Adolescente constrói o satélite mais leve do mundo (e a NASA vai lançá-lo)

(dr) Rifarh Shaarook / Facebook

Rifarh Shaarook, o criador do satélite KalamSat

Rifarh Shaarook, o criador do satélite KalamSat

A NASA vai lançar, no próximo mês, um satélite que é supostamente o mais leve do mundo, criado por um adolescente indiano.

Rifath Shaarook, de 18 anos, ganhou a competição internacional Cubes in Space para construir o minúsculo satélite. O desafio era inventar um dispositivo que pudesse encaixar-se num cubo de 4 metros e que não pesasse mais de 64 gramas.

O objeto vai ser lançado numa missão suborbital de 4 horas da Wallops Flight Facility, na Virgínia, no dia 21 de junho. O principal objetivo da missão será testar a durabilidade do invólucro extremamente leve, impresso em 3D.

O satélite foi apelidado de KalamSat, em homenagem ao cientista nuclear indiano e ex-presidente A. P. J. Abdul Kalam. “Desenhamos o satélite completamente do zero”, disse Rifath Shaarook ao Business Standard.

“Terá um novo tipo de computador de bordo e oito sensores incorporados para medir a aceleração, a rotação e a magnetosfera da Terra”, destacou.

A leveza do objeto deve-se a uma estrutura de polímero de fibra de carbono reforçada – um material que tem uma grande relação força-peso e é utilizado em várias aéreas, desde engenharia aeroespacial a materiais de pesca.

Em junho, o satélite vai completar uma viagem de ida e volta ao espaço e estará operacional durante 12 minutos num ambiente de microgravidade.

Os adolescentes da NASA

Mas esta não é a primeira vez que a NASA aceita ideias que não vêm de cientistas e engenheiros profissionais. Em março, os dados da agência espacial foram corrigidos por um estudante de 17 anos do Reino Unido.

Miles Soloman estudou os dados registados por detectores de radiação na Estação Espacial Internacional (EEI) durante a estadia de seis meses do astronauta britânico Tim Peake, e apercebeu-se de um erro nos níveis de energia relatados.

E, há algumas semanas, a agência norte-americana anunciou que iria lançar um dispositivo chamado miniPCR para testar micróbios espaciais pela primeira vez. O dispositivo foi inventado por uma estudante de 17 anos chamada Anna-Sophia Boguraev.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “O desafio era inventar um dispositivo que pudesse encaixar-se num cubo de 4 metros”
    Com o cuidado que tiveram em publicar duas fotos bem explícitas da dimensão, este erro parece ainda mais estranho: são 4 centímetros, não metros.
    Parabéns ao miúdo indiano, tivessem eles mais condições e seriam um dos povos mais avançados tecnologicamente. Nunca deixam de me surpreender.

  2. Os indianos são espertos, têM é uma base cultural anacrónica. Quando inseridos em países ocidentais, não devem nada a ninguém (excepto no falar inglês, é um inglês só deles, ahahah).
    Basta ver que desde há 10 ou 15 anos que a saúde em Inglaterra está nas mãos de médicos indianos (descendentes).

RESPONDER

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …