75 mil utilizadores do Popcorn Time estão a ser vigiados

(dr) Popcorn Time

-

Cerca de 18 meses após o lançamento do serviço de streaming pirata de vídeos Popcorn Time, os grupos antipirataria continuam a fazer forte oposição ao serviço.

A interface colorida e fácil de usar da aplicação tornou-o um sucesso entre os utilizadores em todo mundo. No entanto, grupos ligados à protecção de direitos de autor nos Estados Unidos e na Europa estão a lutar pela proibição do serviço.

O mês passado, o grupo norueguês antipirataria Rights Alliance culpou o Popcorn Time pela explosão de conteúdo pirata no país e advertiu que estava a vigiar milhares de utilizadores que acedem o serviço de streaming.

Só agora foram reveladas mais informações dessa monitorização.

A Noruega tem uma população de pouco mais de 5,1 milhões de habitantes, e estima-se que cerca de 750 mil deles tenham acesso a vídeos de fontes ilegais.

No entanto, segundo o Rights Alliance, um terço destas pessoas, cerca de 250 mil, estão a usar o Popcorn Time pelo menos uma vez por semana.

O grupo afirma estar a observar esses utilizadores de perto.

De acordo com o líder da organização, Willy Johansen, o Rights Alliance tem em sua posse uma grande base de dados que contém informações sobre 50 a 75 mil suspeitos de usarem o Popcorn Time.

A principal questão agora é o que o grupo irá fazer com os dados obtidos.

“Para já, estamos sentados em cima de uns milhares de registos de utilizadores do Popcorn Time na Noruega. Estes são registos que podemos usar legalmente – e pode ser que alguém apanhe uma surpresa com notificações pelo correio. É provável que algo aconteça no outono”, diz Johansen.

Caso o Rights Alliance mantenha a promessa de levar os utilizadores à justiça, será a primeira vez que utilizadores regulares de um serviço online são alvo da lei de direitos intelectuais aprovada na Noruega há cerca de dois anos.

Em 2013, uma mudança na legislação deu a possibilidade ao governo de permitir o acesso a redes de partilha de ficheiros em caso de infracções à propriedade intelectual.

Outras mudanças aprovadas na altura diziam respeito aos endereços IP, que podem agora ser identificados – mas a obtenção das identidades por trás desses endereços exige ainda muito trabalho.

“Em relação à legislação que temos na Noruega, o Rights Alliance tem todo direito de recolher informações de endereços IP dos utilizadores do Popcorn Time”, explica Bjorn Erik Thon, Diretor de Inspeção do Rights Alliance.

O Rights Alliance pode recolher os endereços IP, mas para descobrir as identidades de quem está por trás deles, temos que ir a tribunal”, observa Thon.

Segundo o professor de direito Olav Torvund, essa não é uma tarefa simples.

“A maioria dos utilizadores noruegueses muda regularmente de endereço IP, por causa dos IPs dinâmicos, que não  identificam necessariamente o itulizador”, explica Torvund.

E mesmo que os utilizadores sejam identificados com sucesso, ainda há problemas legais.

“Deve-se analisar se o utilizador agiu intencionalmente ou por negligência e se tem conhecimento de que o material que está a ver está a ser também partilhado por ele com outros utilizadores”, afirma Torvund.

A situação na Noruega pode ser considerada semelhante à da Dinamarca, onde a semana passada diversas pessoas foram presas  por causa do Popcorn Time.

Apesar disso, parece improvável que o Rights Alliance venha a tomar a curto prazo uma posição mais firme contra os utilizadores do serviço.

Espírito Livre

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …