Adolescente pode ser julgada por incentivar o suicídio do namorado

“Aqui não és feliz, nunca serás feliz. No céu, serás feliz. Limita-te simplesmente a fazê-lo”.

Foi o que escreveu Michelle Carter, uma jovem americana de 17 anos, durante uma conversa electrónica com o namorado, Conrad Roy, em julho do ano passado.

Michelle sabia que Roy não estava a passar por um bom momento. O jovem sofria de depressão e estava a pensar em suicidar-se, o que acabou por acontecer nesse mesmo mês.

Conrad morreu sufocado com monóxido de carbono, dentro do seu próprio carro.

Agora, Michelle Carter vê-se acusada de ter incitado o suicídio do jovem, e poderá ir a julgamento por homicídio involuntário.

Segundo a procuradoria da cidade de Bristol, no Estado americano do Massachusetts, a jovem Michelle terá convencido o namorado a tirar a própria vida.

Como prova, os advogados apresentaram mais de mil mensagens trocadas pelo casal, inclusivamente algumas poucos momentos antes do suicídio.

Segundo a BBC, os dois jovens tinham-se conhecido em 2012. Roy contou a Michelle os seus problemas pessoais. Tinha um relacionamento complicado com os pais, e falou-lhe em suicídio como forma de escape.

Michelle ajudou Conrad a cometer suicídio, ajudando-o a superar as dúvidas e pressionando-o para levar a cabo o acto num curto espaço de tempo”, explicou em comunicado a procuradoria.

Segundo as conversas electrónicas divulgadas esta semana, Michelle manteve contacto constante com o namorado, até nos momentos finais de sua vida.

Conrad terá mesmo saído de dentro do carro, quando percebeu que estava a ficar sufocado com monóxido de carbono.

Mas numa troca de mensagens, Michelle parece convencer Conrad a desistir de abortar o plano de se envenenar.

A namorada incentivou-o a voltar para o interior do veículo.

“Tu estás preparado, tudo o que precisas de fazer é ligar o motor para seres feliz e livre. Chegou a hora de parares de esperar”, diz Michelle.

As mensagens foram divulgadas pela procuradoria quando o advogado de defesa de Michelle, Joseph Cataldo, apresentou uma moção para que as acusações fosse retiradas, alegando que as mensagens estavam protegidas pelo direito à liberdade de expressão garantido pela Constituição americana.

O pedido foi negado pelo juiz e uma nova audiência está marcado para 2 de outubro. A jovem foi indiciada em fevereiro.

“As provas mostram que não estamos a falar de homicídio”, afirmou Cataldo à CNN no início da semana.

“A minha cliente tentou consolar Conrado Roy, em várias ocasiões, e aconselhou-o a procurar ajuda”, acrescenta o advogado.

“Este é um caso perigoso, que sugere que apenas palavras causaram o suicídio do rapaz”, acusa Cataldo.

No entanto, a polícia encontrou até instruções sobre como preparar o suicídio nas mensagens enviadas pela jovem – em especial a quantidade de monóxido de carbono que Conrad devia inalar para morrer.

Após a morte do namorado, Michelle criou uma conta no Twitter para celebrar sua memória e até organizou uma partida de benefeciência de basebol para arrecadar fundos para entidades de assistência a jovens com depressão.

Segundo o jornal americano Washington Post, a polícia terá também obtido mensagens enviadas por Michelle para amigos, nas quais a jovem admitia que o conteúdo da sua comunicação com o namorado poderia causar-lhe problemas.

À polícia, a jovem disse que tentou avisar a mãe de Conrad sobre os planos do filhos, mas que não tinha o seu contacto.

No entanto, quando a polícia examinou o seu telemóvel, descobriu que Michelle tinha apagado, após a morte de Conrad, mensagens que tinha trocado com a mãe do jovem, nas quais dizia que Conrad gostava dela.

A jovem aguarda agora julgamento em liberdade, sob fiança. Foi proibida pelas autoridades de usar as redes sociais.

ZAP / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …