A mais recente moda é uma tentativa de homicídio e a Internet está a chamar-lhe “desafio”

Depois do Ice Bucket Challenge e da Baleia Azul, um novo “desafio”, como a Internet decidiu chamar-lhe, mistura o conceito dos dois anteriores e já está a percorrer o mundo. No “Desafio da Água Quente”, jovens são desafiados a atirar água a ferver a outros jovens – ou sobre si próprios.

Nickolas Conrad tem 15 anos e é a mais recente vítima do “Desafio da Água Quente“. O jovem norte americano ficou com queimaduras de segundo e terceiro grau em grande parte do pescoço depois de um grupo de amigos lhe ter atirado água a ferver enquanto dormia.

Acordei com o pescoço a queimar e comecei logo a berrar e a chorar. Foi a pior dor que senti em toda a minha vida”, confessa ao Arkansas Matters, explicando que foi apanhado desprevenido às 3 horas da manhã de domingo, quando dormia em casa de um amigo.

A mãe de Nickolas reforça o perigo do jogo e conta que, depois de ter levado com água a ferver que lhe provocaram várias queimaduras de segundo e terceiro grau, o filho foi deixado sozinho, sem cuidados médicos, com a pele do pescoço a sair, quando os amigos fugiram depois de cumprirem o “desafio”.

“Foi o pescoço mas podia ter sido a cara ou os olhos. Podia ter sido mais intenso e fazer mais estragos. Isto é real. Não é uma brincadeira. É real, criminoso e cruel”, disse o pai de Nickolas.

O adolescente agora só quer esquecer aquela noite. Além do balde de água, os amigos também o queimaram no braço com um cigarro. “Só quero que me deixem em paz. Não são meus amigos”.

DR

Nickolas Conrad sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau no pescoço no “Desafio da Água Quente”

As autoridades locais já estão a investigar o caso, que não é o único a ser relatado nos últimos dias.

Em Nova Iorque, uma menina de 11 anos foi internada de urgência num hospital com queimaduras na cara, peito, costas e ombros depois de ter sido escaldada com água a ferver. Segundo o New York Post, uma rapariga de 12 anos foi acusada do crime.

Também há quem beba água a ferver. No início do mês, uma menina de oito anos perdeu a vida ao participar num desafio com água a ferver: a criança ficou com mazelas internas graves depois de beber um copo de água quente com a ajuda de uma palhinha, em contexto familiar.

O Desafio da Água Quente tem, portanto, duas versões: numa delas a pessoa é instigada a beber o máximo possível de água a ferver, na segunda variante a pessoa é surpreendida por amigos ou familiares levando com um balde de água a ferver.

As duas versões são perigosas, já causaram mortes, e não são “um desafio”. Numa das versões, são um fenómeno quase contraditório, a “tentativa involuntária de suicídio“. Na outra versão, trata-se de tentativa de homicídio – cujo autor até pode ser inimputável, bastando-lhe para tal alegar algum tipo de deficiência mental.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. À primeira leitura poder-se-à dizer que nada tem a ver com o assunto, mas, pensando melhor, a esta juventude faz-lhe falta a obrigatoriedade do serviço militar para aprenderem muita coisa que, de outra maneira, parece que não compreendem – AMIZADE – CAMARADAGEM – RESPEITO PELO PRÓXIMO. Precisavam de ter sido educandos na antiga CASA PIA DE LISBOA.

  2. Talvez o serviço militar deva ser obrigatório novamente de forma a tornarem se homens e mulheres de futuro.pelos vistos a nossa juventude não tem ocupação e tem que se entreter de alguma forma…enfim.(não imponho a minha opinião,vale o que vale)

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …