrer porque as reações desses animais são bastante subtis.

Além dos atos obviamente “positivos” descritos anteriormente, Galvan e Vonk notaram que os gatos adotam certas posições corporais e fazem movimentos com as orelhas e a cauda que estão associados à sensação de satisfação.

Por contraste, os investigadores já sabem há vários anos que os cães respondem de forma diferente a rostos felizes e irritados, o que se deve em parte ao facto de as suas reações serem mais óbvias.

Um estudo realizado em 2011 mostrou que os cães evitam ativamente alguém que pareça estar com raiva, não se limitando a apenas uma linguagem corporal.

A diferença entre as reações dos cães e dos gatos às emoções humanas pode ter raiz na pré-História.

Os cães foram domesticados há mais tempo: um estudo genético divulgado este ano pela Universidade de Harvard sugere que o processo começou há mais de 30 mil anos. Já os gatos domésticos surgiram há cerca de 10 mil anos, provavelmente na região do Médio Oriente.

As reações mais veementes dos cães aos nossos gestos emocionais podem ter surgido simplesmente porque tiveram mais tempo para se adaptar à vida ao lado do homem.

Mas, para já, ainda é cedo para se chegar a alguma conclusão, pelo menos enquanto houver tão poucos estudos sobre as reações dos felinos ao homem. Apesar de serem dos animais de estimação mais populares do mundo, ainda temos muito o que aprender sobre eles – afinal, não sabemos ao certo sequer porque é que ronronam.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal contratou mais professores, mas salários baixaram

Em ano de pandemia, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra as diferenças que existem nas carreiras dos professores na Europa e em Portugal. O reforço do número de professores no …

Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal - pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal. A falta …

Líder do Estado Islâmico no Grande Saara morto por forças francesas

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou esta madrugada que o líder do grupo terrorista "Estado Islâmico no Grande Saara" (EIGS), Adnan Abu Walid Sahraoui, foi "neutralizado" por forças militares francesas. "Trata-se de um novo grande sucesso …

Portugal vai ser o país europeu com mais escalões de IRS

Com o desdobramento do terceiro e do sexto escalão de IRS, Portugal será, a par do Luxemburgo, o país europeu com mais níveis na tabela de taxas de imposto. As mexidas nos escalões de IRS já …

Fisco enviou 50 mil notificações de IUC indevidas e vai anulá-las

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 mil notificações indevidas para pagamento do IUC, que serão anuladas. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 …

A dança das cadeiras de Boris está a ser interpretada como uma preparação das próximas eleições

A remodelação governamental que Boris Johnson levou a cabo esta quarta-feira está a ser lida como uma preparação para as próximas eleições, ainda que o calendário político não exija uma ida às urnas antes de …

MP deteta omissões nos diplomas sobre o controlo das bases de dados do SEF

O Conselho Superior do Ministério Público detetou falhas e omissões nos diplomas sobre o controlo das bases de dados do SEF e a transferência das competências administrativas. O Diário de Notícias escreve, esta quarta-feira, que o …

Talibãs confiscam fortunas de antigos funcionários do Governo afegão

O novo Governo talibã confiscou milhões de dólares em dinheiro e ouro de antigos funcionário do Governo do Afeganistão. O Banco Central do Afeganistão, agora controlado pelos talibãs, diz ter confiscado mais de 10 milhões de …

Seis recordes (indesejados) no Sporting-Ajax

Aos 68 segundos já havia um registo inédito em Alvalade. FC Porto continua bem fora de casa, Atlético de Madrid continua mal em casa. Pelo segundo ano consecutivo, o início do Sporting numa competição europeia foi …

Jovem de 16 anos do Real Massamá blindado com uma cláusula de €15 milhões

Amadu Baldé estreou-se este ano pela equipa sénior do Real Massamá. O jovem de 16 deixou tão boas impressões que o clube renovou-lhe o contrato e blindou-o com uma cláusula de rescisão de 15 milhões …