Empresa de Weinstein próximo da falência. Mulheres juntam-se para a comprar

Franck Robichon / EPA

Harvey Weinstein e a mulher, Georgina Chapman

Depois do escândalo em torno do produtor Harvey Weinstein, mulheres de todo o mundo  ganharam coragem de denunciar assédios sexuais, estupros e agressões.

Mais de 100 mulheres, entre as quais várias atrizes de Hollywood, acusaram Harvey, um dos produtores mais conhecidos de Hollywood, de assédio ou abuso sexual, durante os últimos 40 anos.

Desde as acusações, os projetos da empresa The Weinstein Company – a produtora de Harvey – estão estagnados. Muitas das pessoas e empresas que trabalham ou trabalhavam regularmente com o produtor, passaram a evitar a empresa, que se ao que tudo indica se encontra já em dificuldades financeiras.

Entretanto, há agora dois grupos de investidores liderados por mulheres interessados na aquisição da The Weinstein Company.

À frente do primeiro grupo está a produtora independente novaiorquina Killer Content, que se juntou a Abigail Disney, realizadora e neta do fundador da Walt Disney Company, e à New York Women’s Foundation, para avançar com uma proposta de aquisição da empresa de Weinstein.

Apesar de estar próximo da falência, a The Weinstein Company detém um catálogo com mais de 100 filmes e séries de televisão bem sucedidos. Este grupo de investidores quer adquirir os ativos de cinema e televisão e doar parte dos lucros a organizações que apoiam mulheres vítimas de abusos sexuais.

Segundo a RFI, a segunda oferta será apresentada por Maria Contreras-Sweet, gestora do Gabinete de Pequenas Empresas durante a administração de Barack Obama.

Segundo a Deadline, numa carta dirigida ao conselho da TWC, Contreras-Sweet afirma que reuniu “um grupo de sócios financiadores, assessores e consultores de primeiro nível”, que podem oferecer 275 milhões de dólares pela empresa.

Contreras-Sweet afirma ainda ser essencial que seja um grupo liderado por mulheres a assumir a liderança da The Weinstein Company.

Mil artistas norueguesas denunciam assédio sexual

Mil artistas norueguesas denunciaram violações, agressões e assédio sexual, num manifesto publicado esta quinta-feira na imprensa local. A Noruega é considerado o segundo país mais igualitário do mundo.

A vergonha e o sentimento de culpa devem voltar ao seu lugar: aos que assediam e aos que os protegem”, afirmaram 295 cantoras norueguesas num artigo publicado no Aftenposte. Num outro artigo, mais de 700 artistas declararam não existir “nenhum motivo para pensar que o mundo da música é melhor na Noruega”.

 

Segundo o relatório do Fórum Económico Mundial (WEF), a Noruega ficou em segundo lugar entre os países que mais respeitam a igualdade de género. O relatório analisou as desigualdades salariais e o espaço dado às mulheres na política e na economia.

De acordo com a AFP, o Aftenposte publicou também um conjunto de testemunhos, todos eles anónimos, de artistas que foram vítimas de violência, pressões e humilhações de carácter sexual.

“Em Oslo, sofri uma agressão por parte de um conhecido, mas, à semelhança de muitas mulheres, pensei que era algo frequente e que não valia a pena denunciá-lo“, afirma uma artista.

“Durante toda a minha carreira, recebi comentários sobre a minha aparência e a minha sexualidade”, diz uma cantora. “Recebi um grande número de mensagens de colegas sobre a minha aparência física, mas nunca recebi mensagens sobre meu trabalho“.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “A vergonha e o sentimento de culpa devem voltar ao seu lugar: aos que assediam e aos que os protegem, afirmaram 295 cantoras norueguesas”

    Pois então comecem atribuir a Uma Thurman quota de culpa e de cumplicidade que ela tem no caso de Weinstein.

    Grupos de mulheres interessados em comprar a companhia de Weinstein??.. Aaahhh!.. Agora já percebo a verdadeira motivação de todo este ataque a este porco asqueroso!.. Se calhar tinha muito pouco a ver com o abuso sexual e muito mais a ver com uma jogada de bastidores para lhe sacar aquela que era provávelmente a produtora mais poderosa de Hollywood.

    • Concordo plenamente…não venham com tretas. o verdadeiro interesse é adquirir a empresa.
      Mas como a vida dá muitas voltas…pode ser que daqui a uns anos essas mulheres que provavelmente irão adquirir a empresa…também elas sejam acusadas de assédio, pelos homens que por lá trabalham.

  2. Eu achava que já tinham passado quase 17 anos no século XXI…
    .
    Pelos vistos, anda aí muita bicharada difícil de identificar!

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …