ADSE perdeu 100 mil beneficiários desde que a Troika chegou

Desde 2011, a ADSE perdeu cerca de 100 mil beneficiários, de acordo com números revelados esta quinta-feira pelo Diário Económico. 

A ADSE tinha, em janeiro de 2011, 1.345.390 beneficiários, ficando-se atualmente pelos 1.244.143 inscritos, incluindo os familiares dos contribuintes.

A explicação para esta redução de 101.247 beneficiários ao longo do período em que foi implementado o programa de assistência financeira estará não apenas numa reação ao aumento dos descontos, mas também pela perda de benefícios (tais como restrição de acesso aos descendentes maiores de idade), a regularização informática de registos com informações sobre óbitos e o fim de contrato de pessoal docente. Só em janeiro deste ano, o número caiu 30 mil face a dezembro de 2014, devido à atualização dos ficheiros.

O Diário Económico sublinha que beneficiários com salários mais elevados terão optado por sair na sequência do aumento dos descontos – desde junho de 2014 que estão nos 3,5% -, trocando a ADSE por seguros de saúde privados, facto que pode comprometer a sustentabilidade do subsistema de saúde.

A contribuir atualmente estão os 508 mil funcionários públicos no ativo e os reformados da Caixa Geral de Aposentações com pensões superiores ao salário mínimo, que ainda descontam 1,5%.

Entre o aumento dos descontos e a redução de beneficiários, ainda assim, as receitas estão a subir, passando de 221 milhões de euros em 2011 a 285 milhões em 2014.

Ao longo do ano passado, houve 2.965 funcionários que desistiram da ADSE, de acordo com os dados oficiais divulgados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (Sintap). Apesar de se tratar de uma minoria face ao universo de 508 mil titulares no ativo, a evolução das saídas traduz um crescimento assinalável em relação às 319 desistências de 2013, de acordo com os dados fornecidos pelo ministério das Finanças no ano passado.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …

Já se sabe como é que planetas florescem a partir de pequenos pedaços de poeira

Uma equipa de investigadores validou uma teoria que pode explicar como é que os planetas crescem a partir de pequenos pedaços de poeira interestelar. O crescimento de um pequeno pedaço de poeira até um planeta inteiro …

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …