Afinal os gatos são sensíveis às emoções dos donos

Xava du / Flickr

-

A nossa espécie adora gatos, mas o que eles sentem por nós é bastante mais difícil de identificar. Comparados com os devotos cães, os felinos parecem razoavelmente indiferentes às aflições humanas.

Contudo, aparentemente, os gatos estão mais ligados a nós do que pensamos: podem mesmo reconhecer quando estamos felizes, por exemplo.

Um estudo realizado na Universidade Oakland, no Michigan (EUA), e publicado na revista Animal Cognition, encontrou as primeiras provas sólidas de que os gatos são sensíveis aos gestos emocionais humanos.

Para a pesquisa, as psicólogas Moriah Galvan e Jennifer Vonk estudaram 12 gatos e os respectivos donos e descobriram que os animais se comportavam de maneiras diferentes quando o dono sorria ou quando exibia uma expressão mais triste.

Durante a experiência, quando o dono se mostrava alegre, a probabilidade de o gato reagir com comportamentos “positivos” aumentava significativamente, ronronando, esfregando-se ou aninhando-se no colo do dono. Os felinos também pareciam querer passar mais tempo perto do indivíduo quando ele parecia estar feliz do que quando parecia triste.

Este padrão de comportamento, no entanto, foi completamente diferente quando os 12 gatos foram apresentados a estranhos, em vez dos seus donos. Nestas condições, eles demonstraram ter o mesmo comportamento positivo, independentemente da emoção expressada pela pessoa.

Os resultados sugerem duas coisas: que os gatos podem “ler” as expressões faciais humanas, e que aprendem a fazer isso com o tempo.

Aprendendo a sentir

A Ciência já sabe há muitos anos que cães são bons a identificar os gestos do homem, mas este estudo recente é a primeira prova convincente de que os gatos também têm essa capacidade.

Antes disso, apenas um estudo tinha sido feito para tentar perceber essa capacidade dos gatos, mas os resultados mostraram-se ambíguos.

As descobertas de Galvan e Vonks sugerem que os felinos estão mais em sintonia com as emoções humanas do que pensávamos – o que, no entanto, não quer dizer que sintam empatia.

O mais provável é que o animal tenha aprendido a associar o sorriso do seu dono a recompensas – as pessoas têm mais probabilidade de mimar o gato se estiverem de bom humor.

O estudo também sugere algo mais básico: os gatos estão, sim, interessados em nós.

“Perguntamo-nos se os felinos percebem os donos e prestam-lhes atenção, e o nosso trabalho mostra que eles não são tão indiferentes como algumas pessoas os acusam de ser“, afirma Vonks.

Subtilezas pré-históricas

Segundo as psicólogas, a descoberta sobre a inteligência emocional dos gatos pode ter demorado a ocorrer porque as reações desses animais são bastante subtis.

Além dos atos obviamente “positivos” descritos anteriormente, Galvan e Vonk notaram que os gatos adotam certas posições corporais e fazem movimentos com as orelhas e a cauda que estão associados à sensação de satisfação.

Por contraste, os investigadores já sabem há vários anos que os cães respondem de forma diferente a rostos felizes e irritados, o que se deve em parte ao facto de as suas reações serem mais óbvias.

Um estudo realizado em 2011 mostrou que os cães evitam ativamente alguém que pareça estar com raiva, não se limitando a apenas uma linguagem corporal.

A diferença entre as reações dos cães e dos gatos às emoções humanas pode ter raiz na pré-História.

Os cães foram domesticados há mais tempo: um estudo genético divulgado este ano pela Universidade de Harvard sugere que o processo começou há mais de 30 mil anos. Já os gatos domésticos surgiram há cerca de 10 mil anos, provavelmente na região do Médio Oriente.

As reações mais veementes dos cães aos nossos gestos emocionais podem ter surgido simplesmente porque tiveram mais tempo para se adaptar à vida ao lado do homem.

Mas, para já, ainda é cedo para se chegar a alguma conclusão, pelo menos enquanto houver tão poucos estudos sobre as reações dos felinos ao homem. Apesar de serem dos animais de estimação mais populares do mundo, ainda temos muito o que aprender sobre eles – afinal, não sabemos ao certo sequer porque é que ronronam.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …

Morales quis dialogar. Presidente interina da Bolívia mandou-o calar-se

O ex-Presidente Evo Morales ofereceu-se para regressar à Bolívia para "ajudar a pacificar o país, não para ser candidato", mas Jeanine Añez, que assumiu a presidência interina do país, respondeu que Morales não pode participar …

Cientistas reconstruiram a cara mutilada de uma guerreira Viking

Um esqueleto encontrado num cemitério Viking em Solør, na Noruega, tinha sido identificado como sendo de uma mulher há vários anos, mas os especialistas não tinham a certeza se tinha sido verdadeiramente uma guerreira. Agora, a …