72 mil dias de greve na Saúde. Costa mais castigado do que Passos em ano de eleições

Paulo Novais / Lusa

Nos primeiros cinco meses de 2019, as greves no setor da Saúde, onde se incluem todas as profissões, foram responsáveis por cerca de 72 mil dias de trabalho perdidos, escreve o jornal Público esta terça-feira, citando dados do Portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

De acordo com o matutino, o primeiro-ministro, António Costa, está a sofrer mais com as paralisações na Saúde do que o Executivo do antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, quando comparados anos de eleições legislativas.

Até ao mês de maio, as greves na Saúde foram responsáveis por 72 mil dias de trabalho perdidos, quase o dobro dos dias perdidos no mesmo período em 2015, ano em que se realizaram também eleições: pouco mais de 38 mil dias.

Durante os quatro anos do governo PSD/CDS, recorda o jornal, reduziram-se os valores pagos pelas horas extraordinárias, criaram-se sobretaxas e o horário de trabalho passou das 35 para as 40 horas semanais sem alterações financeiras. Ainda assim, o volume de greves no setor da Saúde foi inferior ao registado durante a legislatura de Costa.

Em 2012, o Governo de Passos firmou um acordo dito “provisório” com os médicos e estes passaram a ter um horário de 40 horas semanais com um salário maior. Em contrapartida, o número de utentes por médico de família passou de uma média de 1500 para 1900 e o período dedicado às urgências de 12 para 18 horas semanais.

Esta situação continua, contudo, a vigorar em 2019. “Pretendemos o reforço do SNS, quebrando o ciclo de desinvestimento dos últimos anos”, começou por explicar Jorge Roque da Cunha, do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), em declarações ao Público.

“Queremos mais contratação de médicos, em vez de se apostarem tanto em empresas de prestação de serviços, a passagem das 18 para as 12 horas de urgência semanais, libertando tempo para consultas e cirurgias programadas e diminuindo listas de espera que em várias especialidades chegam aos dois anos”, apontou.

Estas são algumas das principais reivindicações que estão na origem dos dois dias de greve marcados para esta semana. Os enfermeiros estão também esta terça-feira em greve. Ao início da manhã, a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares dava conta que pelo menos 6 mil cirurgias tinham sido adiadas.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Bem precisam que sejam os seus familiares (dos médicos e dos enfermeiros, que estão em greve) a ir ao hospital e acabarem por ir parar ao “Alto de S.João”

  2. Então não foi este sr. que prometeu mundos e fundos ao povo? Que havia dinheiro p/ tudo que não havia razão p/ tanto aperto financeiro. Um enfim de barbaridades. Agora que aguente c/ as greves. Prometeu tem cumprir. Só temos pena que não seja p/ todos seja só p/ alguns. Mas até esses alguns ele não cumpriu imagine-se se fosse p/ todos.

    • ora nem mais.

      mas parece que a maioria gosta.

      não esquecer que os anteriores cortaram para pagar as dívidas que estes deixaram durante anos de desgoverno.

      nem de perto nem de longe concordo com a maioria das coisas que os anteriores fizeram, mas estes xuxalistas têm uma lata!

  3. Venha outro Passos Coelho, que essa gente toda (função publica), tal como antes, entram logo na ordem… Até talvez emigrem com o rabo entre as pernas e caladinhos que nem ratos!
    Os exploradores dos trabalhadores privados, em grande parte são a função publica. Mal sabem que há mais uns trocados querem logo tudo para eles.
    Exploram-nos até ao tutano e ainda assim deixam-nos sem consultas sem cirurgias, sem transportes sem atendimento nas repartições etc, etc.

  4. A função publica são os que votam mais no ps,não compreendo o porquê de tanta revolta.Nem no tempo da troika os serviços públicos estavam como estão ,não se deixem enganar!Não existe dinheiro, a verdade é esta,se forem gastar no que é necessário voltamos aos tempos da troika. O défice está bom porque não gastam dinheiro nos serviços públicos,está tudo um caos…hospitais,registos,tribunais,escolas,etc

RESPONDER

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Rússia Unida anuncia vitória nas legislativas

O partido do Kremlin, Rússia Unida, reivindicou no domingo a vitória nas eleições legislativas russas, mas a sua maioria constitucional na Duma, a câmara baixa do parlamento, está ainda por apurar, após a contagem de …

Cientistas estão a dar vida ao holodeck, um holograma que você pode tocar

Os cientistas estão cada vez mais perto de tornar o holodeck uma realidade. Investigadores estão a criar um holograma que você pode tocar. A série Star Trek: The Next Generation apresentou a milhões de pessoas a …

A partir de novembro, EUA passam a permitir entrada de estrangeiros totalmente vacinados

A partir do início de novembro, os Estados Unidos passam a permitir a entrada de viajantes da União Europeia (UE) e do Reino Unido, desde que estejam totalmente vacinados. Os Estados Unidos vão reduzir as restrições …

Talibãs mandam funcionárias do governo de Cabul ficar em casa

As funcionárias do governo de Cabul devem ficar em casa. A única exceção aplica-se às trabalhadoras cujos cargos não podem ser desempenhados por homens. Só as mulheres "que não podem ser substituídas por homens" podem regressar …

"Tatatatatatata." A bazuca de Costa é, afinal, uma "metralhadora" que dispara de rajada

Rui Rio considera que António Costa devia chamar a bazuca de metralhadora, porque o primeiro-ministro "dispara de rajada" promessas. "HK21 tem fita, carrega-se, e aquilo dispara tatatatatatata." O presidente do PSD, Rui Rio, ironizou esta segunda-feira …

Campanha alerta população sobre cancros de sangue e apela para informação

Uma campanha para quebrar o silêncio sobre os cancros do sangue e alertar para a importância do diagnóstico precoce está nas ruas até final de setembro, lembrando que é essencial estar atento a sintomas e …

Pfizer diz que vacina é "segura" para crianças dos cinco aos 11 anos

A Pfizer/BioNTech anunciaram, esta segunda-feira, que a vacina é segura e parece gerar uma resposta imunitária robusta nas crianças dos cinco aos 11 anos. Depois de um estudo com 2.268 participantes, a Pfizer/BioNTech anunciaram que a …

PS e CDS na Madeira desencontrados, PSD e Bloco continuam no Norte

No arranque da segunda semana de campanha para as autárquicas, os líderes do PS e do CDS-PP apostam na Madeira mas com horários desencontrados, enquanto BE e PSD continuam a norte, e PAN e PCP …