Estudo revela: adeptos no estádio fazem diferença nos resultados e… nos árbitros

A vantagem de jogar em casa caiu significativamente durante o confinamento. E até os árbitros alteraram os seus comportamentos.

“Animal Spirits in the Beautiful Game – Testing social pressure in professional football during the COVID-19 lockdown” é o nome do estudo realizado por Carlos Cueva. Traduzindo para português, é um documento sobre a pressão social no futebol durante o confinamento associado à Covid-19.

Os números foram publicados há cerca de um mês e, agora que o público vai voltando aos estádios portugueses (e nesta quinta-feira o Sporting de Braga vai ter adeptos na estreia na Liga Europa), recordamos estes dados.

Neste “espírito animal no jogo bonito”, a análise envolveu 41 ligas profissionais, de 30 países – as ligas europeias dominam, mas também há estatísticas de alguns campeonatos da América e da Ásia. Ao todo, foram estudados números de mais de 230 mil jogos de futebol (entre eles, mais de 7 mil da I Liga portuguesa), realizados desde 1993 até ao presente ano. Nesse número total estão incluídos quase 3 mil jogos à porta fechada.

O autor do estudo revela que chegou a duas conclusões principais relacionadas com a ausência de público nos estádios: quando se joga em casa, a probabilidade de se vencer cai para metade; e os árbitros passaram a ser mais “simpáticos” com as equipas visitantes. E, por isso, vê-se que a pressão dos adeptos faz mesmo diferença – nos resultados e nos árbitros.

Um número fundamental que revela que a presença de adeptos faz mesmo diferença é que, antes da aparição do coronavírus, as equipas tinham mais 16% de probabilidade de vencer em casa do que fora do seu estádio – mas, a partir do momento em que os estádios ficaram vazios, essa percentagem desceu para 8%, ou seja, para metade.

Outra conclusão interessante está relacionada com as decisões das equipas de arbitragem.

Desde que o público desapareceu das bancadas, a equipa da casa passou a ser punida mais vezes: o número de faltas cometidas (e assinaladas) aumentou 10%, o número de cartões amarelos subiu 22% e o número de expulsões subiu 33%. Tudo em relação à equipa que joga em casa, convém reforçar.

Nuno Teixeira NMT, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …

Placa de pedra da Idade do Bronze poderá ser o mapa mais antigo da Europa

Uma placa de pedra da Idade do Bronze, redescoberta em 2014 em França, poderá ser o mapa tridimensional mais antigo já conhecido da Europa. De acordo com a BBC, a laje de pedra, conhecida como placa …

TAP conclui programa de rescisões (e lança nova ronda de medidas para evitar despedimento coletivo)

A TAP concluiu o programa lançado para redimensionar o corpo de trabalhadores da companhia e ficou com 750 postos de trabalho preservados e 690 adesões ao programa voluntário de medidas laborais. Num comunicado interno assinado pelo …

Segunda fase da vacinação. Peritos propõem extensa lista de novas (e raras) doenças

A segunda fase de vacinação contra a covid-19 já arrancou em alguns centros de saúde. Os peritos estão a propor uma nova e extensa lista de doenças de maior risco que passam também a ser …