“A gratidão não prescreve”. Marcelo quer condecorar todos os militares do 25 de Abril até 2024

Miguel A. Lopes / Lusa

Até aos 50 anos da Revolução do 25 de Abril, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai condecorar todos os militares envolvidos na conspiração que levou à queda da ditadura.

Na sexta-feira passada, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou 27 militares com a Ordem da Liberdade (grau de grande-oficial). Destes 27 militares – desde cabos, capitães milicianos a oficiais do quadro permanente -, estiveram na cerimónia, por exemplo, os coronéis Aniceto Afonso ou Carlos Matos Gomes.

“É uma justiça ainda não cabalmente prestada, iniciada pelo Presidente Ramalho Eanes, continuada pelo Presidente Mário Soares e, a seguir, pelo Presidente Jorge Sampaio, mas conheceu uma descontinuidade e o seu reatamento”, disse Marcelo, num discurso ao qual o jornal Público teve acesso, referindo-se aos mandatos de Cavaco Silva.

“Abril significou um momento histórico na vida de Portugal. Sem o vosso papel, Portugal não seria o que é, não teria a Constituição que tem, não consagraria o Estado de Direito democrático. O vosso gesto refundador foi essencial para o Portugal que temos”, afirmou Marcelo, no discurso que fez perante os militares. “A memória não prescreve, e a gratidão não prescreve”.

Porém, o Presidente não quer ficar por aqui. Marcelo pretende condecorar todos os 120 militares que fizeram parte da conspiração que levou à queda da ditadura até 2024, ano em que se comemora o 50.º aniversário do 25 de Abril.

“É uma justiça que se tem que prestar aos militares que fizeram Abril, porque todos eles foram igualmente importantes”, explicou.

Segundo o coronel Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril, que está a elaborar a lista de nomes, “o critério foi a participação na conspiração e na ação militar do 25 de Abril, não tem a ver com o processo posterior”.

Os nomes “mais sonantes” de Abril, como os ex-Presidentes António Spínola, Costa Gomes e outros membros da Junta de Salvação Nacional serão distinguidos em 2024.

Alguns dos militares de Abril continuaram as suas carreiras nas Forças Armadas, outros abandonaram as fileiras e acabaram por pedir mais tarde a reconstituição das carreiras, através de uma lei aprovada pelo Governo de António Guterres.

Até Marcelo tomar posse, tinham sido condecorados cerca de 80 militares. Com esta iniciativa, Marcelo ficará para a história como o Presidente que fará a maior homenagem aos operacionais de Abril.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Tudo bem com a condecoração dos dos ex: militares que estiveram na conspiração da ditadura. Pergunto e os EX: COMBATENTES DO ULTRAMAR que deram a vida e pela existência da Pátria que hoje se chama Portugal, mais parece Portugal dos Pequeninos, Foram HERÓIS e agora são ABANDONADOS de Estado Português.!

  2. Só pergunto: Otelo Saraiva de Carvalho também faz parte desse naipe?? Um condenado a 18 anos de prisão por terrorismo???

RESPONDER

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …