/

Afinal ganhar a lotaria muda a vida das pessoas (sim, para melhor)

1

Marcial Guillen / EPA

Estudos das últimas décadas sugeriam que o dia a dia de vencedores da lotaria não mudaria muito porque o entusiasmo acabaria por desaparecer. Contudo, um novo trabalho mostra que ganhar a lotaria pode mesmo levar a uma maior satisfação na vida.

Para o estudo “Long-run Effects of Lottery Wealth on Psychological Well-being”, disponível no National Bureau of Economic Research, foram inquiridos 3362 jogadores da lotaria, vencedores e perdedores, sobre o seu bem estar 5 e 22 anos depois do sorteio.

A investigação mostrou que ganhar a lotaria tem um efeito positivo em todas as partes analisadas: felicidade, saúde mental, satisfação financeira e satisfação na vida em geral.

O mais interessante para os investigadores, de acordo com o Business Insider, prende-se com o facto de esses efeitos não se dissiparem ao longo do tempo, com exceção da satisfação financeira.

“Vencedores de grandes prémios experienciam aumentos na satisfação da vida em geral que persistem por mais de um década e não mostram sinais de dissipação com o tempo”, explicam investigadores, citados pela CNBC.

Este último resultado vai contra estudos feitos anteriormente que concluíam que ganhar a lotaria não tinha efeitos positivos significativos na satisfação na vida dos vencedores do sorteio.

Um exemplo pode ser a investigação, disponível no repositório da Universidade de Purdue desde fevereiro deste ano, que demonstra que ficar rico não é necessariamente melhor para o aumento da satisfação a longo termo e para o bem estar emocional.

Contudo, Robert Ostling, líder da investigação publicada em maio desde ano, explicou que a satisfação na vida se refere ao que as pessoas sentem em relação à qualidade de vida e a felicidade mede as emoções do dia a dia dos participantes. “Os nossos resultados sugerem que é mais fácil melhorar a satisfação do que a felicidade”, acrescentou.

As conclusões do trabalho mostraram ainda que os vencedores não gastam o dinheiro todo de uma vez. Pelo contrário, a tendência é investir uma parte do prémio e muitos até continuam a trabalhar, ainda que reduzam as suas horas.

Há quem continue a dizer que o dinheiro traz mesmo a felicidade. Mas na realidade, traz “apenas” satisfação.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE