/

A nova Arca de Noé vai atravessar o Atlântico (se Deus quiser) para ir aos Jogos do Rio

2

Se as alterações climáticas vierem a provocar um novo dilúvio, pelo menos um homem já garantiu a sua sobrevivência – e a dos seus companheiros, depois de ter construído uma réplica da Arca de Noé, com a qual quer agora atravessar o Atlântico.

A gigantesca embarcação, construída pela Ark of Noah Foundation e lançada ao mar em 2012, vai partir dentro de algumas semanas em direcção ao Rio de Janeiro – onde deverá chegar a tempo dos Jogos Olímpicos.

A associação holandesa, fundada pelo carpinteiro Johan Huibers, arrecadou mais de 30 milhões de euros em donativos e construiu uma embarcação inspirada na Arca de Noé da narrativa cristã.

De proporções literalmente bíblicas, a embarcação pretende ser uma reconstrução fiel da Arca de Noé, e foi construída com as medidas descritas no Genesis 6:15 – 125 metros de comprimento e 23 metros de altura, algo como um edifício de 7 andares.

Maior que um campo de futebol, a nova Arca de Noé consegue levar até 5 mil pessoas, e o seu peso é estimado em 3 mil toneladas.

A arca está ancorada na Holanda e vai partir em junho com destino ao Brasil, onde deverá atracar durante os Jogos Olímpicos, a 7 de setembro.

Transporta pares de réplicas de animais, em madeira, e actividades que vão “transmitir aos visitantes mensagens de esperança baseadas na vida de Jesus Cristo”, explica Herald Janssen, director da Ark of Noah Foundation, à ABC News.

Durante a sua travessia do Atlântico, os mentores do projecto pretendem apresentar palestras, filmes e discussões sobre histórias bíblicas clássicas, como a Criação e o Paraíso. E o Dilúvio, obviamente.

(dr) Ark of Noah Foundation

A nova Arca de Noé foi construida por Johan Huibers

A nova Arca de Noé foi construida pelo carpinteiro holandês Johan Huibers

A arca foi idealizada em 1992 por Johan Huibers, carpinteiro holandês de 63 anos, depois de ter tido um pesadelo no qual viu a Holanda debaixo de água. A construção da arca foi concluída em 2012, bem a tempo do fim do mundo profetizado pelo calendário Maia – que acabou por não acontecer.

Desde então, está aberta ao público como museu interactivo, tendo recebido centenas de milhares de visitantes. Depois dos Jogos Olímpicos, a embarcação partirá com destino à Argentina, Colômbia e Estados Unidos.

A arca já mostrou que flutua. Será capaz de fazer os 8 mil quilómetros de travessia do Atlântico, e chegar ao Novo Mundo?

  AJB, ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.