A poluição dos navios “alimenta” as tempestades elétricas

Cientistas americanos dizem ter encontrado provas de que a passagem de navios por duas das principais rotas de navegação do mundo tem efeitos no clima local.

Segundo um estudo publicado na revista Geophysical Research Letters, os gases emitidos pelos navios que transitam no Oceano Índico e no Mar da China Meridional, duas regiões de tráfego naval intenso, estarão a “vitaminar” tempestades eléctricas no percurso das embarcações, algo que não acontece nas áreas adjacentes e de clima semelhante.

De acordo com Joel Thornton, professor de Ciências Atmosféricas da Universidade de Washington, nos EUA, isso ocorre porque partículas de fuligem, azoto e enxofre presentes nos gases exaustores dos navios diminuem o tamanho das gotículas de chuva, fazendo com que subam a maior altitude na atmosfera.

Este fenómeno resulta na formação de mais partículas de gelo e mais raios.

Analisando registos de mais de mil milhões de ocorrências de raios em todo o mundo, Thornton e a sua equipa constataram uma incidência de raios quase duas vezes mais frequente directamente sobre as “avenidas aquáticas”.

“Temos um exemplo claro de como os humanos estão a mudar a intensidade das tempestades pela emissão de partículas de combustão. Temos evidências inéditas de que estamos a interferir na formação de nuvens de forma contínua, e não apenas em incidentes isolados como os grandes incêndios florestais”, alerta o cientista.

A formação de nuvens tem influência nos padrões de chuva e pode resultar em mudanças climáticas ao influenciar a quantidade de luz solar que as nuvens reflectem para o espaço.

Todos os motores de combustão emitem gases de escape, e as partículas de fuligem, hidrogénio e enxofre neles contidas, conhecidas como aerossóis, formam o smog, nome dado às camadas visíveis de poluição atmosférica comuns nas grandes cidades.

Mas as partículas também actuam como núcleos de condensação de nuvens e “sementes de nuvens”, e o vapor de água condensado em volta dos aerossóis forma gotículas, que posteriormente formam nuvens.

Os cargueiros que cruzam o oceano emitem gases de escape continuamente. O ar sobre os oceanos normalmente tem gotículas maiores, porque há um número maior de moléculas de águas que precisam de aderir a partículas. A adição de aerossóis ao ar resulta em mais partículas e gotículas menores.

Além disso, essas gotículas, que são também mais leves, viajam para pontos mais altos da atmosfera e um número maior que o normal congela. Quanto mais gelo atmosférico, maior é a formação de raios, e as nuvens ficam electrificadas quando partículas congeladas chocam umas com as outras e com as gotículas.

Os raios nada mais são do que uma neutralização dessa carga.

“Quando fizemos um mapa dos raios, ficou claro que os navios tinham alguma influência: os raios ocorriam praticamente em linha recta, sobrepostas às linhas de navegação“, explica outra cientista envolvida no estudo, Katrina Virts, que trabalha como meteorologista da Nasa, a agência espacial americana.

“Quando estão no oceano, os navios queimam mais combustível do que nos portos, emitindo mais aerossóis e formando mais raios”, explica também Daniel Rosenfeld, cientista da Universidade Hebraica de Jerusalém, comentando o estudo.

“Temos a prova de que a incidência de raios mais do que duplica nas áreas oceânicas atravessadas pelos cargueiros. O estudo mostra de forma clara a relação entre emissões antropogénicas e a formação de nuvens de tempestade“, diz Rosenfeld.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Secretário da Cultura brasileiro vai ser demitido depois de se inspirar em discurso nazi de Goebbels

Roberto Alvim, secretário da Cultura brasileiro, fez um discurso esta quinta-feira copiando um discurso muito conhecido do ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels. O secretário da Cultura do Brasil, Roberto Alvim, divulgou um vídeo …

Presidente da Guatemala anuncia corte de relações com Venezuela

O novo Presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, anunciou na quinta-feira que ordenou o corte de relações com a Venezuela e o encerramento da embaixada neste país. Alejandro Giammattei, médico e ex-diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala, …

Bolsonaro vai manter secretário acusado de irregularidades no Governo

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, defendeu hoje o titular da Secretaria Especial da Comunicação Social (Secom, órgão da Presidência), Fabio Wajngarten, acusado de alegadas irregularidades em contratos, garantindo que o manterá no cargo. “Pelo que eu …

FC Porto empresta Waris ao Estrasburgo com opção de compra obrigatória

O avançado ganês foi emprestado pelo FC Porto ao Estrasburgo até ao final da temporada, num negócio que inclui uma cláusula de opção de compra obrigatória. No final do empréstimo, o Estrasburgo fica obrigado a contratar …

Miguel Guimarães reeleito bastonário da Ordem dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, foi eleito esta quinta-feira para um segundo mandato, com 93% dos votos. De acordo com os resultados provisórios avançados pela Ordem, estando contados 16.723 votos, Miguel Guimarães foi …

Governante sugere "chazinhos e bolos" para acabar com agressões nas salas de espera dos hospitais

"Salas de espera com bom aspecto, com televisão, revistas" e com "chazinhos e bolos" podem ajudar a reduzir o "clima de tensão" que se vive em alguns hospitais, contribuindo para acabar com as agressões a …

Detidos cinco suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano em Bragança

A Polícia Judiciária anunciou, esta sexta-feira, que foram detidos cinco homens, suspeitos de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, em Bragança. A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, em comunicado, que procedeu, esta quinta-feira, a "buscas domiciliárias, …

Cláudio Monteiro renuncia a cargo de juiz do Tribunal Constitucional

O juiz renunciou ao mandato do Tribunal Constitucional por ter sido, entretanto, nomeado Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal. O juiz Cláudio Monteiro renunciou, esta quinta-feira, ao mandato de juiz do Tribunal Constitucional (TC), de acordo com …

Proposta do BE sobre IVA da energia vai ser rejeitada pelo Governo, revela PS

Uma proposta do Bloco de Esquerda (BE) para reduzir o IVA sobre a eletricidade e o gás natural, sem impacto no Orçamento de Estado para 2020, vai ser rejeitada pelo Governo, por não corresponder à sua …

Petição quer enfermeiros como profissão de desgaste rápido e subsídio de risco. 2.500 já assinaram

Mais de 2.500 pessoas já assinaram uma petição online que defende a atribuição do estatuto de profissão de desgaste rápido aos enfermeiros, bem como a atribuição de um subsídio de risco. No texto, os promotores defendem …