Adeus ervas daninhas. Robô autónomo usa lasers para destruir 100 mil plantas por hora

As ervas daninhas podem ser um problema para quem trabalha com agricultura ou possui jardins. Agora, a Startup Carbon Robotics lançou uma máquina autónoma que tem essas plantas incómodas na mira, usando uma combinação de visão computacional e lasers de alta potência para as eliminar.

Os avanços na robótica abriram algumas possibilidades interessantes no campo do controlo agrícola, onde as soluções tradicionais tendem a envolver trabalho manual intensivo ou o uso de produtos químicos que podem ser caros e apresentar riscos ambientais.

Ao prover máquinas automatizadas com o equipamento necessário para detetar plantas invasoras indesejáveis, a esperança é que esse processo possa poupar tempo e dinheiro.

Assim, a Carbon Robotics construiu um robô de quatro rodas, e de 4.300 kg, que usa GPS e visão computacional para percorrer as plantações em busca de ervas daninhas.

O dispositivo conta com um supercomputador integrado e câmaras de alta resolução para identificar plantas indesejadas. Possui oito lasers de 150 W que operam simultaneamente para as matar com energia térmica. O robô consegue alcançar uma taxa de mais de 100.000 ervas daninhas por hora.

A máquina totalmente autónoma funciona a diesel e pode operar durante 24 horas, cobrindo cerca de 6 a 8 hectares por dia, enquanto os seus lasers deixam o solo circundante intacto para preservar sua microbiologia.

A empresa considera o Weeder, uma solução económica para melhorar a produtividade das colheitas, especialmente para produtores orgânicos e todos os que adotam práticas agrícolas regenerativas de modo a garantir a sustentabilidade do solo.

“A inteligência artificial e a tecnologia estão a criar eficiências numa variedade de setores e estamos entusiasmados em aplicá-las à agricultura”, disse o fundador e CEO da Carbon Robotics, Paul Mikesell.

“Os agricultores, e outros elementos da cadeia global de abastecimento de alimentos, estão a inovar mais do que nunca para manter o mundo alimentado. O nosso objetivo é criar ferramentas que abordem os seus problemas mais desafiantes”, explicou.

A Carbon Robotics tem vindo a desenvolver os robôs autónomos desde 2018, e já vendeu todos os seus modelos de 2021. Contudo, as encomendas da linha de 2022 já estão abertas, escreve o New Atlas.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …